Contrate pelo potencial e não apenas pela experiência

Claudio Fernández-Aráoz é um guru da administração e tem muita bagagem para dizer algumas coisas e ser ouvido (muito além do que ser ‘apenas’ o CEO da Egon Zehnder, uma das consultorias de estratégia e aconselhamento mais respeitadas no mundo). Num artigo recente, a ‘presunção’ de dar conselhos de como se escolhe um papa, mostra muito da personalidade confiante e analítica do portenho (segundo ele, essa ‘arrogância’ é uma característica marcante dos nascidos em Buenos Aires).1445170_90032495

Em entrevista à Harvard Business Review, Claudio garante que o foco correto das empresas precisa ser no QUEM, e não no COMO ou no O QUE. Na hora de pensar em pessoas-chave, é muito mais importante buscar alguém com potencial de aprendizado, com foco, determinação e energia do que alguém com competências pré-estabelecidas. Ele enfatiza que há enormes equívocos nas escolhas e no modo como elas são feitas.

O argentino explica que o mundo está cada vez mais volátil, dinâmico e que tudo pode mudar em dois anos. Neste cenário, contar com indivíduos dispostos a se transformar, evoluir e se adaptar é o principal elemento ao se construir um negócio sustentável e com visão de futuro. Muito mais do que contratar profissionais com competências atuais, somente para executar funções HOJE.

No vídeo, ele levanta cinco pontos que são fundamentais para escolher pessoas com POTENCIAL (em inglês):

– Motivation
– Curiosity
– Insight
– Engagement
– Determination

Confira:

Fernando Pacheco

Mineiro, animado e bom leitor. Formado em Comunicação pela PUC-MG, MBA em Gestão de Pessoas e Graduado em GRH. Head of Pre-Sales na Samba Tech, proprietário da Penser e sócio da Life. E o mais importante, padrinho do Mateus. É isso aí...