Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus, milhares de brasileiros ficaram desempregados, e o LinkedIn surgiu, e ainda surge, como uma ponte que liga os profissionais ao próximo emprego. Dentro desse contexto, a maior rede social corporativa do mundo ajuda tanto aqueles que estão em busca de emprego, quanto empregadores, a ficar por dentro das tendências e novidades do mercado. Assim, é importante que empresas e pessoas físicas tenham seu perfil no LinkedIn.

Mas, então, surge a dúvida: o que escrever no LinkedIn? Como alimentar essa rede social? Como escrever artigos no LinkedIn? E, ainda, como escrever perfil no LinkedIn, já que se trata de um chamariz e porta de entrada para quem visita seu perfil? É isso que vamos explicar no texto abaixo. Confira para saber mais!

O LinkedIn

Criado em 2003, o LinkedIn é uma rede social de identidade profissional e de negócios. Fundada em dezembro de 2002 e lançada em maio de 2003, o LinkedIn chegou ao Brasil em 2011. Atualmente, conta com cerca de 700 milhões de usuários em todo o mundo, dos quais 43 milhões estão no Brasil, país que, a cada semana, ganha 100 mil novos perfis.

Em 2018, o LinkedIn bateu um recorde de dois milhões de posts, vídeos e artigos passando pelo feed durante 24 horas, ou seja, apenas um dia. Além disso, quatro milhões de empregos foram concretizados por meio do LinkedIn, tanto contratações, como recolocações. 

Os dados acima demonstram que o LinkedIn é uma rede social extremamente importante para profissionais e empresas. Em tempos de desemprego e de consumo online expressivo, o networking é essencial, especialmente o networking online. Mas, além disso, também é necessário saber como alimentar e escrever no LinkedIn para tornar seu perfil atrativo e para que ele apareça nos mecanismos de busca.

Tipos de contas do LinkedIn

O LinkedIn possibilita a criação de dois tipos de contas conta basic e assinatura premium. A conta basic é gratuita e inclui:

  • Criação de um perfil profissional;
  • Desenvolvimento de uma rede profissional;
  • Conexão com diferentes contas, incluindo colegas de classe, de trabalho e da profissão;
  • Solicitar e fornecer recomendações;
  • Conhecer os perfis de outros usuários;
  • Receber mensagens ilimitadas;
  • Salvar até três pesquisas e receber alertas toda semana sobre elas.

Já a assinatura premium envolve diferentes planos de assinatura, com opções para profissionais em busca de emprego, profissionais de vendas e profissionais de talento e recrutadores. Entenda os tipos de conta existentes:

  • Premium Career, para quem procura um emprego.
  • LinkedIn Sales Navigator, para encontrar clientes;
  • Recruiter Lite, para recrutadores;
  • Premium Business, voltada para negócios;
  • LinkedIn Learning; para desenvolver e aprimorar competências;
  • Premium Essentials (disponível em algumas regiões), para usuários que querem desenvolver suas carreiras de forma ativa.

Como escrever no LinkedIn?

O LinkedIn não precisa ser utilizado apenas para fazer conexões ou para buscar emprego, embora isso também seja muito importante. Você também pode, e deve, publicar artigos no LinkedIn e alimentá-lo com textos de sua autoria. Escrever no LinkedIn vai impulsionar seu perfil e construir uma boa imagem, impulsionando seu marketing pessoal. Quer descobrir como fazer isso? Vamos lhe explicar agora!

Com a ferramenta de publicação, qualquer usuário pode escrever no LinkedIn. (Mais abaixo você encontra um passo a passo de como realizar uma publicação). Hoje, essa funcionalidade é utilizada tanto por figuras públicas e influentes, como Bill Gates e Hillary Clinton, como por jovens recém-formados ou que ainda estão na faculdade. No Brasil, alguns nomes de destaque influentes na rede são: Vicente Falconi, Chieko Aoki, Ana Maria Braga, Abilio Diniz, Nizan Guanaes, Sofia Esteves, Fabio Barbosa e Adriana Machado.

Segundo dados oficiais, os usuários brasileiros publicam cerca de dez mil artigos toda semana no LinkedIn. Rodrigo Brancatelli, editor sênior da rede social, explicou, em entrevista à Exame, que grande parte dos usuários utilizam sua própria experiência para escrever no LinkedIn. Eles falam sobre assuntos que dominam. Entre os temas mais comuns, encontram-se: mudanças no mercado, as competências mais exigidas pela profissão, as discussões mais relevantes da área e, até mesmo, sobre a própria carreira e trajetória, incluindo as vitórias, fracassos e caminhos percorridos. A dica aqui é, portanto, falar sobre o que você conhece e domina.

Hoje, um dos textos mais lidos no LinkedIn é a história de superação de Ana Maria Braga, no qual conta sobre uma demissão pela qual passou que, no final, acabou recompensando.

Outra dica interessante para quem quer escrever no LinkedIn é pensar na rede social como um local para compartilhar dúvidas e questionamentos. Se você tiver uma dúvida, pode escrever um texto falando sobre o assunto e pedindo para que outras pessoas deixem seus comentários. Assim, vocês podem discutir juntos, aprender uns com os outros e, quem sabe, encontrar respostas e soluções.

Caso você esteja sem ideias e não saiba o que escrever no LinkedIn, olhe as notícias do dia. Mesmo que uma notícia ou acontecimento não tenha ligação direta com sua área, pode ser interessantes escrever sobre o tema, além de existir a possibilidade de fazer uma conexão com algum tema de sua área profissional.

De forma resumida, as principais dicas para escrever no LinkedIn são:

  1. Escrever sobre assuntos que você domina;
  2. Publicar artigos sobre temas que estão em alta em sua área;
  3. Iniciar debates e discussão de ideias;
  4. Escrever sobre notícias do dia.

Atenção! Cuidado com erros de gramática e ortografia, pois podem descredibilizá-lo como profissional.

Leia Mais: Veja como fazer um bom perfil no LinkedIn

Escrever perfil no LinkedIn

Saber escrever perfil no LinkedIn é extremamente importante, pois seu resumo funciona como um cartão de visitas, no qual você se apresenta às pessoas. Cada um decide como fazer seu resumo, variando de profissional para profissional, porém, algumas dicas podem ajudá-lo a fazer o perfil no LinkedIn, como:

  • Planeje antes de escrever. Pense em seus objetivos, quem seu resumo deve conquistar e quais concorrentes se destacam em sua área. Entenda o perfil de seu público e escreva baseado nisso;
  • Organize suas informações de forma clara e objetiva. O resumo deve ser breve!
  • Pense bem em seu título, pois é o resumo que acompanha seu nome pela rede social. Coloque a atividade e o cargo que você desempenha; 
  • Fale um pouco sobre sua trajetória;
  • Use palavras-chave para rankear melhor seu perfil nas buscas;
  • Mostre o que o torna único, quais são seus talentos e conquistas e o que você deseja. Mas vá com calma, não escreva nada muito escancarado. Seu perfil deve ter sua personalidade!

Como ter mais leitores?

Cada publicação que você faz, aparece para suas conexões em notificação. Mas, você também pode aplicar técnicas de ranqueamento, utilizando algoritmos, para ampliar a disseminação de seus conteúdos.

Para conseguir mais leitores, primeiro você precisa traçar o perfil do público que você pretende atingir. Escreva baseado nos temas e na linguagem que mais agrada seu público. Além disso, aplique algumas técnicas, como:

  • Incluir uma foto de capa;
  • Utilizar vídeos, imagens, gráficos e outras mídias;
  • Criar um título chamativo (mas sem exagerar);
  • Escrever em uma linguagem clara e concisa, com frases menores;
  • Distribuir subtítulos ao longo do texto;
  • Fazer listas;
  • Usar hashtags;
  • Focar em gerar engajamento e tentar induzir curtidas, comentários e compartilhamentos;
  • Produzir textos que possuem entre 800 e 2000 palavras, pois tendem a gerar mais engajamento;
  • Ser persuasivo;
  • Tente criar uma frequência de postagens;
  • Acompanhar seu relatório, que indica a quantidade de visitantes do seu perfil e quais palavras-chaves fizeram com que eles encontrassem você. Com base nesses dados, mensure sua estratégia e avalie onde pode melhorar e o que pode ser reforçado.

Como publicar artigos no LinkedIn?

O próprio LinkedIn disponibiliza, em sua aba de ajuda, um tutorial de como publicar artigos na rede social. Logo no início, encontramos a seguinte mensagem: “Estamos sempre procurando novas maneiras para os usuários contribuírem com insights profissionais no LinkedIn. Nossa plataforma de publicação permite que usuários e influenciadores publiquem artigos sobre seus conhecimentos e interesses”.

Abaixo, apresentamos, de maneira resumida, os principais passos para escrever no LinkedIn. Mas, você quiser entender como publicar artigos no LinkedIn de maneira mais completa, clique aqui.

Todos os usuários, tantos os que têm conta basic como conta premium, podem publicar artigos no LinkedIn. Contudo, a ferramenta de publicação ainda não está disponível para dispositivos móveis. Portanto, é necessário publicar pelo computador ou pelo tablet. Para criar e publicar um artigo, basta:

  1. Clicar no botão “Escrever um artigo”, que se encontra na página inicial. Após clicar, você será redirecionado à ferramenta de publicação;
  2. Clique em “Título” para digitar o título do artigo;
  3. Depois, clique em “Escreva aqui” para começar a escrever seu texto. Se quiser, você pode adicionar links, imagens e/ou outros tipos de mídia, além de uma imagem de capa;
  4. Após digitar e finalizar o texto, clique no botão “Publicar”, localizado em cima, ao lado direito da página. Depois de feito, você ainda poderá editar ou excluir a publicação.

Seu texto está pronto e publicado! Caso você não consiga clicar no título, pode ser que haja alguma extensão do seu navegador bloqueando essa funcionalidade. Para resolver, você só precisa desativar a extensão e atualizar a página.

Lembrando que não há como visualizar o seu conteúdo antes de publicá-lo. Mas, você pode visualizar o rascunho para entender como vai ficar a versão publicada. 

Seu conteúdo, depois de pronto, passa a fazer parte de seu perfil, sendo exibido na seção Artigos. Os artigos no LinkedIn são compartilhados com suas conexões e seguidores, aparecendo em seus feeds.

Vantagens de publicar artigos no LinkedIn:

  • Os artigos publicados no LinkedIn podem aparecer para outros usuários, além de seus seguidores e de suas conexões, atraindo outras pessoas para conhecer seu perfil e para fazer parte de sua rede. E, uma vez que esses usuários te seguirem, eles poderão acompanhar suas próximas publicações;
  • Dependendo das configurações do seu perfil, ou seja, se sua visibilidade estiver pública para todos, qualquer pessoa, dentro e fora do LinkedIn, pode encontrar seu perfil por meio de pesquisas na internet;
  • Além do LinkedIn, você também pode compartilhar suas publicações com o Facebook ou Twitter.

Por que escrever no LinkedIn?

Os usuários dessa rede social buscam não apenas vagas de emprego, mas também conexões e conteúdo. As pessoas buscam conselhos, inspirações e opiniões. Por isso, saber o que escrever no LinkedIn pode não somente aumentar suas conexões e tornar seu perfil atrativo, mas também colocá-lo como um profissional de referência em sua área.

Publicar artigos no LinkedIn vai mostrar que tipo de profissional você é, fazer com que você ganhe visibilidade e seja conhecido em sua área. 

A Penser se preocupa com seu desenvolvimento profissional. Por isso, se você quer saber como anda sua carreira e aprimorar sua trajetória, não deixe de conversar com um de nossos consultores. Clique na imagem abaixo para saber mais!

https://penser.com.br/fale-com-um-consultor-carreira/

 

César Curi

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.
Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7