Gestão de carreira é a combinação de planejamento estruturado e a escolha ativa de gerenciamento dos próprios rumos profissionais (pomposo isso né? Mas aos poucos você vai entender tudo cada vez com mais clareza). A gestão de carreira foi primeiramente definida em uma tese de doutorado em assistência social por Mary Valentich, que a mencionou como a ‘implementação de uma estratégia de carreira através da aplicação de táticas em relação à orientação de carreira escolhida’ (Valentich & Gripton, 1978).

Aí você se pergunta, mas o que seria “orientação de carreira, dentro do plano de carreira, dentro da gestão de carreira?”:  Orientação de carreira refere-se ao design geral ou padrão da carreira, moldado por metas e interesses específicos e identificáveis ​​por posições específicas que incorporam essas metas e interesses (ou seja, seus gostos, suas aptidões, suas competências, seus caminhos, por onde você quer seguir e por aí vai).

Valentich e Gripton definiram o sucesso nesse quesito como a gestão de carreira eficaz através da obtenção de posições desejadas e outras recompensas importantes. O resultado da gestão de carreira bem-sucedida deve incluir realização, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, alcance de metas e segurança financeira.

[ Saiba mais: exercícios para gestão de carreira]

Uma carreira inclui todos os tipos de emprego, desde semi-qualificados até qualificados e semi-profissionais até profissionais, além de possibilidades de empreender. Frequentemente,  no passado, as carreiras estavam restritas a um compromisso de emprego com uma única habilidade comercial, profissão ou firma de negócios durante toda a vida útil de uma pessoa. Nos últimos anos, no entanto, uma carreira agora inclui mudanças ou modificações no emprego durante o futuro previsível.

O seguinte sistema de classificação com pequenas variações é amplamente utilizado como modelo de gestão de carreira:

Desenvolvimento de metas e objetivos gerais,
Desenvolvimento de uma estratégia (meios gerais para atingir as metas / objetivos selecionados),
Desenvolvimento dos meios específicos (políticas, regras, procedimentos e atividades) para implementar a estratégia, e
Avaliação sistemática do progresso em direção ao alcance das metas / objetivos selecionados para modificar a estratégia, se necessário.

O que é gestão de carreira, então?

A gestão de carreira é um planejamento consciente das atividades e engajamentos de uma pessoa na sua projeção profissional ao longo de sua vida, estruturando uma melhor realização, crescimento e estabilidade financeira. É um processo sequencial que parte de uma compreensão de si mesmo e engloba a consciência ocupacional.

[Veja mais sobre autoconhecimento e autoconsciência]. 

A carreira de um indivíduo é uma fonte importante de sua expressão natural. Uma escola de pensamento descreve o trabalho como o propósito da vida e a fonte de sua expressão e o propósito de ser ou existir. No entanto, outros acreditam que há uma grande diferença entre a carreira de um indivíduo e sua vida. Em qualquer caso, a carreira é um componente integral da vida e, portanto, da necessidade de sua gestão eficaz e inteligente.

A gestão de carreira é mais ou menos como a gestão organizacional; afinal, uma organização não é senão uma variedade de indivíduos! O processo de gestão de carreira começa com a formulação de metas e objetivos que são de curto prazo ou que devem ser alcançados no curto prazo.

Esta é uma tarefa minuciosa (e até tediosa) em comparação com um objetivo de carreira a longo prazo que é mais visionária. Como o objetivo é de curto prazo ou imediato, é mais orientado para a ação. Segundo, exige realização todos os dias, todos os momentos. Novamente, esse passo pode ser muito difícil para aqueles que não estão cientes das oportunidades disponíveis ou não estão completamente conscientes de seus talentos. No entanto, mais específicos, mensuráveis ​​e alcançáveis, os objetivos maiores são as chances de o plano de carreira, dentro da gestão de carreira, ter frutos em médio e longo prazo.

A consecução do objetivo requer uma estratégia bem marcada, o que implica um plano de ação para atingi-lo.  Isto tem que ser seguido pela elaboração ou estabelecimento de procedimentos / políticas / normas ou regras que governam a ação ou prática.

[ 60 filmes sobre liderança, carreira e motivação para te inspirar]

A etapa final no processo de gestão de carreira é a avaliação do plano de gerenciamento de carreira para assegurar que o progresso está sendo feito ou se há necessidade de introduzir algumas mudanças no último. Ou seja: planeje, aja, analise e corrija. (O bom e velho PDCA cabe aqui).

Pode-se também utilizar os serviços de vários testes de avaliação de carreira em vários estágios para escolher os caminhos que estão em sintonia com os gostos e desgostos, pontos fortes e fracos. Esses testes variam de pequenos e breves aos exaustivos, oferecendo detalhes minuciosos. Alguns dos testes que alguém pode gostar de se submeter são MBTI (Myers e Briggs Type Indicator), SDI (Força Deployment Inventory) e Inteligência Múltipla, entre outros.

O ônus da gestão de carreira está mais no indivíduo do que no empregador. Garantir o desenvolvimento pessoal em termos de habilidades, competências, mudança de atitude com o tempo são coisas que a pessoa pode precisar cuidar sozinha e com a ajuda de coaches e empresas especializadas em gestão de carreira. [ Saiba mais: Como escolher um coach]

Metas de curto prazo precisam ser atendidas e avaliadas. Os objetivos de carreira de longo prazo precisam ser revisados ​​com a mudança no cenário do emprego, em si mesmo, no mercado e no ambiente externo. Muitas vezes, o aconselhamento é de grande ajuda na avaliação de um trabalho e as perspectivas futuras e para o estabelecimento de clareza de valores para que eles sofrem uma mudança com o passar do tempo!

Gestão de carreira e plano de carreira (você conduz sua trajetória profissional)

É importante entender seu planejamento de carreira, pois isso lhe dá a direção necessária e deixa claro onde você se vê no futuro. Isso o torna consciente de suas forças e fraquezas e das habilidades e conhecimentos necessários para alcançar seus objetivos no futuro.

Uma grande parte de nossa vida é gasta na consecução de nossas metas de carreira, por isso é muito importante ter certeza de que foram tomadas as medidas corretas e que o planejamento correto foi feito nos primeiros anos de sua vida profissional.

gestao-de-carreira
Você é quem realmente comanda sua carreira

Há muito poucos sortudos que nascem com uma mente clara e quem sabe o que eles querem fazer e onde eles se vêem na vida pela frente (e isso nem sequer está certo ou errado_. Mas a maioria de nós não tem certeza do que queremos da vida e por isso é muito importante planejar as coisas. Assim, planejamento de carreira é o que dá à sua trajetória profissional e, de alguma forma, à sua vida, verdadeiro significado e propósito.

[Saiba mais: Gestão de carreira é desafio compartilhado entre empresa e colaborador]

Processo de plano de carreira, dentro da gestão de carreira
O processo de planejamento de carreira também é conhecido como estágios de desenvolvimento de carreira e modelo de desenvolvimento de carreira. Essas etapas ajudam você a planejar sua carreira e a decidir sobre seu futuro.

Auto desenvolvimento
Depois de se auto-analisar, o segundo passo que aguarda a sua atenção é preencher as lacunas que identificou no passo acima. Com isto queremos dizer que nesta etapa você tem que ver quais são as qualidades e habilidades que são requeridas por você para ajudá-lo a atingir seus objetivos e metas. Por exemplo, você pode decidir que precisa de treinamento ou um curso específico em um campo para torná-lo perfeito para a profissão que escolheu.

Pode ser que você esteja interessado em pintar, mas não está muito consciente das tendências ou do conhecimento necessário para esse campo. Ou pode haver um caso em que você está interessado e muito consciente sobre uma profissão como ensinar, mas você ainda não sabe qual é o nível de nicho que é para você e os assuntos que você pode levar muito bem.

Um profundo trabalho de pesquisa sobre seu autodesenvolvimento
Depois de listar as carreiras que são favoráveis ​​no seu caso e as habilidades e melhorias necessárias para alcançar a excelência, a terceira etapa exige que você faça uma pesquisa intensiva e veja quais são as conclusões relacionadas às opções de carreira e habilidades que são necessárias para torná-lo campeão nisso. Você pesquisa estará investigando as seguintes questões:

Qual é o escopo da carreira que você escolheu?
Essa carreira lhe pagará no futuro?
Há espaço para expansão nesse campo de carreira?
Invente a forma de ação

[ Saiba mais: Plano de carreira-7 passos para começar agora mesmo]

Depois de ter pesquisado a viabilidade dos fatores que você concluiu nas etapas acima, o próximo passo é mostrar alguma ação e traduzir seus planos em uma parte da página. Este passo requer que você faça o plano de como você vai conseguir e cumpra os passos que você decidiu acima. A melhor maneira de apresentar um plano de ação é criar pequenos objetivos para si mesmo.

Uma vez que esses pequenos objetivos sejam alcançados, podemos ver que estamos muito perto de nosso objetivo principal e principal objetivo. Este pequeno passo funciona como um caminho para o objetivo principal.

Ação
Uma vez que você tenha feito pequenos objetivos e o objetivo principal, o próximo passo é começar a implementar seus planos. Mantenha um controle muito próximo de suas atividades para ter certeza de que você está no caminho certo e que, seguindo esse caminho, você certamente irá alcançar seu objetivo!

gestao-de-carreira

Como fazer gestão de carreira na prática (4 pontos fundamentais)

1. Gestão de carreira é um processo ao longo da vida

O primeiro ponto a entender é que o gerenciamento de carreira não é um evento único; faz parte da sua jornada profissional. Não adie até que de repente você perceba que há um problema. Assim como um carro, a manutenção regular ajudará a garantir uma viagem tranquila.

2. Gestão de Carreira é um processo ativo

Você não pode simplesmente sentar e deixar outras pessoas fazerem o trabalho por você. Caso contrário, você acabará na carreira de outra pessoa! Você tem que ser um participante ativo e engajado.

3. Gestão de Carreira é um processo estruturado

Eu acredito que o gerenciamento de carreira é mais benéfico quando é cuidadosamente estruturado. Sem estrutura, a maioria de nós negligenciaria isso até que uma emergência surgisse. A estrutura ajuda a manter o processo em um ritmo estável e estável, independentemente do que está acontecendo.

Estabeleça metas: o verdadeiro âmago da questão da gestão de carreira é entender o que você está tentando alcançar. Isso, para muitas pessoas, também pode ser a parte mais difícil. Cada meta deve ser dividida em tarefas que, uma vez concluídas, atingirão o objetivo. Uma linha do tempo pode ser criada para mapear cada etapa ao longo do caminho.

4. Gestão de carreira é sobre o estabelecimento, rastreamento e correção

Nada é imutável. Aqui estão algumas coisas que você precisa estabelecer, rastrear e corrigir:

Acompanhar metas: monitorar o progresso é uma estratégia satisfatória e útil. A gestão de carreira envolve o check-in regular das metas estabelecidas e o movimento que está sendo feito. Isso ajuda a evitar a estagnação e garante que metas de carreira sejam incorporadas metodicamente ao resto de sua vida.

Curso Correto: As metas mudarão e crescerão como você. Parte do processo de festão de carreira envolve monitorá-las e ajustá-las conforme necessário. Cada passo ao longo do caminho aumentará sua compreensão do que você quer e como chegar lá. O mapa não está gravado em pedra. Conforme você avança, o processo de gestão de carreira ajudará você a identificar novos caminhos e novos destinos.

[Saiba mais: como sua empresa pode ajudar na gestão de carreira]

Participar de um processo estruturado de gestão de carreira demonstra o importante papel que a carreira desempenha em sua vida como um todo. Para a maioria das pessoas, sua carreira pode fornecer os meios para alcançar um grande número de outras metas pessoais, como comprar uma casa ou começar uma família ou viajar pelo mundo. O trabalho também ocupa uma grande parte do nosso tempo gasto neste planeta, portanto, gerenciar sua carreira é claramente um investimento valioso de energia.

Faz sentido, né?

Então, como anda a sua gestão de carreira atualmente?

 

Fernando Pacheco

Mineiro, animado e bom leitor. Formado em Comunicação pela PUC-MG, MBA em Gestão de Pessoas, Graduado em Gestão de Recursos Humanos e Pós-graduado em Controladoria e Finanças. Diretor de Operações da Samba Tech e CEO da Penser.
Fechar Menu