Quando falamos sobre tipos de liderança, ou tipos de leadership, nos referimos aos comportamentos característicos de um líder ao dirigir, motivar, orientar e administrar grupos de pessoas.

À medida que você começa a considerar algumas das pessoas que enxerga como excelentes líderes, pode ver imediatamente que, com frequência, existem grandes diferenças na forma como cada um conduz o cotidiano de suas equipes.

Segundo uma pesquisa feita pela Asaecenter, o estilo de liderança é o modo como uma pessoa usa o poder para liderar outras pessoas. A pesquisa identificou uma variedade de tipos de liderança com base no número de seguidores. O estilo de liderança mais apropriado depende da função do líder, dos liderados e da situação (isso você verá mais abaixo). 

Felizmente, os pesquisadores desenvolveram diferentes teorias e estruturas que nos permitem identificar e entender melhor esses diferentes tipos de liderança.

Resolvemos, então, fazer um conteúdo sobre isso, que aborda algumas das correntes mais importantes dos tipos de liderança proeminentes identificados pelos mais renomados especialistas no assunto.

Conheça quais são os tipos de Liderança de Lewin

Em 1939, um grupo de pesquisadores liderados pelo psicólogo Kurt Lewin começou a identificar diferentes estilos de liderança. Enquanto pesquisas posteriores identificaram tipos de liderança mais distintos e amplos, este estudo inicial foi muito influente e estabeleceu três estilos de liderança principais que forneceram um trampolim para teorias mais definidas e elaboradas no futuro.

No estudo de Lewin, as crianças em idade escolar foram designadas para um dos três grupos com um líder autoritário, democrático ou laissez-faire (liberal). As crianças foram conduzidas em um projeto de artes e ofícios, enquanto os pesquisadores observavam seu comportamento em resposta aos diferentes tipos de liderança.

Os condutores da análise descobriram que a liderança democrática tendia a ser a mais eficaz para inspirar os seguidores a terem um bom desempenho. Isso como linha básica.

Vamos dar uma olhada nos três tipos de liderança que Lewin identificou naquela análise e depois aprofundar sobre outros estilos que se seguiram.

1. Liderança Autocrática (Autoritária)

Clássico modelo quando falamos sobre tipos de liderança. Em linhas gerais, líderes autocráticos fornecem expectativas claras sobre o que precisa ser feito, quando deve ser feito e como deve ser feito.

Este estilo de liderança é fortemente focado no comando do líder e no controle dos seguidores. Há também uma divisão clara entre o líder e os membros. Líderes autoritários tomam decisões com pouca ou nenhuma contribuição do resto do grupo.

Os pesquisadores descobriram que a tomada de decisões era menos criativa sob a liderança autocrática. Lewin também concluiu que é mais difícil passar de um estilo autoritário para um estilo democrático do que vice-versa. O abuso desse método é geralmente visto como controlador, autoritário e ditatorial.

A liderança autocrática é melhor aplicada a situações em que há pouco tempo para a tomada de decisões em grupo ou quando o líder é o membro mais experiente. A abordagem autocrática pode ser boa quando a situação exige decisões rápidas e ações decisivas. No entanto, ele tende a criar ambientes disfuncionais e até mesmo hostis, muitas vezes colocando seguidores contra o líder dominador.

Entenda a diferença entre acompanhamento, controle, micro-gestão e paranoia

2. Liderança Democrática (Participativa)

O estudo de Lewin descobriu que a liderança democrática é tipicamente o estilo de liderança mais eficaz. Os líderes democráticos oferecem orientação aos membros do grupo, mas também participam do grupo e permitem a contribuição de outros membros.

No estudo de Lewin, as crianças deste grupo eram menos produtivas que os membros do grupo autoritário, mas suas contribuições eram de maior qualidade.

Líderes democráticos incentivam os membros do grupo a participar, mas mantêm a palavra final no processo de tomada de decisão. Os membros do grupo se sentem engajados no processo e são mais motivados e criativos. Os líderes democratas tendem a fazer com que seus seguidores se sintam parte importante da equipe, o que ajuda a promover o comprometimento com os objetivos do grupo.

3. Liderança Delegativa ou Liberal (Laissez-Faire)

Os pesquisadores também descobriram que as crianças sob liderança delegativa, também conhecida como liderança laissez-faire, eram as menos produtivas dos três grupos.

As crianças deste grupo exigiram mais do líder, mostraram pouca cooperação e não puderam trabalhar de forma independente.

Líderes liberais oferecem pouca ou nenhuma orientação e deixam que os membros do grupo tomem as decisões. Embora esse estilo possa ser útil em situações que envolvam especialistas altamente qualificados, ele geralmente leva a papéis mal definidos e à falta de motivação.

Lewin observou que a liderança do laissez-faire tendia a resultar em grupos que careciam de direção, nos quais membros culpavam uns aos outros por erros, se recusavam a aceitar a responsabilidade pessoal e produziam uma falta de progresso e trabalho.

7 livros que podem te ajudar a crescer na carreira (seja ela qual for)

Conheça algumas observações sobre os tipos de liderança de Lewin

Em seu livro, “The Bass Handbook of Leadership: Teoria, Pesquisa e Aplicações Gerenciais”, Bass e Bass observam que a liderança autocrática é frequentemente apresentada apenas em termos negativos, muitas vezes até desaprovadores. Líderes autoritários são frequentemente descritos como controladores e de mente fechada, mas isso negligencia os pontos positivos potenciais de regras estressantes, esperando obediência e assumindo responsabilidade.

Embora a liderança autocrática certamente não seja a melhor escolha para toda e qualquer situação, ela pode ser eficaz e benéfica nos casos em que os seguidores precisam de muita orientação e onde regras e padrões devem ser seguidos ao pé da letra. Outro benefício desse tipo de liderança é a capacidade de manter um senso de ordem.

Os autores também notaram que a liderança democrática tende a ser centrada nos seguidores e é uma abordagem eficaz quando se tenta manter relacionamentos com os outros. Pessoas que trabalham com líderes democráticos tendem a se dar bem, a se apoiar e a consultar outros membros do grupo quando tomam decisões.

Entenda quais são os estilos de Liderança adicionais ou visões modernas de tipos de liderança

Além dos três tipos de liderança identificados por Lewin e seus colegas, também foram descritos outros padrões característicos de liderança. Aqui estão alguns dos mais conhecidos:

1. Estilo de Liderança Transformacional

A liderança transformacional é frequentemente identificada como o estilo mais eficaz. Esse estilo foi descrito pela primeira vez no final da década de 1970 e depois expandido pelo pesquisador Bernard M. Bass. Algumas das principais características de seu estilo de liderança são a capacidade de motivar e inspirar seguidores e de direcionar mudanças positivas em grupos.

Líderes transformacionais tendem a ser emocionalmente inteligentes, energéticos e apaixonados. Eles não estão apenas comprometidos em ajudar a organização a alcançar seus objetivos, mas também a ajudar os membros do grupo a realizarem seu potencial.

A pesquisa revelou que esse estilo de liderança resultou em maior desempenho e melhor satisfação do grupo do que outros estilos.

2. Estilo de liderança transacional

O estilo de liderança transacional considera o relacionamento líder-seguidor como uma transação. Ao aceitar uma posição como membro do grupo, o indivíduo concordou em obedecer ao líder. Na maioria das situações, isso envolve a relação empregador-empregado, e a transação enfoca o seguidor a concluir as tarefas necessárias em troca de compensação monetária.

Uma das principais vantagens desse estilo de liderança é que ele cria funções claramente definidas. As pessoas sabem o que precisam fazer e o que receberão em troca de concluir essas tarefas. Também permite que os líderes ofereçam uma grande quantidade de supervisão e direção, se necessário. Os membros do grupo também podem estar motivados a ter um bom desempenho para receber recompensas. Uma das maiores desvantagens é que o estilo transacional tende a sufocar a criatividade e o pensamento fora da caixa.

3. Estilos de Liderança Situacional

As teorias situacionais de liderança enfatizam a influência significativa do ambiente e da situação na liderança. Duas dessas teorias incluem:

Estilos de liderança de Hersey e Blanchard: O modelo de Hersey e Blanchard é uma das teorias situacionais mais conhecidas. Publicado pela primeira vez em 1969, este modelo descreve quatro estilos primários de liderança, incluindo:

  1. O estilo de contar é caracterizado por dizer às pessoas o que fazer;
  2. O estilo de venda envolve líderes que convencem os seguidores a comprar suas ideias e mensagens;
  3. O estilo participante/participativo é marcado por permitir que os membros do grupo tenham um papel mais ativo no processo de tomada de decisão;
  4. O estilo de delegação envolve a adoção de uma abordagem interativa à liderança, permitindo que os membros do grupo tomem a maioria das decisões.

Os tipos de liderança de Blanchard na Liderança Situacional (segunda parte):

Mais tarde, Blanchard expandiu o modelo original de Hersey e Blanchard para enfatizar como o nível de desenvolvimento e habilidade dos alunos influencia o estilo que deve ser usado pelos líderes. Blanchard também descreveu quatro estilos de aprendizagem diferentes, incluindo:

  1. O estilo de dirigir envolve dar ordens e esperar obediência, mas oferece pouco em termos de orientação e assistência;
  2. O estilo de coaching significa dar muitos pedidos, mas os líderes também dão muito apoio;
  3. O estilo de apoio é uma abordagem que oferece muita ajuda, mas pouca direção;
  4. O estilo de delegação é baixo em ambas as direções e suporte.

Alguns líderes não podem trabalhar confortavelmente com um alto grau de participação de seguidores na tomada de decisões. Alguns empregadores não têm a capacidade ou o desejo de assumir a responsabilidade. Além disso, a situação específica ajuda a determinar o estilo mais eficaz de interações. Às vezes, os líderes precisam lidar com problemas que exigem soluções imediatas sem consultar os seguidores.

Confira mais alguns tipos de liderança

Estilo de Liderança Estratégica

A liderança estratégica é aquela que envolve um líder que é essencialmente o chefe de uma organização. O líder estratégico não se limita aos que estão no topo da organização. É voltado para um público mais amplo, em todos os níveis, que deseja criar uma equipe ou uma organização de alto desempenho.

O líder estratégico preenche a lacuna entre a necessidade de novas possibilidades e a necessidade de praticidade ao fornecer um conjunto prescritivo de hábitos. Uma liderança estratégica eficaz fornece os bens em termos do que uma organização naturalmente espera de sua liderança em tempos de mudança. 55% dessa liderança normalmente envolve pensamento estratégico.

Liderança de Equipe (team leadership)

A liderança de equipe envolve a criação de uma imagem vívida de seu futuro, para onde ela está indo e o que ela representará. A visão inspira e fornece um forte senso de propósito e direção.

A liderança de equipe trabalha com os corações e mentes de todos os envolvidos. Também reconhece que o trabalho em equipe nem sempre envolve confiança nos relacionamentos cooperativos. O aspecto mais desafiador dessa liderança é se ela será bem-sucedida ou não. De acordo com a Harvard Business Review, a liderança de equipe pode falhar devido às fracas qualidades de liderança.

Liderança Transcultural

Essa forma de liderança normalmente existe onde há várias culturas. Essa liderança também se industrializou como forma de reconhecer gestores e gestoras que atuam no mercado globalizado contemporâneo.

Organizações, particularmente as internacionais, exigem líderes que possam efetivamente ajustar sua liderança para trabalhar em diferentes ambientes. A maioria das lideranças observadas nos Estados Unidos é intercultural por causa das diferentes culturas que vivem e trabalham lá.

Liderança Facilitadora

A liderança facilitadora é muito dependente de medidas e resultados. A eficácia de um grupo está diretamente relacionada à eficácia de seu processo. Se o grupo tiver um alto funcionamento, o líder facilitador usa uma mão leve no processo. Por outro lado, se o grupo estiver com baixo funcionamento, o líder facilitador será mais direcionador para ajudar o grupo a executar seu processo.

Uma liderança facilitadora eficaz envolve o monitoramento da dinâmica de grupo, oferecendo sugestões de processos e intervenções para ajudar o grupo a permanecer no caminho certo.

Liderança Coaching

A liderança coaching envolve ensinar e supervisionar seguidores. Um líder coaching é altamente operacional na definição de onde os resultados/desempenho exigem melhorias. Basicamente, neste tipo de liderança, os seguidores são ajudados a melhorar suas habilidades. A liderança coaching motiva, inspira e incentiva seguidores.

Liderança Carismática

Nessa liderança, o líder carismático manifesta seu poder revolucionário. Carisma não significa pura mudança comportamental. Na verdade, envolve uma transformação dos valores e crenças dos seguidores.

Portanto, isso distingue um líder carismático de um líder simplesmente populista que pode afetar atitudes em relação a objetos específicos, mas que não está preparado, como o líder carismático, para transformar a orientação normativa subjacente que estrutura atitudes específicas.

Liderança Visionária

Essa forma de liderança envolve líderes que reconhecem que os métodos, etapas e processos da liderança são obtidos com e através das pessoas. A maioria dos líderes vitoriosos e bem-sucedidos têm aspectos da visão neles. Líderes excepcionais sempre transformarão suas visões em realidades.

Conheça exemplos de líderes e seus estilos de liderança

Bill Gates

Ao lado de Paul Allen, Bill Gates fundou a Microsoft, quando tinha apenas 21 anos. Em 2008, deixou seu cargo de diretor da Microsoft, dedicando-se à filantropia, especialmente à fundação Bill & Melinda Gates, criada por ele e pela esposa.

Walt Disney

Co-fundador da The Walt Disney Company, Walt Disney iniciou sua carreira como cartunista aos 18 anos. Em 1923, montou uma produtora de filmes com o irmão Roy em Hollywood. Ele foi responsável por criar os personagens Mickey Mouse, Pato Donald, Pateta, Pluto, entre outros. Walt Disney recebeu um Oscar pelo filme “Flowers and Trees”, além de 21 prêmios da Academia, 59 indicações e 7 Emmy’s Awards.  

Nelson Mandela

Principal representante contra o movimento apartheid, Mandela lutou pela liberdade e por causas humanitárias. Em 1942, entrou para o Congresso Nacional Africano. Em 1962, foi preso e condenado a cinco anos de prisão e, dois anos depois, à prisão perpétua. Em 1990, já com 72 anos, o então presidente Frederik Willem de Klerk ordenou que Mandela fosse solto. Em 1983, ambos dividiram o prêmio Nobel da Paz. Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, de 1994 a 1999.

Steve Jobs

Em 1976, ao lado de Stephen Wozniak, Steve Jobs abriu uma pequena fábrica de computadores em sua garagem. Hoje, essa pequena fábrica é a multinacional Apple. Em 1985, deixou a empresa e criou a NeXT. Mas, em 1986, a Apple comprou a NeXT e Jobs voltou para a organização.

Martin Luther King

Pastor evangélico e ativista político norte-americano, Martin Luther King lutou em defesa dos direitos para negros, mulheres e outras minorias. Ele defendia uma luta pacífica e o amor ao próximo. Em 1957, se tornou presidente da Conferência da Liderança Cristã do Sul. E, em 1963, incentivou a marcha pelo fim da segregação racial em Washington, onde pronunciou o famoso discurso “Eu Tenho um Sonho”. No ano seguinte, King ganhou o Nobel da Paz.

Tipos de liderança: qual é o seu?

Como temos discutido nos últimos tempos, autoconhecimento é fundamental, e quando discutimos os principais tipos de liderança, se conhecer a fundo pode fazer toda a diferença. Por isso, a gente recomenda fortemente revisar os estilos de liderança que você viu acima e tentar fazer associações com seu modelo de liderança no cotidiano.

É mais simples do que parece e pode fazer toda a diferença na sua gestão.

Neste material, você pôde entender quais são os tipos de lideranças existentes, além de conferir exemplos de lideranças que merecem a nossa atenção. Identificar qual é o seu contribuirá para que ofereça um melhor suporte para a sua equipe, além de ser um importante fator para atrair pessoas que se identificam com as lideranças da empresa. Assim, certamente as contratações serão mais efetivas e tende a reduzir a rotatividade do time.

Se você deseja ter um apoio para essa identificação, basta entrar em contato com nosso time de consultores!

César Romano

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.