Você sabe quais são os principais livros sobre inteligência emocional para ler em 2022? Desenvolver inteligência emocional deve ser uma das prioridades para qualquer profissional, independentemente da área. Quando você a desenvolve, consequentemente tem a oportunidade de reconhecer de forma mais precisa as próprias emoções, sabe manejá-las de forma mais atrativa, além de contribuir para desenvolver também a automotivação e a empatia.

No entanto, colocá-la em prática pode ser um desafio para as pessoas em grande parte das ocasiões. Pensando nisso, elaboramos este material para que você confira quais são os livros sobre o tema que poderão contribuir significativamente para a sua carreira. Quer saber mais? Continue a leitura e tire suas dúvidas!

1. Inteligência emocional, de Daniel Goleman

Sempre quando mencionamos sobre alguma obra de inteligência emocional, não podemos deixar de lado o livro de Daniel Goleman. Foi publicado pela primeira vez há quase 30 anos, em 1995. Porém, é uma obra que transformou a maneira de pensar a inteligência, alterando práticas e mudando o mundo dos negócios como um todo.

Durante o texto, o autor traz o conceito de “duas mentes” que toda pessoa tem: a racional e a emocional. A partir disso, ele ressalta como elas podem, juntas, moldarem o nosso destino. De acordo com Goleman, a consciência se torna um fator fundamental para desenvolver a inteligência da pessoa, além de mostrar como a incapacidade de lidar com as suas próprias emoções podem impedir o desenvolvimento em diferentes contextos, desde a escola até a carreira.

Durante a leitura, você ainda tem a oportunidade de identificar como a inteligência emocional vai influenciar diretamente nas nossas decisões, independentemente de quais elas sejam. O autor ainda ressalta que é preciso ter autoconsciência, automotivação, gerenciamento de relacionamentos, entre outros.

Ou seja, se você deseja se aprofundar no assunto e desenvolver a inteligência emocional de maneira mais efetiva, não pode deixar essa leitura de lado!

2. Agilidade emocional, de Susan David

Em “Agilidade emocional, abra sua mente, aceite a mudança e prospere no trabalho e na vida”, Susan David, renomada psicológica e professora da escola de Medicina de Harvard, afirma que o caminho para a realização pessoal e profissional não é uma linha reta, mas sim uma construção. Para isso, a agilidade emocional precisa ser priorizada.

Susan concluiu sua obra depois de mais de 20 anos estudando emoções e autorealização, descobrindo que as pessoas, por mais que fossem criativas ou inteligentes, precisam lidar com o seu mundo para que sejam bem-sucedidas e felizes em diferentes esferas da vida.

O livro já esteve entre a primeira posição dos mais vendidos do The Wall Street Jornal e o leitor terá a oportunidade de entender como a sagacidade e a empatia contribuem para que cada profissional possa alcançar os seus objetivos. E você, se considera bom no que faz mas não é tão bem-sucedido quanto as suas competências? Talvez esteja na hora de incluir essa leitura em sua rotina!

3. Inteligência emocional 2.0, de Travis Bradberry e Jean Greaves

Inteligência emocional 2.0: você sabe usar a sua?”. O próprio título da obra já traz ao leitor uma importante reflexão que deve ser feita por qualquer profissional em diferentes carreiras. Hoje, temos um grande desafio em mãos: há uma velocidade significativa no compartilhamento de informações e no volume de dados que temos acessos ao longo de todo o dia.

Por essa razão, quem não se adapta às mudanças dificilmente conseguirá um destaque em sua carreira. Habilidades que até há 10 anos eram diferenciais de um colaborador, por exemplo, talvez hoje seja uma exigência de grande parte das organizações. Se pegarmos as contratações do início dos anos 2000, com certeza o conhecimento em informática faria com que a pessoa estivesse à frente de outros candidatos. Hoje, não encontramos ninguém em nenhuma empresa que não tenha contato com esse “mundo”,

Toda essa contextualização é importante para entender a obra dos autores: aplicar a inteligência emocional nas empresas e na vida é extremamente importante. Quem realiza essa prática está à frente dos demais e deixa a pessoa mais bem-preparada para diferentes desafios que possam enfrentar, prazos para cumprir, entre outros tópicos.

Em um livro didático e explicativo, você vai se deparar com um caminho de exercícios diários e muitas dicas para ter disciplina com o objetivo de alcançar esse patamar. Vale a pena!

4. Comunicação não-violenta, técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais, de Marshall Rosenberg

Por meio desse livro, você vai se deparar com um manual prático e didático de Marshall Rosenberg. O autor tem como intuito apresentar uma metodologia criada por ele mesmo, cujo objetivo é o de aprimorar relacionamentos interpessoais e reduzir a violência no mundo.

Quando mencionamos sobre comunicação não-violenta ou inteligência emocional, devemos sempre levar em consideração que esses conceitos são aplicados em vários contextos e situações. Não apenas no trabalho, como também nas suas relações familiares, com amigos, entre outros pontos. Se você não sabe como trazer uma informação ou dar um feedback para qualquer pessoa que seja, isso pode gerar um conflito e criar mal-estar entre os membros de uma mesma comunidade.

No livro, Marshall define a comunicação não-violenta como “Habilidades de linguagem e comunicação que fortalecem a capacidade de continuarmos humanos, mesmo em condições adversas.”. Nesse sentido, o autor explica como é possível aplicá-la no cotidiano por meio dos seus componentes, que são:

  • observação;
  • sentimentos
  • necessidades;
  • pedido.

Saber se comunicar pode ser considerado uma arte. Por essa razão, aprimorar a sua comunicação e identificar quais são os pontos que podem trazer problemas de relacionamento em diferentes contextos contribuirá para a sua carreira e para as suas relações como um todo.

5. Os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes, de Stephen R. Covey

Talvez esse seja considerado um dos livros de negócios mais importantes do século XX, sendo uma presença contínua na lista de best-sellers. Teve a sua primeira publicação há mais de 20 anos. Desde então, muita coisa mudou na realidade das empresas e no modo como a gente se comporta em sociedade. Naquela época, por exemplo, não tínhamos acesso facilitado a grande quantidade de informações que temos hoje e nem tínhamos na palma da nossa mão qualquer tipo de pesquisa que quiséssemos fazer.

No total, já foram mais de 25 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, além de ter sido uma obra traduzida para 38 idiomas. Trata-se de um manual revolucionário que nos ensina como é possível adquirir confiança a partir dos alicerces do comportamento humano, na compreensão dos princípios e no caráter. Ou seja, não vamos nos basear apenas nas questões práticas.

Para isso, o autor traz algumas sugestões, como ser proativo, começar com o objetivo, procurar compreender as diferentes situações e contextos, criar sinergia, entre outros pontos.

6. O Poder do Hábito, de Charles Duhigg

Em “O Poder do Hábito“, de Charles Duhigg, é indicado para pessoas que desejam alcançar seus objetivos por meio da gestão dos hábitos. O autor afirma que, para que possa mudar os hábitos e gerenciá-los, é preciso inicialmente conhecê-los. Por essa razão, existe a necessidade de desenvolver o autoconhecimento, considerado o primeiro pilar da inteligência emocional.

Neste conteúdo, você pôde conhecer alguns livros sobre inteligência emocional para qualquer pessoa que deseja desenvolver esse ponto. A leitura é essencial para que possamos desenvolver alguns pontos de nossa carreira. Além disso, há contextos que nos trazem benefícios tanto para a carreira quanto para o lado pessoal, nos auxiliando nos diversos relacionamentos.

Se você deseja desenvolver alguns pontos de sua carreira e quer se destacar em diferentes contextos, não deixe de entrar em contato com a gente e entender como a Penser poderá contribuir para o seu desenvolvimento.

Deixe um comentário