O turnover da empresa deve ser um fator fundamental a ser avaliado quando se gerencia um time. Para formar uma equipe é preciso escolher as pessoas corretas. Acha-las é uma tarefa fundamental no sucesso de um negócio portanto mantê-las chega a ser mais difícil ainda.

Sabemos que o sucesso de um projeto ou de uma empresa depende muito de como a atmosfera do time é construída, afinal se algo desanda, isso pode afetar o grupo como um todo. Muitos podem ser afetados com a saída de um bom funcionário ou o desgaste de uma demissão de alguém da equipe.

Mas o que é turnover?

Quando falamos que uma empresa tem uma taxa alta de rotatividade dos seus empregados, estamos falando da taxa de turnover. Esse conceito em inglês muito utilizado no mundo dos negócios. E quando está relacionado à área de Recursos Humanos, se trata da proporção entre as contratações e demissões de funcionários em um determinado período de tempo.

Essa taxa mede a capacidade da empresa de manter seus colaboradores na equipe. Quando alta, dependendo do ramo de atividade da empresa, é responsável por apontar possíveis problemas relacionados à gestão de pessoas. Sendo assim é importante avaliar o que está acontecendo na empresa para que essa taxa de turnover sob controle.

Como medir o turnover da empresa?

Geralmente essa taxa está diretamente ligada a:

  • má remuneração ou falta de reconhecimento;
  • falta de infra estrutura da empresa;
  • ambiente tóxico ou de muita pressão;
  • contratação de perfis incompatíveis com a função;

Portanto os responsáveis pelo processo de recrutamento e seleção de pessoal devem ficar atentos a esses itens. Embora não exista uma taxa universal que deve ser considerada, o turnover tem que ser sempre avaliado mesmo sendo relativo, de acordo com o ramo de atividade da empresa.

A conta para medir é simples: divide-se o número do total de desligados pelo número total de colaboradores.

Pesquisas internas também são recomendadas para fazer uma análise prévia. De forma anônima, mede-se a motivação de todos, quais são suas expectativas e pontos onde a empresa pode melhorar. O anonimato deixa as pessoas mais honestas e isso ajuda a identificar de forma mais precisa onde esta o problema.

Uma empresa é feita de pessoas. Sem elas, o trabalho é impossível de ser feito portanto se estão insatisfeitas com a empresa ou a função, seu desempenho irá cair consideravelmente. É importante haver uma gestão com processos claros, organizados e de feedbacks constantes. O colaborador irá se sentir escutado e entenderá que seu trabalho é parte relevante para fazer a máquina girar.

Mas porque se preocupar tanto com o turnover da empresa?

É preciso ter em mente que assim a empresa precisa de pessoas e as pessoas precisam da empresa, portanto precisa ser uma via de mão dupla onde todos se beneficiam. O ambiente de trabalho muitas vezes é a segunda casa das pessoas e as relações profissionais podem interferir na vida pessoal de qualquer um, assim como a vida pessoal também pode afetar o ambiente de trabalho. O papel do líder responsável pela gestão é tomar decisões de ajustes e simplificar processos.

Evitar reuniões desnecessárias, por exemplo, é uma iniciativa que ajudam a melhorar o clima.

Outro motivo a se preocupar com o turnover é administrativo. Cada colaborador é responsável por uma parcela importante do projeto. Quando ele é afastado – ou decide se afastar – a perda pode ser considerável, tanto de tempo como de dinheiro para a empresa.

Os valores que as empresas gastam com as rescisões contratuais também podem afetar o desempenho do negócio consideravelmente. Dependendo do regime de contratação, essa rotatividade de desligamentos pode comprometer o lucro da empresa e afetar até a contratação de novos integrantes. Além disso, impacta deixando os que ficaram na empresa sobrecarregados e abrindo uma janela de desmotivação e cansaço.

Uma análise mais profunda poderá detectar problemas maiores na empresa. E a equipe de gestão precisa estar preparada para lidar com o turnover e outros desafios da rotina.

Sabia que 32% do turnover pode ser evitado através de melhores habilidades de liderança, de acordo com um pesquisa da Blanchard Company? Uma sugestão é se desenvolver constantemente. Que tal investir em mentoria profissional ou em uma consultoria personalizada de acordo com seus objetivos?

consultoria de carreira personalizada

 

 

 

 

Fechar Menu