Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Powered by Rock Convert

Em busca de mais qualidade de vida, segurança e novas oportunidades de trabalho, o brasileiro tem migrado, cada vez mais, para Portugal. O número vem crescendo significativamente nos últimos anos e os moradores vindos do Brasil são a maior comunidade de estrangeiros residentes no país. De acordo com pesquisas recentes, ao todo já são mais de 110 mil que fizeram este caminho e a facilidade com o idioma e a busca por novas oportunidades são alguns dos principais motivos que fazem as pessoas tomarem a decisão de morar e trabalhar nesse país.

Porém, quem decide trabalhar no exterior, além de precisar estudar muito sobre o país e ir atrás de qualificação e oportunidades, precisa conhecer a fundo sobre a cultura do local, seus custos de vida, implicações legais e muito mais. Isso vai ser fundamental para que essa atitude seja realmente benéfica para sua carreira e não acabe se tornando uma frustração – como acontece frequentemente.

Portanto, se você também tem vontade de morar e trabalhar em Portugal, neste artigo vamos falar mais a respeito das possibilidades no país, salários, vistos, benefícios e custos de vida. Assim você pode ficar mais tranquilo para tomar sua decisão e ter muito sucesso. Vamos lá?

Vale a pena trabalhar em Portugal?

Para decidir se fazer essa transição é ou não é o mais adequado para sua carreira, é preciso levar em conta um série de fatores que terão grande impacto em seu dia a dia durante essa experiência. A seguir, vamos falar sobre alguns deles para que seja mais simples para você tomar essa decisão e entender se vale mesmo a pena trabalhar em Portugal.

Oportunidades

Se o seu receio maior é sobre ter ou não emprego para brasileiros em Portugal, não se preocupe. Existem oportunidades, sim. Porém, o mercado é bem competitivo e é preciso ter certas competências e experiência para poder concorrer às vagas.

As vagas existem para muitas áreas, mas para alguns trabalhos é importante fazer a validação do diploma para exercer a profissão, principalmente na área da saúde.

O mercado também é exigente. Por exemplo, é importante saber falar inglês e espanhol para trabalhar em locais como bares ou restaurantes.

Profissões bem pagas em Portugal

Em qualquer país existem áreas mais promissoras do que outras. De forma geral, as profissões mais promissoras em Portugal são:

  • Tecnologia;
  • Marketing;
  • Medicina;
  • Direito;
  • Engenharia;
  • Turismo.

Em áreas como essas, é possível receber salários acima dos 1.000€ .

Salário

Um dos aspectos para se analisar antes de cogitar sua mudança, é o salário médio em Portugal para as diferentes profissões e também como a moeda se comporta no país. A moeda oficial do país é o euro e o salário mínimo de Portugal em 2019 é de cerca de 600 euros (sem tirar a parte dos descontos), ou seja, cerca de R$1.600,00 a mais do que o salário mínimo brasileiro. 

O salário de 600 euros normalmente é pago para quem vai trabalhar em Portugal em cargos que não é preciso conhecimentos específicos acadêmicos ou técnicas, como por exemplo segurança, call center, pedreiro, e outros.

Curiosidades:

  • A  taxa de desemprego, segundo a Eurostat, é de 6,8%.
  • A Remuneração média em Portugal, de acordo com o INE (Instituto Nacional de Estatística) e dados do segundo semestre de 2018, é de aproximadamente 887€.

O valor dos salários parece muito bom, porém, é preciso tomar cuidado com essa informação e nunca avaliá-la de maneira isolada. Isso porque o custo de vida (sobre o qual vamos falar a seguir), pode acabar fazendo o salário valer muito menos (ou muito mais) do que o que você espera.

Custo de vida

O custo de vida é um fator bem relevante para a escolha de muitos imigrantes, uma vez que pode definir o quão confortavelmente será possível viver no país. Na hora de decidir trabalhar em Portugal, esse ponto pesa bastante. Mas não se preocupe,  o país ainda é um dos com o custo mais baixo da Europa Ocidental. Confira alguns gastos que são importantes de serem levantados antes de decidir se mudar.

Aluguel

Alugar um imóvel em Portugal já foi mais em conta em grandes cidades como Lisboa e Porto, mas por causa da alta no turismo, os preços estão mais altos.

Pelas estimativas da Numbeo, banco de dados global de fonte coletiva de preços, no ano de 2018:

  • Um T1 – moradia com 1 quarto – sem mobília e na região central tem o preço médio mensal de 583,71€, incluindo taxas.
  • Um apartamento com 1 quarto e sem mobília fora do centro da cidade sairia por 425€ por mês, incluindo taxas.
  • Quartos completamente mobiliados para estudantes são mais baratos, cerca de 150€ a 200€ mensais, normalmente sem contas inclusas.

Lembrando que essa é uma média total de Portugal, mas cada região do país pode ter os preços bem diferentes.

Alimentação

O preço de um almoço em Portugal fica em torno dos 8€, num restaurante com o preço mediano. Nessa refeição, costuma estar incluso por esse valor o combo pratos + bebida + café. Quanto às compras no supermercado, elas variam de acordo com o estabelecimento e, assim como no Brasil, também dependem da marca que se consome.

Se você deseja ir trabalhar em Portugal e morar lá, deve separar para gastar em torno de 8€ para cada refeição fora de casa e de 150€ a 200€ por mês com as compras.

Para quem gosta de frutas e legumes fresquinhos, Portugal é excelente, pois esse tipo de alimento é facilmente encontrado num preço menor em pequenas quitandas de moradores que plantam em suas quintas (espécie de sítio) e vendem na cidade.

Outras contas

A maioria das casas em Portugal são elétricas e, por isso, a conta de luz é mais cara. No total, de acordo a Numbeo, o gasto médio com água, luz e gás é mais ou menos de 90€ por pessoa.

A eletricidade em Portugal é uma das mais caras da Europa, por isso é preciso ter atenção aos meses de inverno, pois os custos sobem consideravelmente.

Valor médio total das despesas mensais em Portugal:

  • 425€ (aluguel apartamento com 1 quarto, fora do centro)
  • 150€ (alimentação)
  • 90€ (contas de água, luz, gás)
  • 36€ (transporte)
  • 15€(saúde)

TOTAL: 717€ para uma pessoa sozinha que queira levar uma vida simples.

Em cidades mais caras, como Lisboa e Porto, o valor sobre para um gasto mínimo de 875€.

Powered by Rock Convert

O processo para trabalhar em Portugal

Entrevista de Emprego

Participar de uma entrevista de emprego em Portugal é mais ou menos como no Brasil: você entra em uma sala com pessoas da empresa, que te fazem perguntas pessoais, sobre estudos e experiência profissional. Normalmente, o processo tem mais de uma fase: a segunda, muitas vezes envolve atividades em grupo e na fase final existe mais uma entrevista individual. Caso você ainda não esteja no país, as entrevistas costuma ser feitas também por Skype.

Assim como em qualquer lugar, é preciso estar preparado para esse tipo de situação e aqui neste artigo nós trouxemos algumas dicas valiosas que podem te ajudar. Vale conferir!

Visto

Para quem não tem cidadania portuguesa ou europeia, é necessário ter o visto de trabalho. Para trabalhar em Portugal, você pode solicitar alguns tipos de visto: de trabalho, de empreendedor, o Startup Visa ou o Golden Visa. Todos eles dão direito a trabalhar em Portugal.

Também é possível trabalhar com o visto de estudante, mas para isso é necessária a autorização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Para solicitar o visto para o Centro de Solicitação de Visto, é necessário que a pessoa tenha um contrato de trabalho ou uma carta convite de trabalho, não esteja ou nunca tenha estado ilegal na Europa e não possua antecedentes criminais.

Existem algumas pessoas que contratam o trabalhador sem visto, porém, o indivíduo acaba trabalhando sem benefícios e ilegalmente, o que não é o ideal. Algumas empresas podem inclusive explorar os colaboradores sem visto, pois eles não poderão contactar as autoridades.

Será que devo me arriscar?

É sempre complicado fazer grandes mudanças, porém, muitas vezes é necessário para o desenvolvimento da carreira e para a realização profissional.

Agora que você já sabe mais sobre como trabalhar em Portugal e viver no país, reflita bem sobre a ideia. Se o problema for medo de um possível fracasso, tenha coragem para sair da sua zona de conforto (que na verdade não é tão confortável assim)!

Em outro artigo aqui do Blog falamos justamente sobre sair desse comportamento que evita o novo.

“Quando opta-se por sair a zona de conforto é possível sentir sensação de segurança mediante as tomadas de decisões. Cada experiência fora da sua zona de conforto vai lhe dar satisfação e você vai querer ir cada vez mais longe.

Sair da zona de conforto também proporciona ganhos pessoais e profissionais. Ao atingir suas novas metas, você aumenta seu aprendizado,  a autoestima, a motivação, a sensação de bem-estar e fortalece o autoconhecimento. Essas sensações causam um aumento de resultados e automaticamente obtém-se visibilidade nos projetos e/ou reconhecimento profissional.”

Curiosidades

Vale ainda conhecer algumas curiosidades sobre a vida em Portugal:

Saúde pública

A saúde em Portugal não é gratuita. Em todos os serviços são cobradas taxas para seus usuários. Mas, felizmente, o governo paga a maior parte e os pacientes arcam com os custos para consultas, urgências, exames e cirurgias.

Em Portugal, quando o atendimento é para crianças, grávidas e pacientes com algumas doenças crônicas não é preciso pagar taxa.

Cultura Brasileira

Muitos brasileiros não têm noção o tanto que os portugueses sabem sobre nosso país. Músicas e novelas daqui são bastante consumidas por eles.

A Globo Portugal transmite algumas novelas atuais e antigas, o que colabora para despertar o interesse que eles têm nas paisagens naturais, linguagens, hábitos e personalidades brasileiras.

Caixas eletrônicos

Portugal é um país considerado bem seguro: ele é o quarto mais pacífico do mundo de acordo com o Global Peace Index (GPI). Por causa da segurança, os caixas eletrônicos ficam na rua e não é necessário entrar no banco para sacar dinheiro.

Outra curiosidade sobre Portugal é que você faz “levantamentos” de dinheiro e não saques. Em Portugal, fazer um saque significa roubo.

Transporte

De acordo com Melissa Pio, do Blog Mel no Mundo, em Portugal as pessoas acham 40 minutos de deslocamento uma distância muito grande. Essa é uma realidade engraçada quando se pensa nas grandes cidades brasileiras.

Outra curiosidade é que, no centro de Lisboa, não podem circular carros que foram fabricados antes do ano 2000. Essa é uma tentativa de conter a poluição na região. De toda forma, muita gente prefere usar o transporte público quando vai a essa parte da cidade, pois é muito complicado conseguir estacionamento na Baixa, o centro de Lisboa.

Decidido a ir trabalhar em Portugal?

Então prepare-se da melhor forma possível, estude sobre o país, sua cultura e suas normas e boa viagem! Não se esqueça de tirar o máximo proveito dessa experiência e aprender tudo o que for possível sobre sua profissão em outro país. Esse vai ser um diferencial enorme caso você volte a trabalhar no Brasil em algum momento.

E se você ainda não se decidiu sobre trabalhar em terras portuguesas, é hora de realmente avaliar todos os pontos que trouxemos aqui no artigo e entender se a mudança é algo que faz sentido para você – tanto em termos financeiros, quanto de propósito e desenvolvimento de carreira.

Se você já mora ou trabalha em Portugal, não deixe de compartilhar sua experiência conosco e deixar outras sugestões para quem está prestes a trilhar esse caminho.

Aproveite também para conferir nosso ebook sobre transição de carreira! Você vai descobrir que muitas vezes você nem precisa atravessar o oceano para dar outro rumo para sua vida profissional: só precisa de bastante vontade e dos direcionamentos certos!

ebook penser transição de carreira

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7