Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Powered by Rock Convert

Fazer planos e conseguir executá-los pode parecer simples. Entretanto, com o tempo, vamos percebendo como isso é complicado. Resultado: buscamos por ferramentas e metodologias de gestão. Em outros casos, acaba acontecendo o contrário: alguns pensam que não precisam se preocupar com a gestão, motivo que acaba levando muitos negócios à falência. Por isso, é tão importante ter um modelo de gestão, eficiente e fácil de ser aplicado. E nós temos um pra você: o OKR. Neste artigo, vamos te ensinar sobre o OKR e como fazer para implementar essa metodologia de gestão de modo eficiente.

O que é OKR?

OKR (Objectives and Key Results, ou, em tradução, Objetivos e Resultados-chave) é uma ferramenta de gestão de metas. Ela foi criada pelo ex-CEO da Intel, Andrew Grove. A metodologia do OKR ajuda a definir e classificar o que é importante para conseguir alcançar metas. Para se ter uma ideia de sua eficiência, o Google usa a metodologia do OKR desde 1999. Não apenas grandes empresas podem implementar o OKR, como também empresas de pequeno e médio porte. Além disso, pessoas que usam essa metodologia de modo individual conseguem manter uma vida muito mais organizada.

Como funciona o OKR?

Seu nome, Objetivos e Resultados-chave, não foi escolhido à toa e está intimamente ligado ao funcionamento da metodologia.

Objetivos

Os objetivos são aquilo que a empresa deseja alcançar. Eles são formulados para, além de esclarecer o que deve ser buscado, também criar engajamento entre os colaboradores – todos em busca de um mesmo objetivo. Lembrando que os objetivos devem ser claros e específicos, sem abrir brechas para dúvidas. 

Resultados-chave

Sem os resultados-chave seria muito difícil alcançar os objetivos. Eles são metas menores que contribuem para alcançar a meta maior. Funcionam como uma espécie de “termômetro” para a empresa medir quão perto está de alcançar seu objetivo.

Passos para implementar o OKR

Não basta pensar apenas em objetivos e resultados-chave. Alguns passos e dicas são muito importantes para que o OKR realmente funcione e alcance bons resultados. Nós separamos alguns passos para garantir o funcionamento do OKR e facilitar sua implementação entre os colaboradores da empresa. Você vai perceber como seguir esses passos faz toda a diferença. 

Entenda que OKR faz parte da cultura empresarial

A cultura de OKR só pode ser estabelecida quando uma empresa realmente se interessa em estabelecer um processo bem estruturado em busca de alcançar suas metas. Pode parecer que em algumas empresas isso não vai funcionar, mas qualquer empreendimento, independente do tamanho, pode seguir essa metodologia de gestão.

Metas claras

Estabelecer metas bastante específicas é muito importante, afinal, não tem necessidade de ficar complicando o OKR. Mantenha esse padrão tanto para os resultados-chave, quanto para os objetivos principais. Dessa forma, todos os colaboradores permanecem alinhados em busca de um objetivo comum.

Prazos mais curtos

Se as metas do OKR forem longas demais, o processo será confuso e pode ser prejudicado. Por isso, estabeleça prazos relativamente curtos. Encontre o equilíbrio entre manter vivo o senso de urgência e o tempo necessário para o cumprimento da meta.

OKR classifica prioridades

OKR é o conjunto de objetivos que, quando alcançados, contribuem para um objetivo macro. Esses objetivos prioritários são essenciais para profissionais se familiarizarem melhor com seu trabalho e o que deve ser feito, direcionando bem seus esforços e evitando trabalho desnecessário.

Quando ocorre uma gestão objetiva e efetiva de OKR, a produtividade aumenta e o estresse no ambiente de trabalho diminui, ao passo que os profissionais se tornam mais felizes, com a autoestima elevada.

Como criar OKRs?

  • Todos os OKRs devem conter números;
  • Todos devem estar de acordo entre o gestor e o profissional;
  • Cada pessoa deve ter cinco objetivos macro com quatro resultados-chave para cada, no máximo;
  • O ideal é que pelo menos 60% dos objetivos seja definido pelo profissional que vai trabalhar neles.

Top Down e Bottom up

Tradicionalmente, as metas e objetivos são formados de cima para baixo, ou seja, a direção é quem decide, sem contar com a participação dos funcionários. Esse é o formato Top Down. Entretanto, é preciso que parte dessas decisões aconteça em formato Bottom up, passando pelo crivo dos funcionários. Trabalhe com o sistema 60% Bottom up e 40% Top up. Dessa forma, a direção não se preocupa com detalhes de como os objetivos serão alcançados, mas se encarrega de ter certeza de que alguém está pensando e trabalhando nisso. Também é uma forma de aumentar o engajamento dos funcionários. Os resultados podem ser surpreendentes.

Powered by Rock Convert

OKR promove o engajamento de todos

A cultura de OKR deve estar viva e presente dentro de sua empresa. Isso cria o sentimento de engajamento, de pertencimento; percebemos que todos caminhamos para o mesmo lugar, juntos, e que fazemos parte do mesmo time.

OKRs públicos

Torne os OKRs conhecidos, à vista de todo mundo. Todos estão reunidos em busca de um mesmo objetivo, por isso, é importante que todos conheçam os resultados à medida que o tempo passa e eles são conquistados. O objetivo de fazer isso é manter os colaboradores informados, para que tenham o processo claro em sua mente. 

Importante: não confundir esforços com resultados

O esforço é extremamente importante, afinal, não se pode contar com a sorte. Entretanto, esforço não é a mesma coisa de resultado. Estes, são o que realmente precisa ser analisado. Por exemplo, se todos estão se esforçando e trabalhando, mas não está havendo resultado, provavelmente algo está errado. Daí a importância de medir resultados. É somente através deles que conseguimos realmente entender o que está acontecendo. 

Além disso, acompanhe sempre os resultados. Uma boa dica é analisar os resultados por semana, permitindo a realização de ajustes rápidos mas sem sufocar os colaboradores com a pressão de análises diárias.

Fazendo OKRs eficientes

A metodologia OKR carrega consigo sua simplicidade. Não precisa de complicações. Vale ressaltar que simplicidade não significa demérito, muito pelo contrário. Essa simplicidade é o que torna o OKR único e eficiente. Siga a lógica básica: “O que?” e “Como?”

Estrutura

  • Objetivo (o que eu quero alcançar?). Pense em objetivos qualitativos e aspiracionais. Eles devem ser curtos e fáceis de memorizar. Além disso, os objetivos não precisam ser chatos. Eles podem ser informais e divertidos, se encaixando e combinando acordo com sua cultura organizacional.
  • Resultado-chave (Como posso mensurar que alcancei?). Foque na característica quantitativa e em ter métricas. Defina poucos, entre dois e cinco por objetivo, normalmente.

Níveis do OKR

O OKR possui três níveis hierárquicos e interdependes. Os OKRs da organização norteiam os OKRs dos departamentos, e estes norteiam os OKRs individuais.

  • Organizacional: os OKRs deste nível guiam toda a empresa. Eles devem motivar e inspirar e devem conter a estratégia e as prioridades.
  • Departamental: este nível guia a atuação dos departamentos, dos times. Levando isso em conta, eles podem ser mais específicos. Precisam estar alinhados ao nível acima.
  • Individual: estes OKRs estão focados no colaborador.

Erros comuns 

Atenção para os erros mais comuns que acontecem com o OKR. Tome cuidado para não reproduzi-los.

1. OKR como lista de tarefas

Entenda a diferença entre os resultados-chave baseados em valor e os resultados-chave baseados em atividades. O OKR deve ser usado para medir se você está adicionando valor, não se está simplesmente entregando tarefas e cumprindo o checklist.

2. OKRs demais

Mais uma vez, o OKR não é uma lista de tarefas, contendo tudo o que você precisa fazer; ele é uma lista de suas prioridades. 

3. Não alinhar os OKRs

Os OKRs não devem ser isolados, afinal, o OKR é uma ferramenta de alinhamento. Procure conversar com as outras equipes e mantenha sempre esse contato.


Agora que você já sabe a importância de estabelecer metas e já entendeu mais sobre a metodologia de OKRs, é hora de começar a implementá-las de forma correta em sua própria empresa – ou em seu dia a dia – e começar a ter melhores resultados.

E falando em objetivos e metas, para se aprofundar nesse assunto, vale a pena conferir nosso material para entender mais sobre metas, planejamento e análise. É só clicar aqui ou na imagem abaixo para fazer o download gratuito!

Planilha de definição de metas

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7