Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
lider pela primeira vezPowered by Rock Convert

Não faz muito tempo que o trabalho remoto parecia praticamente impossível de funcionar. No entanto, hoje sabemos que seu funcionamento não é só possível, como também pode ser extremamente eficiente. 

O momento que estamos vivendo agora, com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, reforçou ainda mais a adesão ao home office. Muitas empresas e colaboradores se viram diante do desafio de adaptar seu modo de trabalho à realidade remota. Dentre os desafios que surgem, está a gestão de equipes remotas, algo que influencia diretamente no sucesso da aplicação dessa nova modalidade. Além dos desafios encontrados pelos colaboradores, os líderes também precisam se adaptar para liderar a distância, mantendo o engajamento e a produtividade de seus liderados.

Pensando em ajudar os líderes, preparamos um texto completo sobre gestão remota. Tire todas as suas dúvidas e confira excelentes dicas para descobrir como fazer uma gestão de equipes remotas de sucesso.

O que é trabalho remoto? 

O trabalho remoto, basicamente, trata-se do trabalho feito a distância. O conceito é abrangente, sendo possível realizar o trabalho remoto de casa, de outra cidade, de um restaurante, coworking, etc. A modalidade tem se tornado cada vez mais comum e muitos dizem que o home office é o futuro do trabalho. Não à toa, diversos profissionais e empresas têm adotado esse estilo como temporário ou, até mesmo, permanente. 

O modelo permite que o profissional tenha mais autonomia e liberdade para conduzir seu trabalho, além de contribuir para aumentar a produtividade e a capacidade criativa e reduzir o estresse. Outro fator que torna a modalidade interessante é a possibilidade de contratar os melhores candidatos, já que não há limitação geográfica. 

Mas, para que isso aconteça, é necessário que a empresa realize uma boa gestão de equipes remotas. Assim como as equipes precisam de treino, os líderes também precisam estar preparados para gerir a distância. Para que seja bem executada, a gestão de equipes remotas exige disciplina e profissionalismo.

O que é gestão remota?

Sabemos que o sucesso de uma empreendimento depende, entre outros fatores, de uma liderança bem estruturada. O líder desempenha um papel determinante nos resultados de uma empresa e é capaz de modificar, positiva ou negativamente, o desempenho de um colaborador. 

Com o trabalho remoto não é diferente. Assim como é preciso saber liderar um time presencialmente, também é preciso gerir equipes em home office. O papel do líder de equipes remotas é semelhante ao papel do líder presencial. Ele deve motivar seu time, prepará-lo para atingir metas, fortalecer a comunicação e a confiança entre os membros da equipe e entre líder e liderado. 

Não é incomum encontrar bons líderes que acabam tendo dificuldades em liderar a distância, pois é preciso se adaptar à nova realidade, equilibrando uma gestão que é firme, mas ao mesmo tempo flexível.

Quais os desafios da gestão de equipes remotas?

Apesar de o trabalho remoto ter uma série de vantagens e benefícios, é certo que ele enfrenta grandes desafios, principalmente porque há dois grandes pontos que geram tensão. 

Por um lado, o gestor encontra dificuldades para delegar tarefas que permitem ao colaborador ter certa autonomia. Isso acontece porque muitos gestores não confiam em seus colaboradores o suficiente para permitir que desenvolvam seu trabalho sem uma supervisão a todo momento.

Do outro lado, está o colaborador. Embora não exista somente um perfil de funcionário, não é incomum encontrar colaboradores que acabam diminuindo sua produtividade e ritmo de trabalho no home office. Isso acontece devido à mudança no paradigma de trabalho, que passa a ser sem horários fixos, sem observação constante e sem a companhia do gestor e dos colegas.

Por isso, antes de apresentarmos as dicas para fazer a gestão de equipes remotas, separamos, abaixo, os principais desafios enfrentados ao adotar esse modelo: 

  • Colaboradores com baixa produtividade: sem ter um gestor sempre por perto, somado a problemas de motivação e comprometimento, os colaboradores diminuem sua produtividade e resultados;
  • Colaboradores com dificuldade de desenvolver o sentimento de pertencimento: com a forma de contato diferente, alguns colaboradores podem sentir que não pertencem à equipe. Ao se sentirem isolados e desmotivados, tendem a querer procurar outras opções de emprego;
  • Colaboradores trabalhando sem um objetivo claro: mesmo que estejam sendo produtivos, a falta de propósito e direcionamento vai fazer com os resultados não agreguem tanto valor à estratégia que a empresa possui;
  • Colaboradores deixam de respeitar seu gestor: como o home office provoca a sensação de liberdade e autonomia, alguns colaboradores podem ignorar a figura do gestor, por achá-lo dispensável. Eles trabalham como querem, deixando de lado as instruções em boa parte das vezes.

Como fazer a gestão de equipes remotas?

Chegamos ao coração do texto. Sabemos que fazer a gestão de equipes remotas pode não ser fácil, ainda mais diante dos desafios que esse modelo de trabalho representa. Mas, lidar com a distância e adaptar as formas de trabalho sem perder o ritmo, a produtividade e, principalmente, o relacionamento entre líder e liderado, é possível.

Confira 10 dicas importantes para fazer uma gestão de equipes remotas de sucesso:

1. Faça um planejamento bem estruturado

O primeiro passo de todo empreendimento de sucesso é o planejamento. E quando se fala de gestão de equipes remotas, planejar é ainda mais importante. 

Defina bem as atividades, prazos e os colaboradores responsáveis por cada tarefa. Considere, também, imprevistos e dificuldades que podem surgir para se preparar para lidar com cada situação.

2. Estabeleça horários de trabalho adequados

Embora o home office permita horários mais flexíveis, as equipes remotas precisam de limites que vão ajudar, inclusive, a separar a vida pessoal da vida profissional. Com isso definido, você auxilia seu colaborador a estabelecer uma rotina.

Powered by Rock Convert

Se houver colaboradores trabalhando em fusos horários diferentes, é preciso tomar alguns cuidados para evitar desconfortos de ligações fora do horário de trabalho ou dificuldades em se comunicar com o outro na hora necessária, por exemplo. Se esse for o caso, o gestor vai precisar conversar com cada membro da equipe para discutir seus horários. Ao mesmo tempo em que deve haver respeito ao tempo do outro, deve-se definir o que é melhor para a equipe como um todo. 

3. Defina os processos e os objetivos com clareza

Se você quer resultado, tanto o gerenciamento a distância como o presencial precisam ter processos e objetivos claros. Se o colaborador não entender muito bem o que precisa ser feito, o que se espera dele e qual é o seu propósito, dificilmente conseguirá alcançar as metas de maneira satisfatória.

4. Promova reuniões periódicas

As reuniões periódicas ajudam os membros da equipe a alinharem o andamento dos processos e também servem para que o gestor acompanhe a evolução das tarefas e dos projetos. Elas também vão indicar se será preciso reforçar uma ação ou mudar de estratégia.

As reuniões podem ser realizadas em videoconferências, nas quais deve-se:

  • Promover o diálogo;
  • Fazer análises de desempenho;
  • Fornecer feedbacks;
  • Atualizar-se acerca dos resultados;
  • Conhecer os desafios e dificuldades que os funcionários têm enfrentado;
  • Promover a integração entre os colaboradores;
  • Criar um senso de pertencimento.

5. Busque a transparência das ações

O trabalho remoto está bastante suscetível a diminuir ou perder a transparência em atividades. Para evitar que isso aconteça, o gestor pode pedir aos seus colaboradores que documentem suas rotinas. Isso vai mostrar como têm trabalhado, evitando que os colegas pensem que um está trabalhando mais do que o outro e também evitando queixas de clientes quanto a processos e prazos que não foram cumpridos adequadamente.

Além disso, também é fundamental documentar os processos: armaze e-mails, registros, arquivos da nuvem e qualquer tipo de produção. Isso vai evitar falhas, perda de informação e erros comunicativos.

Também é importante ter comprovações, contratos e documentos legais. Ao formalizar as ações do time remoto, você conseguirá mapear as tarefas e diminuir os erros.

6. Preocupe-se com a comunicação

Tenha uma boa comunicação com seus liderados e incentive a comunicação entre eles. É comum termos a tendência de sermos práticos e objetivos em trocas de e-mails e mensagens. Porém, detalhar mensagens, promover discussões, incitar questionamentos, fazer descrições mais completas e oferecer feedbacks vai contribuir para diminuir as dúvidas, evitando que ocorram imprevistos e confusões. 

7. Reforce a cultura organizacional

Como cada colaborador trabalha de um lugar, é ainda mais importante reforçar a cultura organizacional, para evitar que os funcionários acabem negligenciando os valores, a missão e a visão da empresa. 

Uma maneira de reforçar a cultura organizacional é produzindo uma newsletter periódica, com informações sobre conquistas da empresa, novos clientes, premiações, etc.

Para saber mais sobre cultura organizacional, acesse nosso material clicando aqui.

8. Conheça seus funcionários e fortaleça vínculos

Aprenda sobre os membros da equipe. Além de saber sobre seus pontos fortes e fracos, conheça seus gostos, interesses, objetivos e personalidade. Dessa forma, fica mais fácil se comunicar da maneira adequada com cada colaborador. Hoje, existem várias ferramentas que possibilitam uma excelente comunicação instantânea, fazendo com que seja possível conversar e trocar ideias durante o expediente.

Mesmo que um colaborador esteja distante do outro, procure fortalecer o vínculo entre eles. Uma relação de confiança e troca mútua vai auxiliar o time a conseguir bons resultados.

9. Entenda sobre a diversidade cultural

Em uma mesma empresa ou equipe podem trabalhar pessoas com culturas, hábitos e costumes diferentes. Todavia, essa diversidade cultural pode acabar gerando alguns conflitos. Para evitar que isso aconteça, o gestor deve conscientizar os colaboradores sobre essa questão, promovendo uma mentalidade de igualdade, respeito e celebração da diversidade. Também é fundamental compreender as diferentes formas de pensamento e modo de trabalho.

10. Faça uso de ferramentas de gestão

Existem diversas ferramentas que podem ajudar na gestão de equipes remotas. Elas facilitam o gerenciamento de tempo e tarefas, contribuindo para o cumpromento de prazos. Confira quinze dicas que separamos:

  1. Asana;
  2. Dropbox;
  3. Dropbox Paper;
  4. Operand;
  5. When I Work;
  6. Trello;
  7. We Transfer;
  8. Slack;
  9. Google Drive;
  10. Buffer;
  11. Evernote;
  12. Whereby;
  13. IDoneThis;
  14. Cisco WebEx Meetings;
  15. LastPass.

Por que é importante aprimorar a gestão de equipes remotas?

Quando pensamos no futuro do trabalho, percebemos que home office tem parte ativa. A tecnologia nos permitiu trabalhar com eficiência e qualidade mesmo a longas distâncias, e, à medida que o tempo passa, mais a modalidade remota ganha espaço entre empresas e profissionais. No entanto, isso representa desafios. E, as empresas que querem garantir seu espaço e fazer parte do futuro do trabalho precisam saber como realizar a gestão de equipes remotas.

Com as dicas acima, é possível garantir um excelente trabalho. Mas, se você quiser ir além e transformar sua carreira, não deixe de baixar nosso ebook totalmente gratuito! Basta clicar na imagem abaixo!

impulsionar sua carreira

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7