Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Muito se fala sobre liderança. Mas a autoliderança ainda é um tópico bastante desafiador, pois exige um nível de autoconhecimento elevado e de desenvolvimento constante.

O que é autoliderança e por que isso é importante?

A autoliderança é a capacidade de influenciar conscientemente seus próprios pensamentos e comportamentos, pensando em atingir metas pessoais ou profissionais. Ser líder de si mesmo é o primeiro estágio de liderança. Durante toda a sua carreira, é essencial que você seja capaz de planejar e definir seus objetivos por conta própria, além de se influenciar a seguir esses planos.

A autoliderança ajuda a tornar o indivíduo proativo, disciplinado e um tomador de decisões independente. As pessoas que não têm um forte senso de autoliderança tendem a sentir que não estão no controle de si mesmas, muitas vezes não têm foco e ficam sobrecarregadas facilmente.

Ser líder de se mesmo é um conceito que envolve se observar e gerenciar suas próprias demandas. E isso pode ser muito importante para que possamos ser melhores líderes de outros, já que teremos controle de quem somos para aplicarmos isso melhor ao nosso trabalho como gestores.

A autoconsciência é a capacidade de temos de reconhecer e entender nossas ações e impulsos. Com essa habilidade podemos observar melhor cada situação, estado emocional e o que motiva cada comportamento. Essa habilidade amplia não só o autoconhecimento, mas também a possibilidade de empatia e de aprendizado sobre cada situação.

Qualidades do bom líder de si mesmo

  • Autoconfiança

Com autoliderança, estamos colocando autoridade dentro de nós mesmos em vez de colocá-lo em outra pessoa ou instituição.   

  • Curiosidade

Sempre podemos ser um mistério para nós mesmos. A curiosidade nos ajuda a investigar nossa verdadeira natureza e ir além das crenças pré estabelecidas ou sobre o que os outros pensam de nós.

  • Coragem

É preciso coragem para enfrentar nossas sombras e nos tornarmos conscientes de nossas deficiências e limitações, exercitando bem o autoconhecimento.

  • Honestidade

A integridade é algo muito mais fácil no discurso do que na prática Precisamos de honestidade para observar e analisar nosso comportamento e nossas motivações, sem filtros ou julgamentos externos.

  • Disciplina

Precisamos de vigilância e autodisciplina para administrar nosso estado mental e emocional. Líderes de alto desempenho precisam ser sempre muito disciplinados.

  • Humildade

À medida que nossa inteligência emocional cresce, nos tornamos conscientes das tensões, oposições e ambiguidades dentro de nós. E isso deve gerar a humildade para assumirmos que não sabemos todas as respostas e não estamos sempre no controle.

  • Accountability

Ser responsável por nossos pensamentos, emoções, comportamentos e ações é uma característica marcante do líder de si mesmo. Saber assumir essas responsabilidades é algo essencial para o desenvolvimento da liderança.

  • Empatia

Quando temos empatia, podemos aprender muito sobre os outros, mas especialmente sobre nós mesmos, com compreensão e autoaceitação de quem somos.

  • Equilíbrio

Inconscientemente, muitas vezes nos comportamos como agressivamente ou de maneira muito passiva. Nenhum desses padrões comportamentais é o que se espera de um bom líder de si mesmo. Precisamos defender quem nós mesmos sem ir a nenhum extremo.

  • Vontade

Reconhecer nossa resistência ao crescimento é difícil e precisamos da disposição para lidarmos com o desconforto e nos adaptarmos ao feedback (interno e externo).

 

Como fortalecer a autoliderança

Para ser um bom líder de si mesmo, é necessário colocar em prática nosso autoconhecimento.

E o primeiro passo para alcançar bons resultados envolve desacelerar. Se você não diminui a velocidade, parar para refletir, você acaba lidando apenas com uma perspectiva.

Tire alguns minutos diários para a reflexão, analise os seus objetivos e como eles se relacionam com o que você está fazendo agora.

Observar o que está acontecendo dentro de você é a chave para começar a desenvolver essa habilidade.

Autoliderança é um processo de observar e gerenciar os pensamentos, ações e comportamentos, o que envolve um feedback interno constante, realizando as mudanças de com o passar do tempo.

 

4 autores essenciais para entender mais sobre autoliderança

Professor universitário e consultor de gestão, David Ulrich já escreveu mais de 30 livros e é leitura obrigatória para profissionais de RH e para os interessados no impacto da liderança em clientes e investidores. Já foi escolhido com o um dos líderes mais inovadores e criativos do mundo e é referência em educação corporativa.

Jim Collins é consultor de negócios e autor de livros de sucesso sobre gestão, sendo considerado o sucesso de Peter Drucker, um dos maiores nomes da administração contemporânea. O foco de Collins é gestão e liderança, considerando sempre a importância dessas pessoas para a empresa como um todo.

Autor do best-seller Pipeline de Liderança: O desenvolvimento de líderes como diferencial competitivo, obra que aponta a importância de se ter líderes capacitados em todos os níveis de uma organização – inclusive sendo líderes de si mesmos, Ram Charam é uma das maiores referências mundiais no assunto. É consultor de negócios e especialista em governança corporativa.

  • Jack Welch

Referência no mundo dos negócios por suas grandes habilidades de gestão, Jack Welch é reconhecido pela sua capacidade de inovação gerencial. Com ele você poderá aprender mais sobre a necessidade de estar sempre atento à honestidade na comunicação e boa organização de objetivos, não somente aos resultados esperados.

Teste: Como está a sua autoliderança?

O sucesso da autogestão bem direcionada pode ajudar a aumentar sua produtividade e considerar seus objetivos de vida e profissionais. Aqui estão algumas perguntas que são essenciais para a sua reflexão.

  • Estabeleço metas específicas para meu próprio desenvolvimento?
  • Trabalho em direção às metas que estabeleci para mim?
  • Tenho em mente metas conscientes para meus esforços de trabalho?
  • Conheço o meu jeito preferido de fazer as coisas?
  • Procuro atividades no meu trabalho que eu gosto de fazer?
  • Quando tenho uma escolha, tento fazer meu trabalho de uma maneira que eu gosto ou apenas faço da maneira mais rápida para concluir com agilidade?
  • Uso minha imaginação para me conceber executando bem tarefas importantes?
  • Visualizo o sucesso das minhas ações em uma tarefa antes de fazê-lo?
  • Imagino uma performance bem sucedida antes de fazer uma tarefa?

Lembre-se: Para ser um bom líder de equipes, é bom que você tenha controle da sua própria liderança e consiga fazer essa gestão com sucesso e consciência.

Faça o download do ebook gratuito com esse conteúdo completo clicando aqui!

César Curi

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.
Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7