Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
lider pela primeira vezPowered by Rock Convert

Você já ouviu falar em Roda da Vida? Se você está envolvido no universo do coaching é muito provável que já tenha se deparado com este tema em suas pesquisas e estudos, afinal a Roda da Vida é uma das ferramentas de avaliação pessoal mais populares atualmente.  

A técnica consegue auxiliar em diversos aspectos, podendo ser utilizada na vida pessoal e profissional. No âmbito profissional, é bem possível que você já tenha ouvido falar na Roda da Vida por meio de outra terminologia: Roda de Competências. 

Caso já conheça o método, este artigo te ajudará a revisar seus conhecimentos e resolver algumas de suas dúvidas sobre a utilização da ferramenta. Se você conhece pouco ou quase nada sobre a Roda da Vida, este artigo também te ajudará, pois vamos te contar o que de fato a ferramenta é, como ela funciona e qual a sua importância. Boa leitura! 

A origem da Roda da Vida

A ferramenta foi criada na década de 1960 pelo famoso autor e palestrante na área de motivação, Paul J. Meyer. Antes de conquistar uma posição de renome, Paul passou por uma origem humilde, tendo crescido durante a Grande Depressão e exercido o papel de paraquedista na Segunda Guerra Mundial. 

Depois desses acontecimentos, e aos 27 anos, Paul J. Meyer tornou-se milionário controlando duas seguradoras. O processo não foi fácil, pois precisou de bastante motivação e persistência. Dessa combinação, uma nova oportunidade de negócios surgiu. 

Paul J. Meyer se tornaria um dos mais famosos palestrantes motivacionais do mundo e venderia bilhões de dólares com seus livros, tudo isso porque Meyer sempre apostou na motivação como o primeiro passo do desenvolvimento pessoal. 

O que é Roda da Vida?

A Roda da Vida é uma ferramenta de coaching e life coaching bastante utilizada para executar avaliações pessoais. Avaliações estas que se baseiam em um entendimento sobre diversas áreas da nossa vida. 

Sua estrutura é, na prática, uma tradução gráfica de seu nome. Podemos comparar a Roda da Vida com um gráfico de pizza, cujo círculo principal é dividido em várias partes e cada parte representa uma área fundamental da vida. A quantidade de divisões vai depender do modelo a ser utilizado e, apesar de não haver um limite de fatias, a quantidade mais popular varia entre 8 e doze divisões.

Com as divisões feitas e representando uma área da vida, a pessoa deverá determinar o seu nível de satisfação com cada uma das áreas demarcadas. Essa demarcação visual permite enxergar os setores que precisam de mais atenção, sendo uma poderosa ferramenta de autoconhecimento.

Como a Roda da Vida funciona?

Para se sentir realizado na vida pessoal e profissional é preciso se atentar a todos os setores da vida. Se um deles vai mal por ser negligenciado, é bem possível que a plenitude completa nunca chegue. 

Ao utilizar essa ferramenta de autoconhecimento, é mais fácil enxergar um panorama geral da situação atual de maneira gráfica e organizada. Quando uma ou mais áreas da vida aparecem com um nível baixo de satisfação é possível identificar as áreas que devem ser trabalhadas com mais prioridade. 

Para aplicar a técnica, basta seguir alguns passos, sendo eles: 

  • Você precisará de uma imagem da Roda da Vida. Aqui vale desenhar a roda e suas divisões ou mesmo buscar por um modelo já pronto e imprimir;
  • Com a roda em mãos, escreva o nome de cada categoria nas divisões. O modelo mais comum possui de 8 áreas da vida até 12, sendo elas pertencentes a quatro macrotemas: Pessoal, Profissional, Relacionamento e Qualidade de Vida;
  • Quando os setores já estiverem divididos, será preciso realizar uma nova divisão, dessa vez dentro de cada área. Para isso, faça uma escala de zero, começando no centro do círculo, até dez, finalizando na borda;
  • Agora, é hora de preencher as pontuações, que vão de 1 a 10 (as subdivisões de 1 a 10 ajudam a colorir a Roda da Vida como se fossem divisões percentuais, se 4 subdivisões forem coloridas, por exemplo, significa que o nível de satisfação com aquela área é de 40%);
  • Com tudo preenchido, chegou a etapa de reflexão. Em primeira instância observe a roda e pense se o resultado obtido te traz felicidade (ou ao cliente), ou se você gostaria que a realidade fosse diferente;
  • Se necessário, também é interessante marcar quais seriam os pontos ideais de cada área, criando um segundo círculo;
  • Analise quais são as áreas que precisam de uma maior atenção, ou seja, aquelas com pontuações mais baixas;
  • Com as áreas de atenção definidas, elenque uma prioridade, a área principal, que é chamada de alavanca. É ela que será o foco das próximas sessões. 

As 12 áreas da roda da vida

Você já viu ao longo do texto que a Roda da Vida é popularmente encontrada com 8, 10 ou 12 divisões. A mais tradicional é a roda com 12 setores de avaliação. Aqui, vale destacar que cada setor pode ser alterado de acordo com o objetivo da aplicação da técnica, mas de toda forma é importante que você conheça os principais. Os 12 setores podem ser agrupados de acordo com 4 grandes áreas. Veja abaixo.

Pessoal 

1. Saúde e disposição

Esta é a primeira área referente à vida pessoal e diz respeito à situação atual de saúde da pessoa. Como saúde, entenda aqui as saúdes física, mental e emocional. Então é preciso fazer um balanceamento entre elas para selecionar a pontuação do setor. 

2. Desenvolvimento intelectual 

A área de desenvolvimento intelectual representa o aprendizado. Você está satisfeito com o que você tem aprendido? Quanto mais a parte intelectual for negligenciada, menos você estará aprendendo e mais complicado será o seu caminho até os seus objetivos, uma vez que novas habilidades te ajudam a ganhar destaque e alcançar o topo mais rapidamente. 

3. Equilíbrio emocional

Aqui é preciso analisar como está o equilíbrio das emoções ao longo do dia. Você mantém um sentimento nivelado ou as suas emoções sofrem bastante oscilação em um único dia? Para avaliar essa área da vida, pense também em como você lida com as suas emoções, sejam elas positivas ou negativas. 

Profissional 

4. Realização e propósito

Chegamos no macrossetor profissional. Aqui cada uma das áreas será referente à sua vida no trabalho. Para classificar a área de realização e propósito, reflita no quanto você se sente realizado quando pensa em sua profissão. Você está feliz com o que você faz? O seu trabalho condiz com os seus valores? 

5. Recursos financeiros

Aqui será preciso classificar como andam as suas finanças. Analise se o dinheiro que ganha é capaz de manter o seu padrão de vida e também se existe espaço financeiro para investir em uma constante melhora. 

Powered by Rock Convert

6. Contribuição social 

Na última área profissional, pense em sua percepção quanto ao social: como o que você faz profissionalmente colabora positivamente para a sociedade? Ao impactar de forma positiva outras pessoas é bem possível que a sua satisfação pessoal com o trabalho seja elevada. 

Relacionamentos

7. Família

Agora você começará a olhar para as áreas que representam as suas relações. A primeira delas diz respeito à sua relação com a família. Por ser o núcleo social que a maioria das pessoas têm maior tempo de convivência, é importante pensar se as relações familiares vão bem e qual o impacto, positivo e negativo, que elas têm em nossa rotina diária. 

8. Desenvolvimento amoroso

Outra área de relacionamento muito importante para a satisfação pessoal dos seres humanos é a parte amorosa. Nessa parte da Roda da Vida, classifique como vai o seu relacionamento amoroso e pense também em você mesmo e em como está a sua autoestima. 

9. Vida social

Por fim, a terceira área de relacionamentos é sobre a sua vida social. O sentimento de pertencimento a um grupo é muito importante para o equilíbrio de nossa vida, por isso, para esse setor, pense em sua satisfação com o seu grupo de amigos e se o tempo de vocês é gasto com qualidade. 

Qualidade de Vida

10. Criatividade, hobbies e diversão

O último dos quatro macrossetores diz respeito à nossa qualidade de vida. A primeira área é a de criatividade, hobbies e diversão, por isso, para analisá-la, pense nos seus momentos de descanso que são empregados em coisas que você realmente ama fazer. Todos precisamos de um tempo para relaxar e exercitar a nossa criatividade. Como é esse tempo para você? 

11. Plenitude e felicidade

Você sabe o que é plenitude? Uma consulta rápida ao dicionário nos diz que plenitude é o estado do que é inteiro, completo. Ou seja, o sentimento de plenitude chega quando nos sentimos bem com a nossa vida, capazes de aproveitá-la ao máximo. Nessa área, faça a sua classificação pensando se a sua vida está sendo vivida com qualidade. Pense também se você possui um propósito de vida, como anda o seu autoconhecimento e a sua sensação de felicidade. 

12. Espiritualidade

Chegamos à décima segunda e última área da Roda da Vida, a área de espiritualidade. Não se engane, pois essa área não precisa ter necessariamente uma ligação com a religião. Para fazer a classificação da área é preciso que você faça uma reflexão sobre como a espiritualidade impacta sua vida. 

A Roda da Vida e o Coaching

Se você chegou até aqui já conhece bastante sobre a Roda da Vida e como essa ferramenta de autoconhecimento pode ser aplicada na vida das pessoas. Por ser uma metodologia que visa o autoconhecimento, a Roda da Vida faz muito sentido para o coaching

Por meio do uso da ferramenta é possível entender de forma mais acertada qual é o momento no qual a pessoa se encontra. Além disso, com as classificações das áreas da vida, é possível identificar mais facilmente quais são as áreas que precisam ser trabalhadas com mais urgência e onde a pessoa deseja chegar com o coaching. 

Depois da análise realizada com a Roda da Vida, uma outra etapa importante acontece. Identificando os objetivos e dores, fica mais simples estabelecer os próximos passos até o atingimento das metas.  

É por isso que a Roda da Vida é uma ferramenta comumente utilizada no Coaching de Vida, uma vez que com ela se tem uma visão amplificada da satisfação do cliente com cada uma das áreas de sua vida, facilitando o entendimento de quais pontos devem ser trabalhados durantes as sessões seguintes. 


Conclusão

A versatilidade que a Roda da Vida possui permite que seja possível utilizar essa ferramenta como forma de obter conhecimento sobre diversos aspectos da vida de uma pessoa. 

O fato da roda ser tão flexível, podendo modificar os setores de acordo com o objetivo de cada indivíduo, fez com que a metodologia fosse ainda mais popularizada e igualmente utilizada.

Aplicada ao coaching, a Roda da Vida ajuda a traçar as metas específicas para cada cliente, além de promover no próprio cliente uma reflexão sobre o autoconhecimento, fazendo com que ele mesmo veja de forma visual quais são as áreas de sua vida que precisam de mais atenção na quele momento. 

Além de uma visão geral sobre as áreas da sua vida, a Roda da Vida também permite a aplicações em outras situações, como quando há a necessidade de se estruturar um novo projeto, entender as ambições profissionais e até pensar em melhores planos dentro de um relacionamento. 

Com o objetivo de conseguir o que essa ferramenta tem de melhor a oferecer é importante evitar o superficial. Uma vez que a Roda da Vida mostra de maneira visual e didática a atual circunstância de cada uma das áreas da vida, é preciso estimular nas sessões seguintes uma reflexão aprofundada sobre cada setor. 

Outro ponto importante é que a Roda da Vida não deve ser feita uma vez e arquivada para ser esquecida. Muito pelo contrário! Com o passar do tempo, os valores de cada área vão mudando e é por isso que a roda precisa ser revisitada de forma periódica para que o progresso seja acompanhado de perto. 

Se você quer alcançar seus objetivos com sucesso, nós podemos ajudar. Clique na imagem abaixo para agendar uma consultoria e comece a dar uma guinada em sua vida!

consultoria de carreira personalizada

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7