Dicas Transição de careiraPowered by Rock Convert

Um líder carismático, bem preparado e eficiente é capaz de transformar sua equipe, inspirar pessoas e melhorar consideravelmente os resultados de um time e de uma corporação. Da mesma forma, uma liderança ruim, que não está preparada e não sabe como incentivar o melhor em outras pessoas, pode fazer com que uma empresa sofra prejuízos sérios e impactar as equipes e os resultados negativamente.

E por incrível que pareça, esse tipo de liderança ruim é mais comum do que se imagina. De acordo com pesquisas, 77% das organizações ainda enfrentam gaps de liderança em seu dia a dia e tem dificuldade de encontrar e desenvolver profissionais completos, que além das habilidades técnicas, tenham as chamadas “soft skills” – capacidades comportamentais e de relacionamento bem trabalhadas e superiores à média.

Uma empresa que está passando por momentos complicados em termos de resultados e entregas, pode acabar atribuindo esse mau momento à uma série de fatores antes de resolver olhar para seus líderes e isso pode prejudicar sua retomada do bom desempenho. Por isso, é importante saber como identificar uma liderança ruim dentro das organizações e, principalmente, entender como ela pode ser revertida.

Ao longo desse artigo vamos falar justamente sobre esses pontos e te mostrar como líderes ruins podem ser identificados, desenvolvidos, e os prejuízos que eles podem causar à empresa caso sejam ignorados. Continue lendo!

Como identificar uma liderança ruim

O primeiro passo para reverter um quadro de líderes ruins e evitar os prejuízos causados por esses profissionais é saber como identificá-los. Alguns pontos podem deixar uma situação de liderança ruim bem clara:

1. Equipe desmotivada e alto turnover

Um dos primeiros sinais que pode indicar uma liderança mal trabalhada é uma equipe desmotivada e uma alta rotatividade de colaboradores em uma equipe. Se um líder não consegue manter sua equipe empolgada e, pior, não consegue manter as pessoas dentro da empresa, isso pode ser um sinal de que ele não está sendo bom o suficiente. Segundo uma pesquisa da Blanchard Company, 32% do turnover pode ser evitado por meio de melhores habilidades de liderança e o quadro inverso pode representar prejuízos enormes para uma organização.

2. Resultados abaixo do esperado

Uma equipe com dificuldades constantes para bater suas metas, de forma geral, pode mostrar duas coisas: que ou as metas foram traçadas de maneira errada e pouco estratégica, ou que não há incentivo ou planejamento suficientes para que elas sejam alcançadas. Nos dois casos há uma falha da liderança e ela precisa ser estudada melhor, antes que a responsabilidade seja totalmente atribuída à equipe e outras pessoas em posição inferior.

3. Gestores irredutíveis

Se os colaboradores em uma empresa estão tendo dificuldade de questionar seus líderes e de participar de forma mais ativa das tomadas de decisão e outros pontos que tangem seu trabalho, esse pode ser um indício de que a liderança não está sendo feita da maneira correta. Uma boa liderança está sempre aberta ao diálogo e escuta as opiniões e ideias de outras pessoas, ainda que não concorde com elas.

4. Pessoas sobrecarregadas

Se as pessoas em sua organização, incluindo os líderes, estão constantemente sobrecarregados e sem tempo para fazer suas atividades da melhor forma possível, esse pode ser um indício de que a liderança está falhando em um ponto muito importante: delegar tarefas. Isso, em longo prazo, pode diminuir a eficácia dos trabalhos entregues, afetar a produtividade dos colaboradores e também sua motivação no dia a dia.

5. Terceirização de responsabilidade e monopolização do sucesso

Em muitas organizações, ainda é possível encontrar “líderes” que terceirizam seus fracassos, sempre atribuindo toda a culpa dos resultados ruins a sua equipe, e que falham miseravelmente quando precisam dar o crédito de uma conquista a alguém, tomando toda a glória para si. Esses são comportamentos de um líder ruim e que podem impactar muito o desempenho dos colaboradores em posições inferiores, que são parte da sua equipe.

6. Desentendimentos frequentes na equipe

Uma das habilidades mais invejáveis em um bom líder é a sua alta inteligência emocional e capacidade de lidar com os mais diferentes conflitos de forma racional e sem se entregar às emoções do momento. Por isso, se seu quadro de líderes não possui essa característica, não é capaz de inspirar essa atitude em sua equipe, e está constantemente se envolvendo em conflitos, você pode estar sofrendo com uma liderança ruim, que prejudicará a todos em médio e longo prazo.  

7. Favoritismos

Bons líderes tratam todos de sua equipe da mesma maneira, reconhecendo quando alguém acerta ou tem uma atitude positiva, e também desestimulando comportamentos inadequados ou fugas à uma boa conduta. Se você começa a notar que sua organização está cedendo a favoritismos e fechando os olhos aos deslizes de certos profissionais, é hora de rever as lideranças e reconsiderar privilégios. Afinal de contas, reconhecimento sem relação com bom desempenho pode criar profissionais preguiçosos, desestimular o resto da equipe e prejudicar seus resultados.

8. Microgestão

Sua liderança está o tempo todo envolvida em processos operacionais e resolvendo coisas que deveriam ter sido delegadas ao restante do time? Então tome cuidado, pois pode estar havendo um problema de microgerenciamento e seus líderes podem estar sufocando a equipe com controle demais e assim comprometendo seu desempenho – o que é típico de uma liderança despreparada e ruim.

9. Falta de feedbacks

Se você percebe que os líderes e suas equipes dentro da organização estão constantemente sofrendo com quebras de expectativa, faltas de alinhamento e pouco desenvolvimento, pode ser que a liderança esteja pecando em um ponto muito importante que é o oferecimento e os pedidos de feedback.  Esse é um problema comum de líderes ruins e despreparados e não é à toa que segundo a Harvard Business Review, 57% dos profissionais dizem que a falta de direcionamento claro é o maior problema de liderança das empresas.

10. Problemas de comunicação constantes

Novamente de acordo com a Harvard Business Review, 91% dos funcionários dizem que problemas de comunicação podem prejudicar executivos. E esses problemas se tornam muito mais graves e frequentes em empresas que possuem uma liderança ruim. Problemas de comunicação podem causar retrabalhos desnecessários, podem frustrar equipes e clientes, criar conflitos e gerar prejuízos financeiros para as empresas. Por isso, é preciso estar atento à mais esse sinal de líderes despreparados.

11. Baixa produtividade

Manter uma equipe eficiente e produtiva é fundamental para que as pessoas se sintam mais engajadas com suas atividades, entreguem melhores resultados e para que a organização possa maximizar suas conquistas. E de acordo com um estudo da Rosen and Brown, 50% da baixa produtividade dos funcionários vem da falta de habilidades de liderança dos gestores. Portanto, fique atento, pois o desempenho ruim das equipes da sua organização podem ser apenas o reflexo de problemas que partem dos líderes.

Os prejuízos e custos de uma liderança ruim

Agora que você já conheceu alguns pontos que te permitem identificar uma liderança deficiente nas organizações, é hora de ver mais alguns prejuízos que ela pode causar.

Comprometimento dos resultados

Com todos os problemas que já citamos, o principal prejuízo que uma liderança ruim pode causar à uma empresa é o comprometimento do alcance dos resultados. Sem a equipe suficientemente motivada, com baixa produtividade, conflitos e falta de comunicação e alinhamento, fica difícil entregar o que foi combinado e manter a empresa sustentável ou em crescimento. Por isso, uma liderança ruim precisa ser “combatida” rapidamente, antes que cause danos irreparáveis à organização.

Baixa retenção de talentos

Como segundo ponto, pode-se ainda citar a baixa retenção de talentos, que é típica de uma empresa com gaps de liderança. Gestores que não conseguem motivar, desenvolver, engajar e desafiar seus liderados acabam sofrendo muito com a perda de talentos e, além disso gerar prejuízos financeiros para a empresa – que tem que arcar com uma nova contratação, treinamentos e etc – compromete sua gestão do conhecimento, a produtividade da equipe e até mesmo sua competitividade, uma vez que colaboradores podem ser perdidos para a concorrência.

Clima empresarial comprometido

Com tantos problemas provenientes das deficiências da liderança, é difícil manter um bom clima na empresa e fazer com que os colaboradores se mantenham motivados e engajados com a causa da organização. Isso pode acentuar ainda mais os conflitos internos, comprometer as entregas e piorar o quadro de turnover. Por isso, é importante reverter esse quadro de liderança ruim o quanto antes, para evitar que as coisas cheguem a níveis tão caóticos.

Como reverter um quadro de liderança ruim

Por fim, tão importante quanto saber identificar um quadro de liderança ruim e entender seus prejuízos, é saber como reverter esse problema, antes que ele cause prejuízos irreparáveis à organização. E felizmente, isso pode ser feito de diversas formas:

Treinamentos

Uma das maneiras mais eficientes de melhorar o desempenho dos líderes em uma empresa é oferecendo treinamentos focados nessa habilidade. Por meio de um plano bem estruturado, focado nas necessidades principais de cada gestor e na estrutura e perfil dos times, é possível desenvolver diversos pontos do comportamento de um líder e fazer com que ele se torne mais preparado para exercer sua função no dia a dia.

Esses treinamentos podem ser feitos pela própria equipe interna da empresa – como a de Recursos Humanos – caso ela seja qualificada o suficiente, ou pode ser buscado em organizações especializadas nesse tipo de atividade, que provavelmente têm mais experiência de mercado, cases e que poderão agregar para o time como um todo.    

Feedbacks constantes

Outra forma bastante eficiente de desenvolver os profissionais em posição de liderança em sua organização é por meio do oferecimento de feedbacks claros, concisos e constantes. Isso vai fazer com que cada gestor esteja sempre alinhado com o que a empresa espera de seus comportamentos e direcionamentos e também vai fazer com que cada pessoa saiba exatamente quais seus pontos fortes e onde pode melhorar.

Além disso, uma cultura de feedback forte dentro das organizações é capaz de melhorar o clima do ambiente de trabalho, estreita as relações entre as pessoas, aumenta a confiança entre líder e liderado e faz com que os resultados da corporação melhorem de forma geral. Portanto, estude sobre técnicas de feedback, entenda como fazer esse processo da melhor forma possível e aproveite!

Investimento em coaching e mentorias

Outra forma de desenvolver líderes exemplares dentro da sua organização é por meio do oferecimento de sessões de coaching e mentorias.

O coaching tem o objetivo de desenvolver comportamentos de liderança e incentivar o aparecimento de características fundamentais à esse perfil em um profissional e a mentoria foca em aspectos mais técnicos do líder no cotidiano em diferentes áreas. Por isso, quando trabalhados em conjunto, esses dois processos podem transformar a carreira de uma pessoa e também a maneira como ela lidera e faz sua equipe alcançar resultados.

Para oferecer esse tipo de trabalho, uma organização pode contar com empresas externas especializadas no assunto, como a Penser e, no caso da mentoria, também com profissionais experientes de diferentes áreas. Os dois processos podem ser trabalhados separadamente também, de acordo com as necessidades mais urgentes da empresa.

Pronto para ter líderes exemplares em sua empresa?

Ao longo desse artigo buscamos destacar o que torna bons profissionais em péssimos líderes e também mostrar como esse quadro pode ser revertido para evitar prejuízos e garantir bons resultados para a organização.

A capacidade de liderar uma equipe é uma habilidade que pode ser desenvolvida na grande maioria dos profissionais e se você aplicar as técnicas certas, vai conseguir resultados rápidos e muito satisfatórios em sua equipe.

Em algumas situações, o cenário da liderança ruim pode ser revertido internamente, mas em outras, o ideal é realmente contar com uma equipe externa qualificada para fazer com que as mudanças apareçam mais rápido e sua organização não seja comprometida. A Penser, por exemplo, oferece soluções personalizadas de acordo com as necessidades da sua empresa e pode transformar rapidamente as atitudes dos líderes e os resultados da sua organização. Você pode saber mais sobre nosso trabalho conhecendo o site aqui ou solicitando uma consultoria personalizada!

Gostou do artigo? Então não deixe de compartilhar com os amigos em suas redes sociais e também de conferir os outros conteúdos em nosso blog. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu