Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Buscar pelo bem-estar no espaço de trabalho será um dos grandes diferenciais para quem busca realizar entregas melhores, estar mais satisfeito com o ambiente que o cerca, além de tomar decisões mais efetivas. Nesse sentido, gerenciar as emoções entrará como um importante aliado, uma vez que vai fortalecer as qualidades e habilidades da pessoa, além de reduzir qualquer tipo de gap de desenvolvimento que possa ter.

Neste material, além de conferir dicas sobre como gerenciar as emoções, apresentaremos um pouco mais sobre a importância que isso traz para o seu convívio. Continue a leitura e saiba mais!

Por que gerenciar as emoções no espaço de trabalho?

Primeiro, vamos entender sobre a importância de gerenciar as emoções no espaço de trabalho. Essa prática é essencial tanto no âmbito profissional quanto no âmbito pessoal. Afinal, por meio dela, existe a oportunidade de levar uma vida mais harmoniosa e equilibrada, além de garantir a habilidade de reconhecer as emoções de outras pessoas e contribuir para feedbacks de desenvolvimento, o que permite estabelecer vínculos mais duradouros e sólidos.

Sabemos que, no ambiente corporativo, existem dificuldades comuns como em qualquer outro espaço. Há a pressão por atingir metas ao mesmo tempo em que há um alto volume de demandas e pessoas de diferentes vivências para lidar diariamente. Nesse sentido, se houver algum tipo de frustração, existem os riscos de todo esse contexto contribuir para provocações, atritos entre pessoas, bem como a possibilidade de falar o que lhe vem à cabeça.

Ao gerenciar as emoções, você terá controle para “esfriar a mente” antes de tomar qualquer tipo de decisão, contribuindo para os ganhos já mencionados neste material: vínculos mais duradouros, melhor relacionamento com os colegas e execução de demandas de forma mais efetiva.

Como gerenciar as emoções no espaço de trabalho?

Agora que você já sabe sobre a importância de gerenciar as emoções no espaço de trabalho, traremos algumas dicas que permitirão desenvolver essa habilidade de forma mais prática. Entenda!

Entenda como funcionam as emoções

O primeiro passo para gerenciar as emoções é entender como elas funcionam. Dessa forma, há a oportunidade de identificar o que elas podem desencadear e todas as nossas responsabilidades nesse controle.

Especialmente quando nos referimos a relações interpessoais em um espaço de trabalho – no qual convivemos com pessoas de diferentes vivências e comportamentos, além de tomar atitudes distintas nas mais diferentes situações – existe a necessidade de termos a consciência de que todas as emoções são importantes e devem ser levadas em conta nesse autoconhecimento.

Quando as classificamos como positivas ou negativas, estamos nos referindo de uma maneira mais popular para identificá-las e interpretá-las.Porém, podemos defini-las como:

  • funcionais — quando elas contribuem para que adaptamos às diferentes circunstâncias, contextos ou ambiente de trabalho;
  • disfuncionais — nesse caso, elas não vão mobilizar. Muito pelo contrário, não proporcionarão nenhum tipo de benefício para as pessoas envolvidas, o que poderia desencadear em situações constrangedoras e que prejudicam o convívio.

Em qualquer contexto em que a emoção seja liberada em um momento disfuncional, é essencial saber gerenciá-la para que as falas e decisões sejam pensadas de forma mais inteligente  se o profissional tiver ouvido um feedback dado de forma ríspida e em um fórum errado, por exemplo.

Busque expressar suas emoções de maneira correta

Também é importante que as pessoas saibam expressar as suas emoções da forma correta. Exemplo: não há necessidade de fingir que você está sentindo algo que não está, mas é preciso gerenciar as emoções para que isso não afete o convívio com as outras pessoas, que muitas vezes pouco tem relação com o contexto.

A pandemia da Covid-19 afetou profissionais de diferentes maneiras. Especialmente em um período de trabalho remoto, no qual as empresas precisaram se adaptar para atender aos protocolos sanitários, muitos profissionais ficaram afastados fisicamente para executar as suas demandas do dia a dia. O que para muita gente foi uma ótima solução, para outras houve certo prejuízo para a produtividade, uma vez que estavam acostumadas ao ritmo de escritório, trânsito, relacionamento próximo etc.

Quem soube gerenciar as suas emoções, certamente passou por esse período sem que houvesse algum tipo de prejuízo nos relacionamentos. Porém, para conseguir expressar da maneira correta e passar por diferentes obstáculos, o ideal é contar com ferramentas que auxiliem a observar mais (técnicas de respiração ou meditação, por exemplo).

Ofereça feedbacks aos seus colegas

Feedback é um processo em que as pessoas contribuem para que as outras possam se desenvolver a partir de suas próprias percepções. Normalmente, é feita uma analogia do feedback com o mapa de papel e o GPS. Ambas ferramentas trabalham para levar as pessoas ao seu destino. Porém, por meio do GPS, existe a possibilidade de fazer correções de rota de acordo com o itinerário: se tiver trânsito, a tecnologia desviará daquele caminho para chegar ao local com mais agilidade.

Da mesma forma é o feedback. Ele orienta as pessoas sobre o melhor caminho a seguir, independentemente do momento e da demanda. Para o gerenciamento das emoções, ele é essencial para oferecer um retorno ao receptor se algo não foi dentro do esperado, se houve alguma comunicação mais agressiva ou se existem comportamentos que podem ser aperfeiçoados para que os relacionamentos não sejam prejudicados nesse sentido.

É uma forma de possibilitar o crescimento do próximo sem que precise atacar, utilizando as palavras corretas para isso. Entre as vantagens que o feedback proporciona, destacamos:

  • melhoria para a gestão de pessoas e de equipes;
  • maior fluidez na comunicação de diferentes times;
  • ganho de tempo para realizar atividades mais elaboradas;
  • agrega valor ao perfil profissional, entre outros.

Entenda se houve algum tipo de problema parecido no passado

Sempre que você se deparar com alguma emoção que possa te tirar dos trilhos, é importante entender como você administrou aquele problema no passado. Dessa forma, há a oportunidade de relembrar sobre o que você fez de errado e o que pode ser replicado, de modo que haja um constante crescimento e desenvolvimento na maneira como você lida com as situações.

Se alguma emoção negativa o acomete de forma intensa, certamente você lembrará de algum momento em que também passou por uma situação que afetou a estabilidade. Sempre que sentir raiva, tristeza, medo ou insegurança, pare, pense e não deixe de anotar essas percepções, uma vez que essa será uma estratégia que possivelmente o tranquilizará.

Desenvolva a autoconfiança

Gerenciar emoções é também desenvolver a autoconfiança. Para isso, algumas práticas podem ser adotadas no dia a dia. A primeira delas é buscar sair da zona de conforto. Ao se colocar em situações desafiadoras, consequentemente você vai ampliar as suas experiências de vida, trazendo mais conhecimento e flexibilidade para diferentes situações.

Além disso, não deixe de experimentar coisas diferentes. No âmbito pessoal, por exemplo, peça um prato de comida diferente, mude o corte de cabelo, se reinvente. Outras dicas que podem ser adotadas:

  • não guarde sentimentos negativos  coloque-os para fora de forma que não o prejudique, de acordo com seus interesses pessoais. Seja pela escrita, seja fazendo algo que gosta;
  • evite se comparar com os demais  cada pessoa tem seus defeitos e qualidades, além de ter pontos que continuamente precisam ser trabalhados;
  • forneça estímulos a si mesmo  encontre estímulos dentro de si em situações negativas para contorná-las;
  • treine sua linguagem corporal.

Não tenha medo de se expressar

Por fim, indicamos que você não tenha medo de se expressar, independentemente do contexto. Conforme vimos, fornecer feedbacks construtivos contribuirá para melhorar os relacionamentos e também para trazer aos colegas diferentes tipos de percepções em relação ao dia a dia. Porém, você precisa saber se comunicar e o primeiro passo é perder esse medo.

Além disso, caso haja o uso equivocado de algumas palavras, há os riscos de elas serem interpretadas também de forma errada. Certamente você já passou por alguma situação que considerou negativo o comentário de algum colega mas que logo entendeu por meio de uma explicação. Por isso, sempre se expresse, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal, mas tenha empatia para entender como essas palavras chegaram até o seu receptor. 

Neste material, você pôde conferir algumas dicas práticas para gerenciar as emoções. Se você gostou dessas sugestões e deseja se aprimorar ainda mais, indicamos participar de mentorias que abordarão esses e outros temas, de modo que você possa se aperfeiçoar e lidar melhor com o espaço de trabalho, de acordo com os pontos que devem ser trabalhados.

Para isso, conheça a Penser e confira os serviços que a nossa equipe oferece. Até a próxima!

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7