Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Com certeza, uma tendência do mercado atual é a valorização dos colaboradores. Por isso, as empresas que focam em seus funcionários se destacam em relação às outras. Isso porque o capital humano é fundamental para qualquer negócio! Uma maneira de demonstrar essa valorização é por meio do treinamento comportamental, que aumenta a performance e o engajamento dos profissionais. 

Além disso, as organizações que aplicam o treinamento comportamental também demonstram que estão interessadas no crescimento de seus colaboradores, e não somente em lucros. E, quando os profissionais se sentem valorizados, eles tendem a melhorar seus resultados.

Mas o que é treinamento comportamental? É sobre isso que vamos falar hoje! Saiba, também, como fazer treinamento comportamental, como mensurar seus resultados, qual sua importância e quais os benefícios do treinamento comportamental. Continue lendo para saber mais!

O que é treinamento comportamental?

Basicamente, o treinamento comportamental prepara e capacita os colaboradores. Ele está focado em trazer resultados pontuais e imediatos, por isso, normalmente, comunica ao colaborador conhecimentos sobre questões técnicas necessárias no exercício de sua função.

O treinamento comportamental é uma solução para as diferenças que encontramos nas organizações. Como existem pessoas diferentes, é praticamente impossível aplicar o mesmo treinamento e extrair os mesmos resultados. Mas, por meio do treinamento comportamental é possível entender qual o melhor método de ensino para cada equipe e quais habilidades devem ser trabalhadas de acordo com as competências e características comportamentais dos colaboradores.

Assim, o treinamento comportamental trata-se do processo de aperfeiçoar atitudes, características e habilidades comportamentais dos profissionais conforme os princípios da organização.

Vale ressaltar que o objetivo do treinamento não é tirar a individualidade de cada um nem a pluralidade existente na empresa, afinal, as diferenças contribuem de forma muito positiva! Mas, é importante que, mesmo sendo diferentes, os colaboradores tenham um modo de agir conforme os valores e a ética da empresa e que lhes permita conviver em harmonia. O treinamento comportamental, portanto, desenvolve o perfil do colaborador, alinha questões pertinentes entre equipes e corrige problemas como falta de comunicação, absenteísmo etc.

Antes de saber como fazer treinamento comportamental, é muito importante que a empresa entenda os seguintes aspectos sobre o comportamento de seus funcionários:

  • Emoções: as pessoas têm muitas emoções, que vão ser expressas durante seu dia. O ponto não está em reprimir emoções, mas em saber equilibrá-las dentro do ambiente de trabalho;
  • Transformações: quando um colaborador começa a trabalhar na empresa, ele tem alguns sonhos e expectativas. Mas, conforme o tempo passa, esses pensamentos mudam e pode ser que ele desenvolva outros objetivos. A empresa deve apoiar e ajudá-lo a alinhar seu trabalho com seus objetivos.

Leia Mais: Testes comportamentais: para que servem e 10 tipos para experimentar

Como fazer treinamento comportamental?

Cada colaborador é único. Todos têm suas próprias experiências pessoais e profissionais que moldam suas características e comportamentos, tanto fora, como dentro do ambiente de trabalho. Porém, quando um profissional acaba de chegar em uma empresa, precisa adequar alguns de seus comportamentos conforme os valores da organização. E é aí que entra o treinamento comportamental. A seguir, veja como montar treinamentos comportamentais em três passos:

1 – Identifique o perfil dos colaboradores

Lembra que enfatizamos algumas vezes as diferenças entre funcionários? Então. Alguns treinamentos devem ser aplicados em todos os colaboradores (como treinamentos básicos sobre cultura organizacional, por exemplo), mas outros devem ser direcionados somente a alguns profissionais. Esses treinamentos específicos vão depender de necessidades específicas, como treinamentos para colaboradores com problemas de pontualidade, treinamentos para líderes, entre outros. Por esse motivo, é necessário que, primeiro, seja identificado o perfil dos colaboradores para então desenvolver os treinamentos necessários.

Para conseguir identificar o perfil, podem ser aplicados questionários, entrevistas, dinâmicas, entre outros.

2 – Analise o que precisa melhorar

Após entender o perfil dos colaboradores, é necessário identificar os gaps existentes comparando ao que a empresa espera do comportamento de seus colaboradores. Identificando os pontos de melhoria, será possível escolher os treinamentos e cursos a serem ministrados para alcançar as melhorias pretendidas.

Por exemplo: caso os profissionais estejam entregando menos do que o esperado, é provável que estejam enfrentando problemas com a produtividade. Diante disso, a empresa deve preparar um treinamento sobre produtividade, gestão de tempo, entre outros aspectos que vão contribuir para melhorar essas entregas.

3 – Organize o treinamento

Depois de identificar o perfil, os gaps e entender quais treinamentos aplicar, chegou o momento de organizar esses treinamentos. Para tanto, pense nas seguintes questões:

  • Como vai ser a estruturação do conteúdo: A empresa vai produzir conteúdo internamente ou contratar uma empresa para produzir?
  • Quem vai ser o instrutor do treinamento: Será um gestor da própria organização ou um profissional contratado?
  • Onde o treinamento será ministrado: Dentro da própria empresa, em outro ambiente ou de forma virtual?
  • Qual a modalidade: Presencial, a distância ou híbrido?

Depois de pensar nessas questões, formalize o treinamento por meio de documentos e converse com os gestores sobre a carga horária de cada treinamento e a liberação do pessoal.

Para te ajudar a entender melhor como fazer treinamento comportamental na prática, a seguir, listamos alguns tipos e exemplos de treinamentos que podem ser aplicados em sua empresa. Confira!

Tipos e exemplos de treinamentos comportamentais

Dentro do contexto profissional e corporativo, há uma série de habilidades a serem desenvolvidas para se obter sucesso na carreira e ajudar a organização a alcançar grandes resultados. Veja alguns tipos de treinamentos comportamentais que podem ajudar nisso:

Desenvolvimento de liderança

Esse treinamento é essencial para quem deseja cargos de gestão e quer desenvolver suas habilidades de liderança. O profissional pode aprender maneiras de melhorar os relacionamentos interpessoais dentro da empresa, aumentar sua produtividade, identificar as reais necessidades das equipes, ter uma visão holística, traçar metas e objetivos eficazes, motivar as equipes e alcançar excelentes resultados!

Como falar em público

Outro treinamento ligado à gestão é sobre a capacidade de falar bem em público. Mesmo profissionais que ainda não são líderes passam por situações que exigem falar publicamente. Por isso, é necessário que os colaboradores se sintam seguros, tenham habilidades de comunicação, saibam se expressar com clareza e defender seus pontos de vista.  Por meio dos treinamentos comportamentais, é possível trabalhar questões como: melhorar a comunicação verbal e não verbal, cativar o público, melhorar a postura, diminuir a timidez, controlar as emoções, saber responder as perguntas que podem surgir, entre outras.

Gestão do tempo

Não é incomum encontrar profissionais com dificuldade para administrar seu tempo. Mas, é extremamente importante que os colaboradores saibam gerir seu tempo de forma eficaz, para otimizar sua produtividade e trazer melhores resultados para a organização.

O treinamento comportamental sobre gestão do tempo auxilia o profissional a priorizar suas atividades, identificar tarefas nas quais pode estar desperdiçando seu tempo, diminuir a procrastinação e desenvolver um planejamento estratégico dos processos realizados.

Se você quiser saber mais sobre administração do tempo e técnicas para melhorar a sua, clique aqui e acesse nosso conteúdo sobre gestão do tempo!

Comunicação e relacionamentos interpessoais

Em toda empresa é necessário saber se comunicar bem e desenvolver relacionamentos interpessoais. Por meio de uma boa comunicação, os profissionais conseguem conversar sobre processos, ouvir diferentes opiniões, ter uma troca de feedbacks, delegar e negociar. Uma empresa com colaboradores que valorizam os relacionamentos e a boa comunicação consegue aumentar sua performance e desenvolver competências para aumentar seu diferencial competitivo.

Gestão de crise

Esse tipo de treinamento comportamental auxilia o indivíduo a lidar com crises dentro e fora da empresa. É normal que aconteçam crises e conflitos nas organizações. Porém, é importante evitar e remediar esses conflitos, pois, caso contrário, pode haver prejuízos para a empresa. O treinamento de gestão de crise melhora a capacidade de negociação do colaborador, que vai buscar um entendimento pacífico entre ambas as partes e dar continuidade na rotina de trabalho.

Lidando com mudanças

Muitos profissionais ainda têm dificuldade de lidar com mudanças e se adaptar às tendências do mercado. Atualmente, vivemos um exemplo disso. Com o distanciamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, os profissionais se viram na necessidade de adaptar sua forma de trabalho, uma mudança drástica para alguns.

Mas, é importante ressaltar que as mudanças sempre vão acontecer e, tanto profissionais, quanto empresas, precisam acompanhar esse movimento.

O treinamento comportamental com foco na capacidade de lidar com mudanças auxilia o profissional a ser mais flexível, a sofrer menos com mudanças e a compreender que se trata de um movimento natural do mercado.

Outros exemplos de treinamentos comportamentais:

  • Motivação pessoal e profissional;
  • Inteligência emocional;
  • Criatividade e inovação;
  • Proatividade;
  • Ética no ambiente de trabalho;
  • Comunicação.

Os exemplos acima demonstram maneiras de melhorar aspectos específicos e pontuais do comportamento dos colaboradores. Contudo, a empresa que adota treinamentos comportamentais continuamente, baseada no perfil dos colaboradores, consegue gerar diversos benefícios para os profissionais, de forma individual, para as equipes e para a empresa como um todo! Confira, a seguir, alguns benefícios do treinamento comportamental.

Benefícios do treinamento comportamental

  • Profissionais mais satisfeitos e motivados;
  • Melhora na postura profissional;
  • Desenvolvimento de bons hábitos;
  • Equipes mais produtivas;
  • Harmonia no dia a dia de trabalho;
  • Autoconhecimento dos colaboradores;
  • Fortalecimento das equipes;
  • Melhora na comunicação;
  • Desenvolvimento de lideranças;
  • Diminuição do turnover;
  • Redução dos custos.

Conclusão

Viu como fazer treinamento comportamental é importante para sua empresa? São diversos tipos de treinamentos que podem trazer muitos benefícios!

Você está começando na área de gestão e liderança? Não deixe de acessar nosso ebook para extrair dicas importantes! Clique aqui, ou na imagem abaixo, e saiba mais!

 

César Curi

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.
Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7