Sabe aquela sensação de que a famosa zona de conforto já virou estagnação na vida profissional?

Uma hora ou outra, esse momento chega pra todo mundo. E o que era “segurança” acaba tirando o sono de muita gente.

Infelizmente, ainda não inventaram algo simples para uma virada de chave na questão. Mas, é possível aproveitar tais momentos de estabilidade para buscar evolução, crescimento e desenvolvimento.

E é justamente nessa hora que o Círculo do Crescimento pode ajudar.

Para conhecer 6 dicas simples, um verdadeiro passo a passo na hora de colocá-lo em prática, continue a leitura!

Como funciona o Círculo

Como você viu no primeiro bloco deste texto, não há fórmula pronta. Ou seja, não existe um único jeito da estagnação.

Sendo assim, o Círculo de Crescimento funciona como uma base e, a partir dela, você pode adaptar para a realidade da sua carreira e da sua própria personalidade.

Vamos agora aos passos para sua aplicação:

LEIA TAMBÉM sobre a importância de gerenciar seu tempo no nosso último post

Passo 1 – Relembre o começo

Para começar, reflita: quais foram os seus critérios quando você escolheu seu curso de graduação? E trabalho em que hoje você está?

Tais perguntas são importantes porque remetem àquela sensação do primeiro aceite, um sentimento que cada um de nós carrega e que no início nos motivou a evoluir e crescer profissionalmente.

Acontece que muitas vezes nós nos acostumamos à posição e conhecimento conquistados, esquecemos que nossa vivência profissional já foi um grande sonho e que hoje estamos justamente no lugar que um dia desejamos.

Por isso, aqui cabe uma segunda reflexão. Você alcançou o sucesso mesmo com as dificuldades, mesmo tendo crenças limitantes que entravam propósitos de chegar ao topo?

Se a resposta foi sim, fique tranquilo. Felizmente, sempre é possível ir mais além.

Passo 2- Admire pessoas

Admirar as pessoas certas te dará a motivação para sonhar cada vez mais alto.

Perceba que quando deixamos de admirar outras histórias estamos nos limitando, decretando que aonde chegamos é realmente o ponto final.

Diante disso, você vai ver que quando entendemos que aonde o outro chegou também é possível chegarmos, começamos a nos desafiar e ir mais longe!

E que fique claro: não é sobre invejar ou competir, mas sobre alvos, inspirações que tragam brilho nos olhos.

Essas inspirações podem ou não serem da sua área, de alguém próximo ou distante.

O importante é que seja alguém que trilhou um caminho que te inspire, que já chegou a lugares que te motivam e te fazem sonhar em chegar também.

Passo 3 – Crie conexões

É a partir dessa admiração que você criará conexões que vão te tirar da zona de conforto.

Como falamos no passo 2, isso acontece porque precisamos criar relações com pessoas sejam motivadores do nosso crescimento.

Quer uma dica plus? Mantenha seu LinkedIn atualizado e ativo. Não entre nele só quando precisar garimpar uma nova vaga.

Essa plataforma também contém especializações para você se atualizar sobre novidades da sua área, fazer networking e conhecer o que empresas, top voices e colegas também estão fazendo para não estagnar.

Portanto, o Linkedin pode ser uma motivação para você trocar ideias, compartilhar experiências e vivenciar coisas novas!

Passo 4: Aprimore-se em sua área

Comprometa-se em ser o melhor no que você se propôs a fazer.

Para isso, tenha sempre em mente cursos de aprimoramento.

Lembre–se que o desenvolvimento profissional é conquistado dia após dia, quando nos tornamos cada vez mais especialistas naquilo que escolhemos fazer.

Há quanto tempo você não realiza um curso de atualização? Quantos livros você tem lido sobre seu trabalho? Aqui valem novas publicações e até aqueles que foram base para o que você faz hoje.

Outra dica é colocar-se no papel de aprendiz, abandonando a ideia cristalizada de já ser um especialista na área.

Crie relações com os estagiários da empresa, seja a inspiração de muitos, ensine aquilo que você sabe.

Isso porque, muitas vezes, é olhando para o que fazemos todos os dias por uma nova perspectiva que encontramos gás e nos lembramos do porquê de termos escolhido fazer isso todos os dias.

Passo 5: Seja inteligente ao pensar fora da caixa

Ainda no Círculo do Crescimento, lembre-se de se desenvolver como profissional além do seu cargo!

Funcionária, supervisora, colega de trabalho, não importa o título.

O que vale mesmo é refletir sobre: “como posso ser uma companhia melhor para meu grupo? Como posso contribui para a rotina da minha empresa? Como impacto a vida dos meus clientes, para além da entrega do meu produto?”.

Uma das skills que mais fazem com que funcionários se destaquem está ligada ao aspecto socioemocional.

Ou seja, inteligência emocional é fundamental para alcançar novos lugares na sua carreira!

Seja com cargos de liderança ou encabeçando projetos, manter-se concentrado, focado, lidando com conflitos, desafios e prazos de maneira organizada e estratégica é o que fará com que se destaque em sua área.

Tal habilidade pode garantir que você tome decisões assertivas e seja um profissional exemplar, que se desenvolve como ser humano enquanto desenvolve o plano da sua empresa.

Passo 6: repita o processo

Além de ser um Círculo de Crescimento, essa prática é também um círculo virtuoso.

Portanto, quando terminar todas essas etapas, comece de novo e de novo. Não pare nunca de relembrar, admirar, se conectar, se especializar e se desenvolver.

Não aceite o mesmo e não deixe de viver experiências novas e grandes desafios.

Ah, e conte com a Penser para essa jornada incrível!

GOSTOU DO CONTEÚDO? Compartilhe!

Deixe um comentário