Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Powered by Rock Convert

A dinâmica de grupo é algo muito comum em empresas, principalmente as maiores. Hoje em dia, usa-se bastante a palavra colaboradores para se referir aos funcionários de uma empresa; e saber o porquê da escolha dessa palavra ajuda a entender a importância das dinâmicas de grupo. Basicamente, um colaborador é aquele que colabora. Quando se pensa nos colaboradores de uma empresa, portanto, estamos falando de pessoas que atuam colaborando para seu crescimento e funcionamento. Dado o objetivo maior que toda empresa tem, os colaboradores atuam procurando alcançá-lo. Entretanto, muitas vezes, ao invés de ocorrer a união em busca de realizar um propósito maior e comum, acaba acontecendo o contrário. Alguns funcionários trabalham com má vontade ou, em outros casos, surge rivalidade e competição entre setores e empregados.

A fim de desviar desses desafios profissionais, aumentar a integração entre pessoas e incentivar o trabalho em equipe, surgem as dinâmicas de grupo. Mas elas não servem apenas para manter a unidade entre funcionários já admitidos. As dinâmicas são muito importantes na hora de realizar novas contratações. E é exatamente sobre isso que vamos falar neste texto.

A inteligência emocional e a capacidade de trabalhar em grupo são elementos extremamente valorizados e analisados na hora de contratar novos servidores. Essas questões chegam a ser tão importantes quanto experiência e currículo, por exemplo. Por isso, é tão importante se preparar bem para possíveis dinâmicas de grupo em seu teste admissional. 

Nós separamos alguns dos principais testes aplicados em novas contratações. Além disso, também separamos dicas para você se destacar e sair na frente de seus concorrentes.

Mas antes, conheça mais sobre a dinâmica de grupo

O que é?

Em resumo, a dinâmica de grupo consiste em várias pessoas reunidas num mesmo local realizando atividades de interação umas com as outras. 

Objetivo

As dinâmicas em testes admissionais são aplicadas para observar o comportamento de cada candidato diante de situações que exijam trabalho em equipe. As características observadas surgem justamente graças à dinâmica. Muito dificilmente elas apareceriam em entrevistas individuais. Alguns exemplos dessas características são: traços de liderança, proatividade, poder de persuasão e bom raciocínio lógico; importantes para a vaga de emprego e avaliação do candidato por parte do empregador.

O facilitador

Toda dinâmica conta com a presença de um facilitador (ou mais de um). Ele é responsável por conduzir e mediar a atividade proposta, explicando aos participantes o que será feito e qual o propósito daquilo. Geralmente, é um profissional formado na área de Psicologia ou Recursos Humanos. O facilitador procura pela dinâmica ideal, escolhendo aquela que, de acordo com sua consideração, dará maior resultado.

O facilitador deve ser alguém com boa capacidade de comunicação interpessoal. Além disso, deve ser capaz de entender as individualidades de cada candidato, seu tempo e maneiras de se relacionar e de se manifestar. Por isso, precisa respeitar a diversidade presente durante o teste.

Já que se trata, em primeiro lugar, de uma competição para uma vaga de emprego, o facilitador precisa tornar o ambiente o mais tranquilo possível, de forma que os candidatos ajam com naturalidade diante das situações. Eles precisam se sentir à vontade para assumirem seu próprio eu e não forçar uma identidade agindo exageradamente, por exemplo.

Principais dinâmicas de grupo

Debater soluções

Esta dinâmica segue um modelo bastante clássico. As pessoas se dividem em grupos com cerca de cinco integrantes cada. Dentro do grupo, elas precisam debater sobre um tema. Cada um tem um determinado tempo para realizar o debate, geralmente em torno de 20 minutos. A intenção é encontrar uma solução (ou soluções) para o problema levantado. Ao final do tempo estabelecido, o grupo irá eleger um representante para apresentar a solução e a conclusão que o grupo encontrou.

Avaliação: o facilitador irá avaliar a atitude do representante, sua capacidade de liderança, mediação e comunicação. Mas não é só isso. O comportamento de todo o restante do grupo também é avaliado.

World Café

Nesta dinâmica, os participantes também são divididos em grupos de cerca de cinco pessoas. Cada grupo é conduzido para pequenas mesas, cada qual ocupando uma, como se estivesse em um café. Após se dividirem, são distribuídos temas aos grupos. Tais temas tratam de questões provocativas, as quais o grupo precisa levantar, discutir e dialogar. Após 20 ou 30 minutos de debate, um membro do grupo permanece à mesa como anfitrião. Os demais membros devem sair, juntos, para outras mesas.

Ao chegar em outra mesa, o anfitrião daquela deve explicar o assunto e mediar mais uma roda de discussões, agora entre os membros do outro grupo que se aproximou. Quando o anfitrião discutir o mesmo tema, porém com pessoas diferentes, irá perceber como novas ideias e propostas irão surgir. Após passar por todas as mesas, o grupo deve retornar à sua mesa e explicar a seu anfitrião as discussões e temas que acabara de discutir. No fim, há um diálogo no qual todos participam e compartilham suas experiências.

Aquário

Neste método, criam-se dois círculos. O primeiro é o círculo interno, composto de cinco a oito pessoas. Para formar o círculo, podem ser usadas almofadas ou cadeiras e uma delas precisa estar vazia. Já o segundo, deve ficar ao redor do primeiro, composto por mais pessoas. Após a formação dos círculos, o facilitador deve explicar o tema e apenas os integrantes do círculo interno devem discuti-lo. Após a discussão, um dos integrantes do círculo externo deve sentar-se na cadeira vazia do círculo interno e começar a expor sua opinião. Assim que um candidato ocupar a cadeira vazia, alguém do círculo de dentro precisa sair, deixando uma nova vaga. 

Powered by Rock Convert

A ideia é que todos participem da discussão.

Mãos dadas

Esta dinâmica é bem simples e rápida. Os candidatos são reunidos em uma sala e juntos devem formar um círculo de mãos dadas. O facilitador irá pedir para cara um memorizar quem está do seu lado esquerdo e quem está do seu lado direito. Após um tempo, o círculo será desfeito. Os candidatos devem andar de um lado para o outro, conversando e se distraindo. Enquanto isso, o facilitador irá colar no chão uma cartolina grande e colorida, bem no meio da sala. Os candidatos devem vir e se posicionar em cima da cartolina, mesmo se ficarem apertados. Agora, eles devem se lembrar da formação inicial e dar as mãos para quem estava à direita e à esquerda.

A intenção dessa dinâmica é melhorar a percepção de trabalho em equipe. 

Dinâmica Campo Minado

Esta dinâmica é realizada em uma sala com vários objetos espalhados formando obstáculos. Antes de começar, os participantes devem se dividir em duplas. Um estará vendado enquanto o outro deve guiá-lo. Os objetos espalhados costumam formar obstáculos mais elaborados. Alguns desses obstáculos podem ser: passar por baixo de um barbante, pular um caderno, passar entre duas cadeias, entre outros. Antes de começar, cada dupla terá um tempo para definir estratégias de como irá se comunicar, já que o integrante que irá para o “campo minado” estará de olhos vendados e só poderá ouvir. Cada vez que um participante tocar em um dos objetos do campo minado, deve voltar três passos. A dupla que fizer o melhor trabalho chegando ao fim do trajeto em menos tempo, é a vencedora.

Esta dinâmica avalia o entrosamento entre duplas, capacidade de orientação e liderança, capacidade de compreender instruções e capacidade de planejamento.

E como se destacar em uma dinâmica de grupo?

Agora que você já conhece algumas das dinâmicas de grupo mais comuns em testes admissionais, confira as dicas que separamos para você ir muito bem em qualquer uma delas:

Participe das atividades com verdadeira interação

Ao realizar a atividade proposta, interaja com as pessoas do grupo. Em momentos como esse, serão avaliados sua autoconfiança – para ver como você se sente em relação a si mesmo ao tomar certas atitudes – e seu autocontrole – para ver como você lida com opiniões divergentes, situações as quais não está acostumado etc. Abrace o desafio e mostre para que veio!

Conheça seus pontos fortes e seus pontos fracos

O facilitador irá perceber aquilo que você é bom e aquilo que você não vai tão bem assim. Ao saber suas qualidades, você consegue desempenhar a atividade com êxito e confiança, mostrando suas capacidades – mas sem prepotência, claro! Da mesma forma, sabendo quais são as coisas nas quais você não vai tão bem, você se sente mais confortável ao deixar que outro realize aquela função. Afinal, se você ocupar uma posição em que sabe que não irá tão bem, você pode acabar pondo em risco o desempenho do grupo inteiro. E isso não será visto com bons olhos nem pelos membros do grupo e nem pelo facilitador. 

Seja você mesmo

Por mais que esta dica pareça simples, ou até mesmo boba, ela é muito importante. Em situações nas quais nós sabemos que precisamos nos destacar é muito comum acabarmos caindo no erro de assumir papéis que não são os nossos. Pode parecer tentador exagerar no entusiasmo, na liderança ou na proatividade. Mas não faça isso, pois acabará atrapalhando seu desempenho. Pelo contrário, siga as dicas acima: atue naquilo que você sabe que é bom e ceda a vez para o colega naquilo que você não vai tão bem. Além disso, encare a atividade de frente, com autoconfiança e determinação para levar a proposta a sério e ser capaz de desempenhá-la da melhor forma. Ao assumir seu verdadeiro eu, suas potencialidades são evidenciadas. Você vai ver que assim vai se sair muito bem.

Mantenha o diálogo com toda a equipe

Não passe na frente do outro nem o impeça de falar. Atitudes como essa são muito mal vistas e podem acabar sendo fatais no momento da avaliação. Você vai perceber que muitos vão se comportar dessa forma. Mas, faça diferente, respeite o espaço e o momento de falar do outro. Além disso, o trabalho em grupo realmente traz resultados. Em dinâmicas que propõem a busca por soluções, por exemplo, ter várias cabeças pensando ajuda muito no processo criativo. Faça tudo isso mas sem se esquecer de se destacar. Também não permita que outros façam isso com você. Aja com tranquilidade, responsabilidade e sabedoria, mostrando suas capacidades e qualidades.

Além das dinâmicas de grupo para seleção de candidatos, as dinâmicas podem ser usadas para:

  • Integrar novos funcionários
  • Treinamento
  • Aperfeiçoar o trabalho em grupo 
  • Ampliar a motivação
  • Desenvolver a criatividade 
  • Melhorar o clima organizacional
  • Promover engajamento 
  • Identificar novas lideranças
  • Promover mudanças na cultura organizacional da empresa
  • Estimular a colaboração

Depois de pegar essas dicas sobre como se sair bem nas dinâmicas de grupo, que tal saber quais são as 20 perguntas de entrevista de emprego mais comuns? Clique aqui para saber mais.

Para você que está procurando um emprego ou busca se aprimorar no mercado de trabalho, este ebook é essencial! Nele, nós separamos 15 dicas para bombar sua carreira. Para saber mais, clique na imagem abaixo:

impulsionar sua carreira

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7