Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7

Existem uma infinidade de fatores que podem influenciar os problemas de comunicação, desde a baixa escolarização até fatores emocionais que não permitem que você se expresse da melhor forma. A comunicação é parte de nossas vidas desde antes de nascermos e o ambiente no qual crescemos e nos desenvolvemos influencia constantemente a forma com que expressamos nossas ideias.

Pais que permitem que a criança dialogue e se expresse a vontade mais comumente criam adultos que sabem externar ideias e colocar suas opiniões de forma clara. Já pais autoritários podem gerar adultos que não veem a real importância de sua voz em um ambiente com pessoas das mais diversas hierarquias.

Experiências escolares também fazem parte do processo de desenvolvimento de autoconfiança que são essenciais na hora de se comunicar e podem alavancar os mais diversos processos de sua vida.

Mas como se comunicar de forma clara?

É muito importante lembrarmos que o processo de comunicação é uma via de mão dupla, ou seja, envolve quem fala e quem escuta. E as experiências de quem fala nunca serão iguais às de quem escuta.

Então é importante nos concentrarmos em 4 pontos:

Escolha linguagem correta

Parece óbvio, mas muitas vezes falhamos em adaptar a linguagem que usamos com o ouvinte ao qual nos direcionamos. Falas rebuscadas e com palavras complicadas podem ser compatíveis com uma conversa formal com o CEO da sua empresa, mas não vai fazer nenhum sentido para um almoço de domingo.

Vamos a um exemplo prático:

Um dia, um conhecido, que é advogado, recebeu um telefonema de uma empresa alegando que ele tinha uma dívida e teria o nome negativado se não arcasse com o valor. Sabendo que a dívida não existia, ele se recusou a pagar e a empresa o encaminhou para o “setor jurídico”. Mas ao falar com a atendente e usar os jargões comuns do ambiente do direito, ficou claro que a moça não fazia ideia do que ele estava falando!

Ou seja, adequar suas falas ao nicho em que você está inserido é extremamente importante, especialmente no ambiente de trabalho. Mais do que se fazer entender, é importante que a linguagem seja ferramenta de nivelamento hierárquico e de obtenção de respeito.

O tom de voz é essencial!

Quem nunca passou por um curso ou palestra em que o orador passa horas falando no mesmo tom de voz, sem implicar nenhuma emoção em sua fala? Nada agradável, não é mesmo? Por isso, o tom de voz é essencial para uma boa conversa. O volume da voz, a entonação e o sentimento colocado de forma e nos momentos corretos permite que seu ouvinte fique curioso e queira saber mais sobre aquele assunto.

É claro que também não adianta falar tudo com muita empolgação pois, como já dizia o antigo conselho, quando tudo se destaca, nada se destaca.

Tenha linearidade

Você está assistindo uma aula, está acompanhando a matéria, pisca e “de repente” o professor está falando sobre suas férias no Nordeste. Você não sabe como o assunto chegou ali e já esqueceu tudo aquilo que estava fazendo sentido poucos minutos atrás.

Ao se preparar para apresentações e conversas formais tenha sempre em mente que exemplos, apesar de muito ilustrativos, devem ser coerentes com o que se está falando ou você perderá rapidamente seu ouvinte. Uma ideia é sempre ter uma “cola”, seja em um bloco de anotações ou uma apresentação de slides resumida m tópicos que te guiem no assunto.

Escutar é mais importante que falar

Ouvi de um professor que nós usualmente escutamos apenas o suficiente para criarmos uma resposta e, a partir daí, apenas ouvimos.

Mas qual a diferença? 

Ouvir se trata do ato biológico de entender um som, enquanto escutar se trata de ouvir com atenção e ir além daquilo que as palavras querem dizer. Se atentar aos gestos e à linguagem corporal também é uma forma de ser empático e de adequar continuamente ao interlocutor.

Além dessas dicas, você pode investir algumas horas dos seus dias para ler um bom livro, aprender mais sobre a linguagem do corpo, praticar em frente ao espelho e se aprofundar nos temas que são comuns no seu dia a dia. Assim você poderá desenvolver confiança, assertividade, eficácia e segurança na hora de falar.


*Tatiana Santos é Consultora de Desenvolvimento de Carreiras na Penser, Leader & Life Coach e acredita que o incentivo constante e a escuta atenciosa podem levar ao aprimoramento de todas as pessoas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7