Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Durante muito tempo, pensava-se que o espírito de liderança nascia conosco, e quem tinha essa característica era chamado de líder nato. Dessa forma, a liderança autocrática se consolidou como o modo de gestão mais utilizado entre os estilos de liderança, pois as pessoas acreditavam que somente o líder era capaz de tomar boas decisões.

Contudo, ao longo do tempo, estudos mostraram que não é exatamente assim. A liderança, na realidade, é algo que pode ser desenvolvido e não tem relação direta com a personalidade de alguém. Assim, os funcionários também passaram a participar em tarefas e decisões importantes das empresas – algo que tem se tornado cada vez mais comum. Hoje em dia, os liderados ajudam a decidir certos impasses e têm mais liberdade para fazer críticas construtivas.

Porém, mesmo assim, nem todas as empresas adotaram esse estilo de liderança, e muitas ainda são regidas pela liderança autocrática. Mas, você sabia que existem ocasiões nas quais as características da liderança autocrática se saem melhor, se tratando da escolha de gestão mais acertada para ter sucesso?

Então, quer entender o que é liderança autocrática, quando é necessário utilizá-la, suas vantagens e desvantagens, e quais são os outros tipos de liderança? Vem com a gente!

O que é liderança autocrática?

A liderança autocrática é conhecida como um estilo de liderança autoritário, o oposto ao da liderança democrática. Sua principal característica é a concentração de poder nas mãos do líder, sendo este, na maior parte das vezes, o único responsável pela tomada de decisões.

Dessa forma, os funcionários participam muito pouco das decisões, e são obrigados a apenas seguir ordens, sem ter oportunidade de questionar.

Como a liderança autocrática não permite que os subordinados opinem e tenham voz, é normal que muitos deles se sintam frustrados, sobrecarregados, impacientes e suscetíveis a duvidar de seu potencial. Isso ocorre porque, de certa maneira, há outra pessoa tomando as decisões por você, tirando sua liberdade e oportunidade de escolha. 

Não à toa, ao refletir sobre o que é liderança autocrática, percebemos que esse tipo de liderança pode ser algo negativo. Contudo, também há seu lado bom, existem vantagens e desvantagens em utilizar a liderança autocrática. Assim, dependendo do foco da equipe e da empresa, esse estilo de liderança pode ser a melhor escolha feita pelo gestor.

Quais são as principais características da liderança autocrática?

Subordinados não opinam 

Os subordinados que estão sob o modelo de liderança autocrática dificilmente podem opinar em questões relacionadas a projetos ou decisões importantes. Porém, o ideal é que, em alguns momentos, o líder ouça a opinião de seus liderados, pois, mesmo que acabe não utilizando suas sugestões, ouvi-los vai contribuir para tornar o ambiente mais agradável;

Quem decide quais atitudes a empresa vai tomar é o líder

Toda autoridade existente na empresa está concentrada na figura do líder. Ele é o centro e tem em suas mãos toda tomada de decisão. Raramente, há abertura para os liderados ajudarem a resolver questões relevantes;

O líder decreta ordens e espera a obediência completa dos funcionários

O líder que assume a liderança autocrática decreta uma função específica para cada um que está envolvido. Normalmente, o líder é dominador e crítico de sua equipe. O líder autocrático tem uma personalidade forte e de destaque, é sempre imponente e disposto a mudar a opinião das pessoas (ou impor a sua).

Líder governa pelo medo, e não pelo respeito

Os subordinados de uma liderança autocrática obedecem seu líder não porque o respeitam, mas sim porque o temem. Nesse caso, é comum que acabe ocorrendo a seguinte situação: nos momentos em que o líder não está presente na empresa, a equipe se comporta de maneira diferente daquela que foi imposta por ele. Por isso, é preciso tomar bastante cuidado com essa atitude, pois ela tende a diminuir a eficácia da liderança e afastar a equipe.

Você se considera um bom líder? Saiba mais fazendo este teste gratuito que disponibilizamos para você.

Quais as vantagens da liderança autocrática?

Agilidade para tomar decisões

Já que as decisões são tomadas somente pelo líder, acaba-se ganhando mais agilidade nos processos, visto que não é preciso consultar outras pessoas antes de seguir com a decisão;

Menos estresse

A liderança autocrática traz menos estresse para o líder. Muitos líderes que não seguem esse modelo de liderança se sentem estressados pela falta de controle em etapas importantes;

Influência positiva na produtividade dos colaboradores 

Quando o líder autocrático não é autoritário, ele consegue fazer com que seus liderados tenham mais produtividade somente por estar sempre presente e por transmitir a imagem de alguém capaz de realizar grandes feitos sozinho. Além disso, é bem provável que liderados tentem impressionar líderes com esse perfil;

Menos burocracia

Como a equipe se centraliza na figura do líder, há menos burocracia e quantidade de etapas necessárias para concluir projetos. Assim, as decisões se transformam em ações concretas em um espaço menor de tempo, algo essencial para superar momentos de crise ou de grandes dificuldades.

E quais as desvantagens da liderança autocrática?

Ressentimentos por parte da equipe

Quem interpreta o que é liderança autocrática como motivo para se tornar autoritário, acaba criando um ambiente desagradável. Com o passar do tempo, os colaboradores podem ficar ressentidos com o líder, gerando problemas como alta rotatividade de funcionários e queda da produtividade.

Equipe menos motivada

O universo corporativo está cada vez mais democrático. Os colaboradores querem espaço para dar suas opiniões, contribuir e serem ouvidos. A centralização na figura do líder e a quase nula abertura para contribuições pode desmotivar a equipe.

Estresse a longo prazo

Embora o líder fique menos estressado a curto prazo, é normal que ao longo do tempo ele se sinta estressado, pressionado e sozinho por ter que encontrar soluções e resolver tudo da maneira mais assertiva.

Caos sem o líder

Quando o líder precisar se ausentar, há um colapso na capacidade de tomar decisões da equipe, já que o líder era o único responsável por isso. Esse vácuo de poder pode, inclusive, levar a desavenças internas, prejudicando ainda mais a motivação e a capacidade produtiva.

Menos criatividade para realizar projetos

Como a tomada de decisão está concentrada nas mãos de uma só pessoa, a equipe trabalha com menos criatividade. Por outro lado, equipes geridas por outros tipos de liderança, com mais abertura, tendem a ser mais criativas e a encontrar soluções mais completas.

Quando é necessário usar a liderança autocrática?

Agora que já sabe das vantagens e desvantagens da liderança autocrática, você deve estar se perguntando: vale a pena ou não seguir esse modelo de liderança? 

É importante enfatizar que a liderança autocrática é bastante compatível com empresas nas quais o nível de trabalho tem um ritmo rápido e intuitivo

Além disso, esse estilo é eficaz quando se precisa resolver crises empresariais. Em casos assim, o líder com visão sistêmica, capaz de tomar decisões rápidas e precisas, pode ser mais eficaz do que aquele que adota algum dos outros tipos de liderança. Ainda, a liderança autocrática pode ser uma boa maneira de tratar assuntos quando não há espaço para margem de erro.

Empresas que exercem funções menos qualificadas também podem escolher adotar a liderança autocrática entre os estilos de liderança, pois ela mantém a organização e o padrão de produção. Por isso, justamente, que a liderança autocrática se destaca como um modelo de gerenciamento eficiente em setores industriais e de construção.

Todavia, um líder autocrático deve tomar cuidado para não transmitir uma imagem de arrogância, que pode ser bastante prejudicial para o desenvolvimento da empresa e da equipe. Por isso, é fundamental entender o momento certo de demonstrar firmeza e o momento de dar mais liberdade aos funcionários.

10 dicas para melhorar sua liderança autocrática

  1. Valorize o bom desempenho e o trabalho bem feito;
  2. Estabeleça regras e certifique-se de que elas estejam bastante claras;
  3. Seja alguém em quem seu time confie;
  4. Compreenda sua equipe;
  5. Esteja sempre em busca de adquirir novos conhecimentos;
  6. Escute mais seus funcionários;
  7. Seja consistente;
  8. Assuma a responsabilidade e as consequências;
  9. Supervisione e treine seu time quando preciso;
  10. Reconheça o sucesso e recompense a equipe.

E quais são os outros tipos de liderança?

Mas a liderança autocrática não é a única forma de comandar equipes. Além dessa, existem outros tipos ou estilos de liderança, tais como:

Liderança democrática

Na liderança democrática, os colaboradores são encorajados a participar, sugerir e, até mesmo, criticar. O líder democrático deseja que seus subordinados o reconheçam como alguém que facilita processos e ajuda sua equipe a encontrar soluções.

Dessa forma, além da preocupação com o trabalho, a liderança democrática também se importa com a satisfação e a qualidade de vida da equipe. As pessoas se relacionam melhor, visto que se sentem livres e podem fazer a comunicação fluir. 

Ambientes em que a liderança democrática predomina podem ter melhores resultados, como aumento da produtividade e tarefas de qualidade. Entretanto, em momentos de crise, a presença de diferentes vozes pode levar a uma desarmonia dentro da empresa, prejudicando a tomada de decisão.

Liderança liberal

Na liderança liberal, os subordinados desenvolvem atividades mais intensas no início, tendo liberdade observada. Mas, com o passar do tempo, o líder deixa sua equipe mais livre. Com isso, o grupo passa a fazer entregas deficitárias e demonstra menos produtividade.

Na liderança liberal, há o pressuposto de que os colaboradores são maduros e não precisam ser acompanhados a todo momento. O líder, então, acaba se ausentando com frequência e não orienta nem fornece feedbacks à equipe.

O gestor acredita que estimula a autonomia de seus colaboradores quando os deixa livres, contudo, sua ausência faz com que a equipe perca sua referência de qualidade do trabalho, o que prejudica seu desempenho e produtividade.

Liderança coaching

Na liderança coaching, o líder busca identificar as habilidades de seus colaboradores e auxiliá-los a dar o máximo de seu potencial. O líder coaching motiva sua equipe, estabelece um relacionamento de confiança, crescimento e cooperação.

O gestor que adota a liderança coaching estimula uma visão positiva e faz com que seus liderados reconheçam suas expectativas, aprendam a se autoavaliar e foquem em seus pontos fortes. Dessa maneira, ele demonstra um verdadeiro interesse por sua equipe e o aumento de sua performance e desempenho. O gestor acompanha a evolução individual de cada funcionário e fornece feedbacks fundamentados e construtivos.

Resumo: ênfase em cada um dos tipos de liderança

  • Na liderança autocrática, a ênfase está no líder;
  • Já na liderança democrática, a ênfase está tanto no líder como nos liderados;
  • Na liderança liberal, a ênfase está nos liderados;
  • Por sua vez, na liderança coaching, a ênfase está na performance.

Conclusão

Gostou do texto? Então comente abaixo o que achou, e aproveite para compartilhar em suas redes sociais! Além disso, converse com seus colegas sobre os estilos de liderança e discuta quais fazem mais sentido para o seu tipo de empresa.

https://penser.com.br/fale-com-um-consultor-carreira/

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7