Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7

A pandemia provocada pelo novo coronavírus causou mudanças profundas na sociedade, em diferentes aspectos. E, se tem uma coisa que a pandemia serviu para mostrar, no que diz respeito ao trabalho, foi que não somente o home office funciona, mas que ele pode ser muito bem-vindo! Não obstante, além do home office, outro regime que funcionou e continua funcionando bem é o trabalho híbrido, que mistura o presencial com o remoto.

Hoje, vamos falar sobre o modelo de trabalho híbrido, considerado uma forte tendência para 2021 – e para os anos subsequentes! Continue lendo para ficar por dentro do assunto!

A tendência do home office

O ano de 2020 foi marcado pelo home office, uma tendência que veio para ficar. Mas 2020 passou. A pergunta que fica é: o que vem agora? E quando a pandemia acabar, será que o home office vai continuar fazendo parte do cotidiano dos profissionais?

Após um ano marcado pelo home office, empresas brasileiras perceberam a importância e urgência de repensar seus modelos de trabalho para a nova realidade. Em um mundo pós-pandemia, o pensamento voltou-se para um modelo que não abandonasse completamente o home office, mas que também pudesse aumentar o trabalho presencial. Diante disso, surge uma solução, considerada, também, como tendência: o trabalho híbrido. Basicamente, o modelo de trabalho híbrido mescla trabalho presencial com trabalho remoto.

Em uma matéria para a editoria de Economia e Negócios do Estadão, Lucas Nogueira, diretor de recrutamento da empresa de consultoria e recursos humanos Robert Half, afirmou que adotar apenas o home office, em tempo integral, não deve ser algo saudável para a saúde mental dos colaboradores, mas que, por outro lado, o trabalho 100% presencial passou a ser totalmente gerenciado e flexível. Ainda de acordo com o diretor, a flexibilidade no regime de trabalho serviria, também, para reduzir os custos do escritório e reter profissionais.

Como se adequar ao modelo de trabalho híbrido?

Assim como no regime 100% remoto, o modelo de trabalho híbrido também exige o desenvolvimento e aprimoramento de habilidades, em especial, das soft skills. As soft skills (habilidades interpessoais) são habilidades relacionadas a comportamentos e à maneira como nos relacionamos com os outros. Alguns exemplos são: autoconhecimento, trabalho em equipe, liderança, empatia, comunicação etc.

Soft skills mais valorizadas no trabalho híbrido

Importante ressaltar que o aperfeiçoamento de soft skills deve ser feito não somente por colaboradores, mas, também, pela gerência e por profissionais de todas as hierarquias. 

É importante que o colaborador, por exemplo, desenvolva sua capacidade de autogerenciamento, pois, no home office, não haverá supervisão como no trabalho presencial. Não se trata somente de cumprir com seu trabalho, mas, também, de ter iniciativa, saber separar tarefas pessoais do horário de trabalho e, claro, criar uma rotina.

Já para os gestores, uma soft skill muito importante é a empatia! É preciso ter empatia para entender o funcionário, sua realidade e necessidades. Além disso, deve-se ter cuidados e buscar dar prioridade a entregas e produtividade, em detrimento de horários e regras rígidas.

Por fim, uma habilidade que deve ser ainda mais trabalhada no modelo de trabalho híbrido é a capacidade de comunicação. Como muitas coisas serão tratadas online, com emails, ligações e, até mesmo, mensagens, é preciso saber se comunicar com clareza e eficiência. Além disso, a afinidade e experiência com tecnologia são cada vez mais indispensáveis, especialmente no trabalho híbrido.

Por falar em soft skills, que tal dar uma conferida em outro conteúdo aqui no site? Clique aqui e acesse: Soft Skills: o que são e como utilizar essas competências no seu currículo

Quais os benefícios do trabalho híbrido?

Em primeiro lugar, devemos ter claro em nossa mente que o modelo de trabalho híbrido é uma tendência fortíssima e que, como tal, deverá permanecer. Assim, as empresas que decidirem aderir ao trabalho híbrido seguirão uma tendência e podem tirar proveito disso. Confira, abaixo, algumas vantagens de adotar o trabalho híbrido:

  1. Retenção de talentos: por se tratar de uma tendência que se adequa à realidade social e, inclusive, à realidade do trabalhador, esse modelo de trabalho pode ajudar a reter talentos que desejam ter um trabalho híbrido;
  2. Diminuição de atrasos: já que o trânsito é um dos principais causadores de atrasos, no modelo híbrido, os atrasos tendem a diminuir;
  3. Trabalho em equipe: pode parecer que o home office causa o efeito contrário. Mas, o trabalho híbrido pode unir mais ainda os colaboradores, já que ele necessita de mais comunicação;
  4. Redução de custos: se tem um item importante na hora de se levar em conta o modelo de trabalho híbrido é a redução de custos. O trabalho híbrido, embora não exclua totalmente o presencial, permite flexibilidade de funcionários, possibilitando que um grupo trabalhe presencialmente em dias alternados com outro grupo, por exemplo, além de reduzir custos com energia, água, alimentação etc.;
  5. Possibilidade de gerir melhor o tempo: funcionários que sabem gerir seu tempo conseguem aproveitar essa vantagem que o trabalho híbrido tem a oferecer, aumentando seu tempo de qualidade consigo mesmo, com familiares e amigos.

Importante ressaltar que o trabalho híbrido também tem suas ressalvas, assim como o home office e o trabalho 100% presencial. No caso do trabalho híbrido, pode haver dificuldades, como: problemas de comunicação, menos contato entre equipes, dificuldades de separar vida profissional de vida pessoal, dificuldade de gestão de tempo, entre outras. Mas isso vai depender do colaborador e da gestão, que podem conversar e chegar a soluções que evitem tais problemas.

O que diz a lei?

Até o momento, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – lei referente ao direito do trabalho e ao direito processual do trabalho no Brasil – não contempla o trabalho híbrido. Porém, as empresas têm seu respaldo. Em 2017, houve a publicação da Reforma Trabalhista, e a lei n° 13.467 passou a regular o teletrabalho. Além disso, também houve a MP 927, que regulamentou o home office durante algum tempo.

Para assumir a jornada de trabalho híbrida, uma empresa precisa fazer um aditivo de contrato home office, comprovando que ambas as partes – empregador e funcionário – concordam com esse modelo de jornada, baseado em parâmetros. Assim, cada empresa pode definir suas regras e controle.

Como implementar o trabalho híbrido com eficiência?

Semelhante a outros tipos de mudança, a implementação do trabalho híbrido também deve seguir parâmetros e uma política que considere as duas partes, pensando no que for bom para a empresa e para os colaboradores.

Uma das primeiras coisas em que a empresa pode investir é em treinamentos e capacitações. Os funcionários, acostumados ao regime presencial, vão precisar se adequar à nova realidade. A capacitação vai ajudar, inclusive, a evitar problemas, como lembramos acima. Com o treinamento devido, profissionais vão aprender a administrar seu tempo e aumentar sua produtividade. A capacitação deve ser constante, à medida que o tempo passar e/ou que surgirem novas necessidades.

O RH precisa ficar atento ao que acontece tanto presencialmente, como no home office, observando a produtividade, formando lideranças e garantindo qualidade de vida e concordância com a legislação brasileira para assegurar os direitos dos colaboradores.

Outro fator importante é o investimento em softwares e material para os colaboradores. Como metade de seu tempo vai ser dentro de casa, os funcionários precisam estar munidos das ferramentas corretas, incluindo, quem sabe, cadeiras e mesas adequadas, além de computadores, notebooks, fones de ouvido etc. No caso dos softwares, eles serão úteis para organização e demais necessidades no dia a dia de trabalho.

O modelo organizacional e a cultura da empresa também precisam ser revistos para se adequarem ao novo modelo de trabalho que, provavelmente, será para todos.


Conclusão

Como você pôde perceber, o home office não está mais sozinho! O modelo de trabalho híbrido também é uma forte tendência que vai permanecer no mercado. Sabendo disso, tanto empresas, como profissionais, devem se adequar à nova realidade e buscar capacitação para aderir às tendências.

Portanto, se você quer saber como potencializar sua empresa ou sua carreira, acesse nossa consultoria! Aprenda a lidar com as tendências do mercado e alcançar o sucesso! Se quiser uma consultoria profissional, clique aqui. Agora, se a consultoria for para sua empresa, clique aqui.

Comente, abaixo, o que achou do texto e aproveite para falar sobre quais mudanças você acredita que o trabalho híbrido pode provocar! Ah, não deixe de compartilhar, também, em suas redes sociais!

César Curi

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.
Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7