Dicas Transição de careiraPowered by Rock Convert

Boa parte de toda comunicação interpessoal é não verbal. Podem ser os gestos com as mãos, contato visual, postura, movimento do corpo e a forma como inclinamos ou acenamos nossas cabeças. A comunicação não verbal desempenha um papel importante na transmissão de mensagens pretendidas – e não intencionais -, expande os relacionamentos e aumenta as chances de ter negócios bem-sucedidos.

Por isso é importante leva-la a sério e entender como ela funciona, já que é parte da maneira como nos apresentamos e como o público nos recebe.  Não há dúvida de que a comunicação não verbal é impactante e pode transmitir uma mensagem e vai muito além da simples falta da palavra falada.

Estamos constantemente em avaliação e a linguagem corporal é contagiante. Se você sorrir durante uma entrevista ou reunião, as pessoas com quem você está tentando conversando provavelmente sorrirão também. E essa atitude pode influenciar o modo como elas se sentem em relação à sua interação.

No entanto, a comunicação não-verbal eficaz vai além do primeiro aperto de mão. O seu bom uso durante reuniões ou apresentações pode ser um fator chave para o seu sucesso

mulher em uma reunião gesticulando e usando comunicação não verbal

 

A comunicação não verbal na prática

Fazer contato visual é uma maneira de demonstrar convicção quando você fala. Olhar para o chão enquanto faz uma apresentação para clientes potenciais não inspirará muita confiança. Se você está dizendo a eles por que eles devem escolher sua empresa para gerenciar seus ativos, mas não faz um contato visual eficaz, é provável que eles não sejam convencidos. E isso pode acontecer mesmo que você tenha preparado uma apresentação incrível.

O tom de voz pode revelar como você está se sentindo. Por exemplo, suspirar pesadamente depois que alguém faz uma pergunta pode fazer os outros pensarem que você está irritado. Falar em tom monótono pode fazer os outros pensarem que você não está interessado no assunto.

É importante variar o som da voz enquanto faz uma apresentação ou dirige uma reunião. Embora você não queira gritar, ajustar o volume e ritmo ajudará o público a entender quais pontos são importantes da reunião sem precisar dizer “Isso é importante” antes de cada ponto que você deseja enfatizar.

Muito além do que é falado

A psicóloga Amy Cuddy ensina que ficar em pé e puxar os ombros para trás não apenas transmite confiança para todos ao seu redor. Esta postura é realmente capaz de mudar a forma como você se sente em uma situação, o que significa que estar ciente de seus próprios sinais não-verbais é uma parte vital do seu sucesso no trabalho.

Penser CarreiraPowered by Rock Convert

Os gestos também podem adicionar peso ao que você está dizendo. E o oposto também é verdade. Não usar gestos pode indicar uma falta de interesse ou preparo no que é falado ou parecer robótico e menos envolvente para ser ouvido.

Gesticular ajuda a descrever algo ou enfatizar um ponto. No entanto, é preciso ter cuidado para não gesticular demais. Isso pode ser uma distração, fazendo com que todos se concentrem mais em suas mãos e não no que você está dizendo.

Embora os padrões variem de acordo com o seu setor, é aconselhável que a aparência esteja “neutra”. É importante que os participantes prestem atenção às informações apresentadas, e não se distraiam com o que está sendo usado.

No entanto, isso não significa que é preciso esconder uma personalidade. É possível usar algo pequeno e que não seja tão chamativo, como uma gravata especial, um cachecol ou uma joia. Esses são detalhes que podem transmitir sua essência para o grupo.

O nervosismo pode transmitir mensagens indesejadas

Em apresentações importantes ou entrevistas de emprego é normal ficar nervoso. Porém é preciso tomar cuidado nas consequências ao transparecer o nervosismo. A respiração profunda tem mostrado reduzir a pressão arterial e diminuir os sinais físicos de estresse.

Se você tiver uma reunião ou um encontro particularmente estressante, é uma boa ideia passar algum tempo respirando profundamente um pouco antes desse encontro. Isso ajudará você a manter a calma para que a confiança seja exatamente o que você queira comunicar.

Reconhecer o poder da comunicação não verbal com os sócios da sua empresa, seus clientes, fornecedores ou colegas de trabalho te ajudará a ter uma comunicação mais assertiva. Combinar sua comunicação não verbal com as palavras faladas ajudará na autoconfiança também.

Praticar e gerenciar a comunicação não verbal para transmitir suas mensagens de forma mais eficaz é um exercício minucioso. Você pode permitir que sua comunicação não verbal faça você parecer ineficaz, um comunicador desleixado ou um funcionário cujas mensagens confusas não sejam dignas de confiança. Por que não usar comunicação não-verbal ao seu favor?

Deixe uma resposta

Fechar Menu