FUNCIONÁRIO INSEGURO? VEJA COMO AJUDAR

Tenta imaginar UM VENDEDOR QUE “TRAVA” quando ouve uma objeção do cliente, ou um operador de máquina que, mesmo sabendo fazer, não aumenta o ritmo da produção COM MEDO DE ERRAR… ⁠

Pois é, diretoria! A INSEGURANÇA DO FUNCIONÁRIO PODE CUSTAR CARO. E muitos donos de empresa nem ao menos estão cientes disso porque raramente o colaborador vai revelar essa fragilidade. Então, como resolver esse problema aí no seu negócio?⁠

A primeira ação é deixar claro qual O RESULTADO ESPERADO do trabalho porque isso faz com que o funcionário entenda suas prioridades de entrega e reduza sua ansiedade.⁠

A partir daí, tenha UM MÉTODO SUFICIENTEMENTE CLARO para que o colaborador saiba como fazer. A falta de clareza do método é fonte de insegurança até mesmo dos mais ousados.⁠

COLOCAR AS PESSOAS CERTAS NO LUGAR CERTO também é um fundamento que ajuda a reduzir inseguranças porque, quando as pessoas têm um perfil aderente às suas funções, isso contribui com seu RITMO DE APRENDIZAGEM e consequentemente na conquista da autoconfiança para a execução das tarefas.⁠

Também é importante o gestor ESTAR PRÓXIMO DO LIDERANDO durante sua rotina de trabalho para identificar pontos de dificuldade, tirar dúvidas e incentivar os acertos.⁠

Finalmente, o FEEDBACK DE INCENTIVO (e mesmo o corretivo) ajudam a pessoa a conquistar maior autoconfiança para entregar resultados superiores e sustentáveis.⁠

Estas ações gerenciais, quando aplicadas com consistência, farão com que sua equipe trabalhe com muito mais autoconfiança e a certeza de estar fazendo um bom trabalho.⁠

Pense nisso e bons negócios!

Ricardo Mallet é consultor parceiro Penser

Compartilhe:

Seja avisado quando publicarmos novos artigos

Fale com um Especialista

Redes Sociais

Posts em Alta

Categorias

Você também pode se interessar