Seja no âmbito pessoal, seja no profissional, sempre há um certo nervosismo ao falar em público. Isso pode, inclusive, prejudicar a sua comunicação, e fazer com que perca algumas importantes oportunidades da carreira. Afinal, se não há como transmitir uma mensagem de forma coerente pelo simples fato de você ser receoso com essa atividade, dificilmente será convocado para determinadas demandas.

Pensando nisso, elaboramos este material para que você confira alguns dos principais motivos que levam ao nervosismo ao falar em público, bem como dicas para que você possa superar esse desafio. Continue a leitura e saiba mais!

Por que temos nervosismo ao falar em público?

Primeiro, é interessante entender os motivos que nos levam a ter nervosismo ao falar em público. Porém, antes de mais nada, devemos deixá-lo tranquilo que essa não é uma preocupação apenas sua, mas de milhares de pessoas em todo o globo. De acordo com um estudo publicado pelo jornal britânico Sunday Times no ano de 2015, o medo de falar em público é o mais temido das pessoas, apontado por 41% das pessoas. Atrás até mesmo de algumas situações consideradas bem mais complicadas, como:

  • problemas financeiros — 22%;
  • morrer — 19%.

Isto mesmo. As pessoas têm menos medo de morrer do que de falar para uma plateia. Além disso, de acordo com um outro levantamento realizado pela Universidade de Chapman, no ano de 2014, o medo de falar em público estava presente entre 25% dos entrevistados, comprovando a teoria de que mais pessoas têm esse receio.

Mas quais são os motivos que levam às pessoas a terem esse medo? Entenda!

Cérebro

O primeiro deles é o nosso cérebro. E quando falamos isso, não estamos falando apenas do seu, mas das pessoas de modo geral. Quando sentimos medo de algo, o cérebro automaticamente induz a produção de um hormônio, a adrenalina. No momento em que há essa produção, algumas reações são provocadas em nosso corpo, como o coração disparado, palidez, pupila dilatada e respiração ofegante.

Justamente por isso é que, quando é preciso falar em público, você começa a suar, ter calafrios e raciocínio atrapalhado.

Receio de virar assunto entre as pessoas

Outro receio bastante comum é o fato de virar assunto entre as pessoas. Como estamos falando para um grande número de indivíduos, automaticamente começamos a pensar que esse público, naturalmente, vai nos julgar em relação a qualquer fala. Dessa forma, existem os riscos de virar alvo de piadinhas e de brincadeiras.

Se você se identifica com esse tópico, certamente é por algo que remete a uma lembrança de infância, um medo que ainda não foi superado. Afinal, há no ser humano a necessidade de pertencer a um grupo, e, quando nos sentimos excluídos, isso pode trazer prejuízos para o nosso bem-estar em sociedade.

Quais as principais técnicas para perder o nervosismo ao falar em público?

Agora que você já conhece alguns dados interessantes sobre falar em público e também ficou por dentro de alguns dos principais motivos, vamos apresentar dicas para perder esse nervosismo.

1. Conheça o seu público

Inicialmente, é essencial que você conheça o seu público no momento de fazer qualquer apresentação. Dessa forma, há a possibilidade de identificar o tom de voz mais adequado, de conhecer os assuntos que mais despertariam interesse, além de trazer um discurso que gere o engajamento das pessoas que o escutam.

A partir do momento que você identifica que as pessoas estão prestando atenção de forma genuína, automaticamente você se sente mais tranquilo. Afinal, está trazendo algo que gera valor para aqueles indivíduos, uma vez que você, mais do que ninguém, tem autoridade para trazer aqueles assuntos discutidos no momento.

2. Conheça a si mesmo

Mais do que conhecer o público, também é importante que você conheça a si mesmo. Quais são os pontos que mais te deixam nervoso no momento de falar para um grande número de pessoas? Por que isso acontece?

Como mencionamos, algum trauma passado pode ser um dos motivos. Se você souber exatamente o por que de travar nesse instante, existe a oportunidade de trabalhar essas questões para que os traumas não apareçam na hora de fazer uma apresentação.

O autoconhecimento traz ganhos não apenas para falar em público, como também:

  • reagir de forma diferente para algumas situações da vida, independentemente do contexto (pessoal ou profissional);
  • perceber coo os fatos impactam as suas emoções e os seus sentimentos;
  • ter a oportunidade de descobrir a própria vocação;
  • deixar de ter medo de coisas e de pessoas, além do falar em público (uma reunião importante com a diretoria da empresa, por exemplo);
  • sentir mais confiança em si mesmo e nos outros.

3. Tenha um roteiro

Para falar em público, é essencial contar com um roteiro bem definido. Do contrário, facilmente há a oportunidade de você se perder e não conseguir trazer a mensagem pretendida. Para a definição de um roteiro de qualidade, tenha atenção à linguagem utilizada para a sua plateia, utilize recursos visuais sempre que necessário, além de definir os objetivos que você tem para aquele momento.

Além disso, entenda o que é preciso trazer na introdução para construir uma linha de raciocínio ao seu público. Nela, vai haver a possibilidade de contextualizar as pessoas sobre o assunto, de apresentá-las ao tema e de mostrá-las onde você deseja chegar com aquele discurso.

Ao identificar os tópicos passados durante esse período, você naturalmente fica menos ansioso. Afinal, sabe tudo o que deseja passar e está preparado para a ocasião.

4. Ensaie

Com o roteiro pronto, é preciso ensaiar. Durante essa etapa, você consegue identificar algumas pontas soltas no discurso preparado, ajustar o que for necessário e conquistará as palavras certas para utilizar na apresentação, de acordo com o objetivo e com o público pretendido.

Também é interessante que esse ensaio seja feito com um número maior de pessoas — e não sozinho. Sempre é bom ter alguém para ouvir o que preparamos para que eles deem feedbacks de partes que não ficaram tão compreensíveis. Mais uma oportunidade para ajustar o que você preparou até aqui!

5. Utilize ferramentas de suporte

Hoje, existem muitas ferramentas que podem ser utilizadas como suporte para a sua apresentação, o que minimiza o nervosismo ao falar em público. O ideal é que você evite levar papeizinhos e colas, pois isso não pega muito bem perante a plateia. Dá uma sensação de que não se preparou tanto e que não há domínio do conteúdo passado.

Porém, slides são uma ótima maneira para que você esteja por dentro de todo o roteiro. Mas atenção: o ideal é que sejam colocadas nele apenas palavras-chave em vez de muito texto. Essa prática não é a mais indicada, pois tira a atenção das pessoas (que vai ler em vez de prestar atenção), além de aumentar os riscos de você se perder durante alguma explicação.

Outra dica que deve ser considerada: não tente decorar o discurso. O ideal é que você entenda a mensagem que deseja transmitir para as pessoas e busque a melhor maneira para que elas possam compreender e se interessar pelo tema.

6. Busque exemplos

Como mencionamos, você mais do que ninguém domina o conteúdo que é transmitido. Se, em algum momento, você travar na explicação, busque exemplos.

Certamente você tem tópicos que podem servir de inspiração para ilustrar a mensagem passada. Eles, além de facilitar o seu trabalho para abordar sobre o tema, também vão permitir que o público entenda de forma mais prática um conteúdo mais técnico ou abstrato.

7. Tenha atenção à linguagem corporal

Muitas vezes, quando mencionamos falar em público, há uma atenção muito especial para a linguagem oral. Claro, ela é importante. Afinal, é por meio dela que você vai conseguir trazer o entendimento do público em relação ao conteúdo que deseja ser passado. Porém, não é a única. A linguagem corporal é essencial para evitar o nervosismo e contribuir para uma apresentação de qualidade.

Algumas dicas podem ser seguidas nesse momento, como:

  • evite alguns gestos bruscos que normalmente expressam descaso, como manter os braços cruzados por muito tempo ou colocar a mão no bolso;
  • não fique sempre estático. Ande pelo espaço que você tem disponível, uma vez que estar parado pode demonstrar nervosismo e também falta de confiança;
  • tenha cuidado ao escolher o que vestir. Nesse caso, sempre se adapte para a ocasião. Uma reunião de negócios de uma empresa formal precisa de um traje mais formal, por exemplo.

Neste conteúdo, você pôde conferir alguns dos motivos que levam ao nervosismo ao falar em público, além de ficar por dentro de algumas das principais técnicas para evitar essa questão. Conforme vimos, ter um bom planejamento do que você vai apresentar é essencial, além de contar com constantes treinamentos e monitorias que contribuirão para você colocar essas técnicas em prática.

Para saber um pouco mais, conheça o nosso site e entenda sobre a Penser!