Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7

O primeiro empreendimento é o sonho de muitas pessoas. Em grande parte das vezes, ele fica apenas na cabeça ou, no máximo, no papel. Mas com você pode ser diferente.

Muitos brasileiros têm medo de perder a estabilidade de um emprego formal e abrir seu próprio negócio. Outros, desempregados, se arriscam e abrem a própria empresa. Seja como for, há muitos desafios, análises e questões que envolvem o ato de começar uma empresa. E por causa disso as pessoas acabam deixando de lado aquilo que poderia ser um grande negócio. 

Podemos dizer que a chave para o sucesso de qualquer empreendimento é a persistência. Mas, existem outras coisas que você pode fazer para começar a empreender logo. Pensando nas dificuldades mais comuns e nas dicas mais preciosas, nós preparamos este texto para você, futuro empreendedor. Continue com a gente e descubra tudo sobre como começar a empreender.

Como começar a empreender? Passo a passo:

Para empreender, primeiro, você precisa começar, certo? Como “começar” parece muito abrangente, e por vezes o é, nós vamos te explicar detalhadamente como dar o primeiro passo. A partir dele, tudo fica mais fácil.

Primeiro passo: autoconhecimento

A primeira etapa é a mais importante, pois é ela que dá início a tudo. Este é o momento de parar e fazer uma análise de fatores pessoais. Primeiro, pense se você está realmente disposto a se dedicar. É preciso ter em mente que começar uma empresa não é uma tarefa fácil. Pelo contrário, vai exigir muito de você. Por isso, você precisa estar disposto a trabalhar mais do que já estava acostumado e dar sempre um passo a mais.

Sabendo disso, é hora de avaliar se você tem tempo para começar a empreender. Um novo negócio é um longo caminho e toma muito tempo, principalmente no início. É necessário disposição para despender o tempo necessário. Além disso, sua família tem que estar de acordo e embarcar nessa com você. O apoio deles nesse momento é muito importante. 

Por fim, analise sua situação financeira. Começar a empreender exige um investimento inicial e contínuo. Você precisa saber se tem estabilidade financeira para lidar com isso, pois, dependendo do negócio, pode demorar muito tempo para conseguir recuperar seu investimento inicial. Além disso, não adianta nada começar algo se você acabar se endividando e adquirindo problemas financeiros.

Segundo passo: segmento da empresa

Este é o passo que antecede e define todos os próximos. Antes de começar qualquer coisa, você precisa decidir o que vai fazer. O empreendedorismo permite inúmeras possibilidades. Você pode começar a produzir algum material, abrir franquias, oferecer seus próprios serviços (como consultorias), etc. Pode ser um negócio inovador ou padrão como outros. Seja como for, este momento precisa ser bem definido de acordo com suas possibilidades e habilidades. Só não se esqueça de ser criativo.

Se você quer empreender sozinho, mas não sabe o que fazer nem como começar a empreender, confira algumas dicas de empreendimentos individuais bem fáceis que separamos para você.

  • Venda de alimentos
  • Venda de produtos por catálogo
  • Manicure
  • Costura
  • Artesanato
  • Fotografia
  • Maquiagens e penteados
  • Aulas particulares
  • Serviços de limpeza
  • Loja virtual
  • Blogs
  • YouTube

Terceiro passo: planejamento

O planejamento é a essência da empresa. Sem um bom plano de negócios pode não ser possível ir longe, a não ser que você queira contar com a sorte. Mas, contar com a sorte definitivamente não é uma boa escolha. Qualquer negócio depende de um bom planejamento e de ações bem pensadas para conseguir alcançar seus objetivos. Aliás, até os objetivos precisam ser estudados e planejados.

Está perdido e não sabe como começar a elaborar seus objetivos? Nós podemos te ajudar nisso! Confira nosso material sobre organização de metas clicando aqui.

O plano de negócios será a base de sua empresa. Ele exige muita pesquisa, mas, quando bem feito, permite identificar pontos essenciais para dar o pontapé inicial. Pesquise acerca das oportunidades que rodeiam o negócio que você escolheu, sobre a situação atual e sobre perspectivas para o futuro. Obtenha as melhores informações e analise se há viabilidade para a concretização de seu projeto. Você também precisa conhecer sobre leis da sua área de atuação e documentação necessária. Analise também, se existe possibilidade de sucesso, afinal, ninguém deseja fracassar. 

Aqui vale ressaltar que um bom planejamento nem sempre significa que um novo negócio irá alcançar o sucesso. Mas, com certeza, é um importante passo e não deve ser subestimado.

Quarto passo: investimento

Abrir uma nova empresa exige um investimento inicial. Você precisa conhecer sua situação financeira muito bem, pois é dela que depende seu negócio. O investimento inicial pode ser um obstáculo, pois, quanto maior o negócio, maior o investimento. O valor também depende do tipo de negócio. Empresas que exigem muita mão de obra ou a compra de equipamentos avançados, vão sair muito mais caras do que outros tipos de empreendimentos. 

Defina o investimento com base em sua realidade financeira e tome cuidado para não dar um passo maior que a perna. Muitas pessoas tomam empréstimos e financiamentos e acabam endividadas antes mesmo de começar. Por isso, este passo deve ser bem avaliado e, se possível, conte com a ajuda de profissionais, financeiros e jurídicos, por exemplo.

Quinto passo: inspiração

Buscar inspiração parece um passo simples, e pode até ser encarado por alguns como bobo, mas é importante e nós vamos lhe explicar porquê.

Em primeiro lugar, as empresas que adquiriram sucesso têm uma história e um caminho pelo qual passaram. Estudar essas empresas e as escolhas que fizeram, pode ajudar você a se inspirar e a procurar alternativas parecidas. 

A segunda questão trata das dificuldades que a empresa enfrentou. Ao saber quais foram, você tem mais opções para se munir e evitar que sua empresa passe pelos mesmos problemas. 

Por fim, este é um modo de aprender com os erros. Analisar os erros cometidos por essas empresas vai evitar que você passe por situações semelhantes.

Importante: não estamos falando para você copiar as escolhas e os métodos utilizados pelos cases de sucesso, mas, sim, aprender com eles. Dessa forma, você estará mais preparado para encontrar soluções para seu próprio negócio.

Uma boa dica é buscar por empresas que têm a mesma área de atuação que a sua, assim, a inspiração fica mais direcionada.

E, para você se inspirar, separamos duas breves histórias. Confira:

1. Paul Allen

Menos conhecido que Bill Gates, Paul Allen é cofundador da Microsoft. Ele teve que deixar a empresa quando foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin. Allen se recuperou da doença e continuou criando novos projetos, entre eles a startup Stratolaunch Systems. Além disso, ele é dono de um fundo de investimentos, o Vulcan. 

Allen é filantropo, fundou o Instituto Allen para a Ciência do Cérebro e o Instituto Allen para a Inteligência Artificial e já abriu dois museus. Em 2009, foi diagnosticado com outro câncer do sistema linfático e também superou a doença.

2. Amancio Ortega

Ortega é dono da rede de roupas Zara. Ele teve uma infância bastante humilde. De acordo com o site de notícias, Business Insider, o momento de virada de Ortega ocorreu quando ele ouviu um comerciante dizer que não poderia mais vender fiado para sua família. Ao perceber os problemas financeiros familiares, Ortega largou a escola com 13 anos e conseguiu seu primeiro emprego como mensageiro. Quando tinha cerca de 40 anos, ele teve uma ideia que deu início à sua riqueza: vender roupas por um preço acessível. E assim, começou seu grande negócio: a Zara.

Além desses gigantes, existem muitas outras histórias de próprios brasileiros que, mesmo enfrentando dificuldades, alcançaram o sucesso.

Sexto e último passo: ajuda de especialistas

Como mencionado no quarto passo, contar com o auxílio de especialistas ajuda muito. Além de ter o suporte de softwares, você pode contratar profissionais. Eles ajudam a direcionar seu negócio e você conta com a experiência e visão de negócio que eles têm. Questões jurídicas e financeiras serão muito mais fáceis de serem compreendidas e planejadas, por exemplo, assim como outras questões que podem envolver diversos profissionais.

Algumas dicas valiosas 

Prepare-se

Antes de começar seu negócio, você precisa estar bem preparado. Para isso, conheça a fundo sua área de atuação, fazendo pesquisas e consultorias. Além disso, esteja preparado para enfrentar os desafios. Estudos sobre mercado irão ajudar muito nesse sentido.

Planeje a curto, médio e longo prazo

Começar uma empresa pode ser uma tarefa mais fácil do que mantê-la. Para que as coisas tenham mais que um bom começo e fluam bem, monte um bom plano de negócios, que deve conter metas de curto, médio e longo prazo.

Tenha paciência e esteja aberto para despender o tempo que for necessário. Lembre-se que vai levar um tempo para você formar sua equipe funcionários. Por isso, muito provavelmente, ainda mais no início, você vai precisar se virar para dar conta de tudo. Mas, não se preocupe. Com o planejamento correto, você dará conta.

Faça um planejamento tributário 

O Brasil está entre os países com maiores cargas tributárias ao redor do mundo. Além disso, os juros cobrados em caso de atrasos são altíssimos, e é muito fácil acabar perdendo a linha em momentos assim. 

Por meio de um bom planejamento tributário, a empresa consegue evitar juros por atraso e minimizar alguns custos fiscais, claro, sempre respeitando a lei. Procure amparo jurídico para conseguir realizar seu planejamento da forma mais eficiente. Você vai ver como isso pode reduzir significamente seus gastos. Vale muito a pena.

Estude

Existem diversos cursos, materiais e livros para empreendedores. Muitos deles são, inclusive, gratuitos. Então, não há desculpas para não estudar. Procurar especialistas é uma ótima alternativa e, se você tiver estudado, suas perguntas serão melhores e a consultoria será mais efetiva. Ao estudar, anote dúvidas para depois conversar com os especialistas.

Você pode começar com cursos básicos e depois buscar por mais profundos e especializados. Se você ver que está alcançando resultados, analise a ideia de pagar por outros tipos de curso.

Viu como não é impossível? Agora você já sabe como começar a empreender e pode utilizar as cartas que tem na manga para iniciar seu negócio o quanto antes! As dificuldades e os desafios virão, mas, com o planejamento e os passos corretos, há muitas possibilidades de alcançar o sucesso. 

Montar um negócio exige habilidades de gestão e liderança. Pensando nisso, separamos para você um ebook sobre os comportamentos ideais que novos líderes devem ter. Acesse gratuitamente:

lider pela primeira vez

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7