Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
lider pela primeira vezPowered by Rock Convert

Muitos funcionários pensam que seu desenvolvimento deve ser fomentado pela empresa em que trabalham. Ao pensar assim, se esquecem da importância de trabalhar o autodesenvolvimento e, por causa disso, perdem oportunidades de alcançar grandes resultados. De fato, é importante que a organização tenha uma cultura de incentivo, mas nada impede que os próprios funcionários busquem maneiras de se desenvolver.

Pensando na importância não só do autodesenvolvimento profissional, mas também do autodesenvolvimento pessoal, preparamos um texto completo sobre o assunto. Aqui, vamos lhe explicar o que é autodesenvolvimento, qual a sua importância e maneiras de trabalhá-lo.

Se quer descobrir como melhorar suas habilidades por meio do autodesenvolvimento, continue acompanhando este texto.

O que é autodesenvolvimento?

Se você quer embarcar nessa jornada, o primeiro passo é entender o que é autodesenvolvimento. Como o nome já diz, o termo se refere a um desenvolvimento próprio, quando a própria pessoa se torna responsável pelo seu processo evolutivo. Quando alguém busca o autodesenvolvimento, passa a trabalhar em si mesmo, buscando aprimorar seu desempenho, seja profissional ou pessoal.

No processo de autodesenvolvimento, é preciso buscar maneiras de superar aspectos antigos e alcançar melhores resultados. A jornada de autodesenvolvimento pode resultar em crescimento mental, físico, emocional, social, etc., além de trazer à tona novas competências e habilidades. Em geral, pessoas que participam dessa jornada são mais abertas e não se incomodam ao perceberem que precisam mudar certos aspectos de sua vida e personalidade. 

Ao refletirmos sobre o que é autodesenvolvimento, também podemos perceber que o conceito está ligado à inteligência emocional. Uma pessoa emocionalmente inteligente sabe identificar seus sentimentos e emoções, e o autodesenvolvimento ajuda justamente na reflexão acerca de emoções, competências, pontos fortes e pontos fracos. Assim, o autodesenvolvimento contribui, também, para que o indivíduo tenha mais resiliência e saiba lidar com contratempos e frustrações. 

Por que o autodesenvolvimento é importante?

Podemos notar a importância do autodesenvolvimento ao observar seus resultados tanto na vida pessoal, como na vida profissional de alguém. Ele ajuda as pessoas a se sentirem mais realizadas e a alcançar o sucesso.

Confira, abaixo, algumas vantagens do autodesenvolvimento profissional e do autodesenvolvimento pessoal:

Autodesenvolvimento profissional

  • Ganho de novas oportunidades;
  • Agregamento de valor e sentido ao trabalho;
  • Maior alinhamento às necessidades e exigências da empresa.

Autodesenvolvimento pessoal

  • Melhoria nos relacionamentos;
  • Mais motivação;
  • Aumento do autocontrole.

Além disso, de maneira geral, o autodesenvolvimento ajuda no acréscimo de habilidades socioemocionais – que estão ganhando cada vez mais destaque no universo corporativo. Uma pessoa com habilidades socioemocionais tem maior controle de suas emoções e sentimentos, consegue tomar decisões mais responsáveis e tem mais equilíbrio para alcançar suas metas sem precisar sacrificar sua saúde física e mental. 

Quem procura pelo autodesenvolvimento, portanto, também vai conseguir manifestar e trabalhar em si habilidades como:

  • Estabilidade emocional;
  • Empatia;
  • Proatividade;
  • Extroversão;
  • Resiliência;
  • Persistência;
  • Flexibilidade;
  • Consciência;
  • Amabilidade;
  • Abertura para novas experiências;
  • Positividade;
  • Eficiência;
  • Confiança;
  • Foco;
  • Organização.

Como o autodesenvolvimento pode impactar em seu trabalho?

Conforme especialistas afirmam, a competência profissional está atrelada à habilidades básicas para desempenhar determinada atividade (conhecimento da área) e à habilidades socioemocionais. Portanto, um profissional precisa ter conhecimento não somente sobre técnica, mas também desenvolver sua inteligência emocional.

As competências socioemocionais, assim como as habilidades técnicas, fazem parte do autodesenvolvimento, que pode trabalhar ambas as partes. O autodesenvolvimento pode ajudar o funcionário a dominar aspectos emocionais e afetivos, melhorando sua capacidade de comunicação, de trabalhar em equipe, lidar com contratempos, respeitar a diversidade cultural, se arriscar e assumir responsabilidades. Além disso, o autodesenvolvimento contribui para melhorar a aprendizagem e as capacidades técnicas, que auxiliarão no dia a dia profissional.

Quando um colaborador apresenta resultados acima do esperado e, até mesmo, ajuda seus colegas, isso indica que, provavelmente, ele está se autodesenvolvendo. Os efeitos disso podem ser sentidos tanto pelo funcionário, como pela empresa. Como resultado, o funcionário tende a ser recompensado, seja com uma promoção, bônus, aumento salarial ou algo simbólico, como reconhecimento, respeito e atenção.

Como buscar o autodesenvolvimento?

Bom, agora que você já sabe o que é autodesenvolvimento, chegou a hora de descobrir como trabalhá-lo. 

Powered by Rock Convert

O primeiro passo para quem quer se autodesenvolver é ter força de vontade e se permitir sair de sua zona de conforto. Elimine pensamentos de estagnação que lhe impedem de alcançar todo o seu potencial.

O desenvolvimento tem a ver com o atendimento de determinadas necessidades. Quando buscamos nos desenvolver, queremos satisfazer um anseio. Assim que um nível de necessidade é satisfeito, logo é preciso alcançar um nível mais alto, e assim sucessivamente. Por isso, você deve programar seu autodesenvolvimento baseando-se na necessidade que precisa ser atendida atualmente. Conforme forem ocorrendo mudanças, será preciso ajustar isso. Mas comece pensando em seu momento atual. É preciso planejar para conseguir alcançar resultados. Um plano de autodesenvolvimento vai servir justamente para lhe mostrar onde você está, para onde vai e como chegar lá, trazendo mais clareza e autocontrole para a situação.

Abaixo, separamos cinco passos importantes para trabalhar o autodesenvolvimento. Confira:

1. Trabalhe seu autoconhecimento

Autoconhecimento e autodesenvolvimento tem tudo a ver, pois, quem quer se autodesenvolver, precisa conhecer a si mesmo. Para isso, você deve fazer uma análise de sua vida. Pense quais são suas necessidades, anseios, valores, competências, habilidades, pontos fortes e pontos fracos. Analise o que precisa ser mudado, o que pode ser trabalhado e o que pode ser potencializado.

2. Defina objetivos e metas

Depois de refletir sobre si mesmo e compreender suas necessidades, você está pronto para definir quais são seus objetivos e metas. Trabalhe com ideias de pequeno, médio e longo prazo. 

Além de definir objetivos, também é importante pensar qual caminho será seguido para alcançá-los. Uma boa dica é estabelecer pequenas metas a serem alcançadas para conseguir atingir uma meta maior. Se seu objetivo é desenvolver uma habilidade necessária para sua profissão, por exemplo, o caminho pode ser se inscrever em um curso, assistir a palestras, treinar, etc.

3. Ponha seus planos em prática

Não é incomum acabarmos não colocando nenhum, ou quase nenhum, dos objetivos em prática. Muitas pessoas se empolgam planejando, mas perdem a vontade de agir em busca de alcançar suas metas. Isso acontece porque – verdade seja dita – não é fácil mudar e adquirir novos hábitos. Mas é possível, e pode ser mais fácil se você começar com pequenos passos. O importante é não parar. Siga sempre em frente, mesmo que seja devagar.

4. Busque referências para se inspirar

No processo de autodesenvolvimento, pode ser importante ter pontos de referência. Além de grandes personalidades, conhecidas em todo o mundo, pense em pessoas que façam parte da sua realidade. Pode ser seu chefe, um colega de trabalho, um amigo ou parente. Pense nessas pessoas: o que elas têm que você admira? Como você pode usar seu exemplo para alcançar uma melhor versão de si mesmo? 

É importante frisar que você não deve copiar essas pessoas em seu modo de ser, mas elas podem ser boas referências em sua busca de evolução e crescimento.

5. Busque feedbacks

Sabia que há uma grande diferença entre aquilo que imaginamos estar fazendo e aquilo que o outro está interpretando? Lógico que não podemos basear todas as nossas ações nas interpretações do outro, mas é importante buscar saber como o outro está enxergando aquilo que estamos fazendo. Lembra da dica anterior, de buscar referências? Aproveite para pedir um feedback para alguém de confiança, que você admira. É uma boa oportunidade para saber se você está agindo corretamente ou se precisa modificar algo.

Conclusão

De acordo com o psicólogo Carl Rogers, precursor da psicologia humanista, todo ser humano saudável tem um impulso para o autodesenvolvimento. Além disso, sabemos bem que quem deseja se sentir mais satisfeito, alcançar seus objetivos e uma maior qualidade de vida, precisa buscar pelo crescimento e evolução. 

A busca pelo autodesenvolvimento é pessoal, portanto, nós somos os responsáveis pela nossa própria jornada. Ao entender a importância de colocar o autodesenvolvimento em prática, será possível alcançar os resultados esperados, tanto pessoal, como profissionalmente.

Para lhe apoiar em sua jornada de autodesenvolvimento profissional, separamos um ebook totalmente gratuito com 15 dicas de como criar mais oportunidades para sua carreira. Para acessar, é só clicar na imagem abaixo!

impulsionar sua carreira

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7