Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7
Gestão Remota de Equipes

Assessment é uma expressão que está constantemente rondando a vida profissional. Volta e meia, acabamos ouvindo essa palavra e é normal ter curiosidade para saber quais são os benefícios do assessment, qual é seu significado e o que ele representa no ambiente corporativo.

Neste post, você vai descobrir o que é assessment, como funciona um processo de assessment, quais os tipos, benefícios e, ainda, como utilizar o assessment em diferentes momentos da empresa, seja em avaliação organizacional, atração, seleção, contratação, desenvolvimento ou retenção de talentos.

O que é assessment?

Assessment é um termo em inglês que significa “avaliação”, isso fazendo uma tradução em linhas gerais. Portanto, podemos entender o que é assessment como uma maneira de as empresas fazerem avaliações, seja de processos, pessoas, candidatos, condições do ambiente etc. Trata-se de uma forma de mensurar desempenhos.

Para facilitar o entendimento, neste texto, vamos falar de assessments que envolvam sempre análises corporativas voltadas para colaboradores e gestão.

Qual o propósito do assessment?

Além de entender o que é assessment, é preciso entender seu propósito. O objetivo do assessment é ajudar uma empresa a identificar e pensar em soluções para problemas nos sistemas de recursos humanos. Por meio do assessment, realiza-se uma coleta e análise de informações que vão servir para desenvolver políticas que consigam solucionar os desafios que a empresa está enfrentando.

Os campos de atuação do assessment incluem:

  • Planejamento;
  • Gerenciamento do desempenho;
  • Avaliação da eficiência e das condições de trabalho;
  • Desenvolvimento de sistemas de informação.

Como funciona um processo de assessment?

Não existe um questionário definido para dar início a um processo de assessment. Cada empresa e profissional pode formular um conjunto de perguntas e questões que esteja adaptado à sua realidade. O importante é ter um questionário que consiga avaliar o comportamento de forma eficiente. 

Em geral, o questionário formulado dura, em média, 8 minutos. Sua aplicação pode ser feita por meio de um site, aplicativo ou, até mesmo, de modo tradicional – papel e caneta. O indivíduo a ser avaliado deve responder o questionário sozinho. O aplicador não pode interferir, pois seu papel é de apenas interpretar o resultado e conversar com o avaliado.

Um processo de assessment bem conduzido é fundamental para qualquer organização, pois contribui para que o gestor tire o máximo de proveito de sua equipe. O processo de avaliação de funcionários envolve várias etapas interconectadas para que a gestão não apenas os avalie e resuma seu desempenho atual, mas também inclua metas, projeções e expectativas futuras de desempenho.

Tipos mais comuns de assessment

Assessment pessoal

O assessment pessoal foca na personalidade do indivíduo, identificando suas principais características. Seu objetivo é conseguir apontar o melhor papel que o avaliado pode desempenhar na equipe, sendo utilizado antes de fazer a oferta de emprego ao candidato. Os resultados deste assessment podem levar os empregadores a questionar se o candidato tem ou não capacidade intelectual para o cargo, além de mostrar se os traços de personalidade do indivíduo correspondem aos requisitos do trabalho.

O assessment pessoal também serve como um norte para o próprio colaborador, de modo a conhecer melhor seus pontos fortes e pontos que necessitam de crescimento.

Assessment cultural

Não é incomum encontrar colaboradores com desempenho comprometido porque não conseguem se alinhar à cultura da empresa. Em geral, esses colaboradores não têm motivação e estão incertos quanto ao futuro naquele emprego.

Dentro desse cenário, o assessment cultural entra como uma ferramenta útil para identificar se existe uma sintonia entre o que a empresa pode entregar e o que o colaborador pode oferecer, e vice-versa. O assessment cultural, portanto, tem tudo a ver com reciprocidade e sincronismo. A ideia é encontrar pessoas cuja motivação esteja alinhada com os objetivos da organização. Quando essa sincronia ocorre, os funcionários tendem a atingir um alto nível de desempenho.

Os resultados deste tipo de assessment também podem ser usados ​​para aconselhamento de carreira.

Assessment de desempenho

Descrições claras dos cargos com expectativas de desempenho específicas para cada trabalho ajudam as empresas a avaliarem o desempenho dos funcionários. A área de Recursos Humanos pode ser responsável pelo desenvolvimento de descrições de cargos e padrões de desempenho que são expressos em termos de resultado, qualidade, custo e quantidade. Os funcionários podem, então, estar sujeitos à revisões de rotina por chefes de departamento ou gerentes.

Quatro pontos a se considerar ao fazer um assessment em sua empresa

As competências são os ativos mais importantes que seus funcionários possuem. Conjuntos de habilidades bem afiados dão a eles a oportunidade de dominar tarefas e melhorar seu desempenho no trabalho.

É por isso que as avaliações de habilidades são uma parte essencial de um programa de assessment bem conduzido. Isso, claro, se for seguido por ações e treinamentos corretos. Por isso, é preciso muita atenção ao realizar assessments corporativos, sejam internos ou conduzidos por consultores.

1. Avalie os conjuntos de habilidades técnicas e soft skills

É essencial testar habilidades técnicas e comportamentais quando você realiza um assessment interno de competências. Isto é devido ao fato de que ambos os tipos são necessários no local de trabalho. Por exemplo, um colaborador pode saber muito sobre o equipamento que conserta, mas pode não ser capaz de se comunicar efetivamente com os clientes para solucionar problemas comuns.

Uma habilidade técnica é aquela que está intimamente relacionada a um campo ou profissão específicos. Já uma soft skill, trata da capacidade de se comunicar e de se relacionar com outras pessoas no ambiente em que se está inserido.

2. Ao propor o assessment, concentre-se em habilidades específicas do trabalho

Em vez de testar as habilidades genéricas que todo funcionário deve conhecer, tente se concentrar nas avaliações de habilidades específicas do trabalho baseadas em responsabilidades de trabalho e tarefas cotidianas. Você pode descobrir quais habilidades são realmente importantes observando-as no local de trabalho, falando com seus supervisores e realizando pesquisas.

3. Encontre o método ideal de assessment

Depois de identificar quais habilidades precisam ser avaliadas, determine como você pode avaliar efetivamente essas habilidades essenciais. Embora algumas habilidades possam ser avaliadas por meio de provas escritas, outras podem exigir uma abordagem mais criativa. Cenários online e jogos podem ser boas opções. Lembre-se que é preciso pesquisar e observar muito para escolher o método de assessment que mais se encaixa.

Por exemplo, habilidades de atendimento ao cliente ou habilidades de resolução de problemas podem ser avaliadas pedindo aos funcionários que escolham caminhos e tomem decisões. Suas escolhas levarão à consequências positivas ou negativas, que indicarão se há necessidade de trabalhar as habilidades específicas.

Esta é mais uma razão pela qual a pesquisa de público é tão vital, pois fornece a oportunidade de aprender o máximo sobre as preferências dos funcionários. Se eles quiserem avaliações que sejam compatíveis com dispositivos móveis, por exemplo, a empresa pode desenvolver testes responsivos que se ajustam automaticamente ao tamanho da tela.

4. Personalize cada assessment

Avaliações de habilidades não devem ter uma abordagem “tamanho único”. Na verdade, todos os funcionários devem receber um assessment personalizado com base em suas necessidades, preferências e posição dentro da empresa.

No mínimo, todos os departamentos de uma organização devem ter suas próprias avaliações de habilidades. Isso lhe dá a oportunidade de testar características e modelos que estão vinculadas ao desempenho do trabalho dos funcionários, em vez de avaliar conjuntos de habilidades que podem ser irrelevantes.

A personalização de um assessment de habilidades também melhora o valor do programa de treinamento posterior, por exemplo, pois os funcionários poderão se relacionar com o assunto e entender porque a avaliação é necessária. Caso contrário, eles podem questionar se o teste realmente permitirá que eles melhorem seu desempenho no trabalho e alcancem seus objetivos. Se isso ocorrer, eles estarão menos propensos a participar ativamente e dar tudo de si durante o processo de avaliação de habilidades.

Ferramentas de assessment

Confira uma lista com três das principais ferramentas de assessment:

1. DISC

Uma das ferramentas mais comuns de assessment, a DISC, ajuda a identificar quais são as principais tendências de comportamento de um indivíduo em seu trabalho. Seu objetivo é descobrir onde alguém se encaixa melhor e mostrar se seu perfil tem a ver com o que o cargo exige.

A DISC mapeia quatro tendências: Dominância, Influência, Estabilidade e Cautela. É útil para ser utilizada em processos de recrutamento, para fazer avaliações de desempenho e gerir conflitos.

2. Avaliação de inteligência emocional

Em assessment, a ferramenta de avaliação da inteligência emocional ajuda o indivíduo a entender os pontos fortes e pontos fracos de sua personalidade, identificando seu nível de habilidade para lidar com conflitos, com situações estressantes e ir em busca de soluções.

3. Assessment de competências

O assessment de competências realiza uma avaliação das habilidades intelectuais do indivíduo, que inclui a capacidade de raciocínio para resolver problemas, capacidade de processar informações e de realizar uma análise crítica. O principal objetivo desta ferramenta é identificar as principais características do indivíduo e compará-las às exigências do cargo.

assessment

Como usar ferramentas de assessment no processo de contratação?

Os assessments de talentos, também chamados de testes de pré-emprego ou testes de triagem de emprego, são usados para ajudar os empregadores a identificar candidatos que serão adequados para as funções em suas empresas.

Um assessment de talentos ajuda a prever o desempenho e a capacidade de retenção no trabalho de um novo contratado. Assim, em teoria, os candidatos que passarem no teste de triagem devem ter um desempenho melhor como empregados se forem contratados.

Esses assessments são baseados em estudos de casos de contratação e retenção e na análise de dados de funcionários. Os resultados do teste darão à empresa uma indicação do quão o candidato que está sendo testado se encaixa nas especificações de contratação da empresa.

Passo a passo de um assessment de recrutamento e seleção

As avaliações de talentos podem ser usadas como parte de um processo de triagem online que ajuda os empregadores a decidirem quais candidatos entrevistar. A maioria das avaliações de talentos é feita online, em uma empresa ou escritório, por meio de um computador ou de um quiosque de contratação, normalmente incorporados aos empregadores dos Sistemas de Rastreamento de Candidatos (ATS, Applicant Tracking Systems) para rastrear aplicativos.

A maioria das empresas utiliza questionários online para avaliar se a personalidade, o estilo de trabalho, o conhecimento e as habilidades dos candidatos se encaixam no trabalho ou na cultura da empresa.

Ao se inscrever em uma das empresas que usam avaliações de talentos online, todo o processo de contratação que leva às entrevistas é feito pela internet.

Alguns empregadores usarão simulações de trabalho que são projetadas para medir se os candidatos podem executar tarefas associadas ao trabalho. Por exemplo, um empregador pode pedir a um membro da equipe que encaminhe cenários com os candidatos para avaliar vendas, resolução de problemas, comunicação verbal ou habilidades de aconselhamento. Os candidatos a cargos administrativos podem ser solicitados a realizar tarefas que avaliem suas habilidades de precisão, velocidade, revisão, redação, edição etc.

Para empregos que exigem capacidade física, os empregadores podem criar simulações para avaliar a força, a destreza ou a resistência. Para trabalhos que exigem habilidades de falar em público, os empregadores podem pedir aos candidatos que ensinem uma lição ou façam uma apresentação em grupo.

As empresas que desenvolverem descrições de cargos e perfis de candidatos detalhados e bem alinhados com os fatores de sucesso para cargos terão resultados mais úteis das avaliações de talentos.

As organizações devem ter o cuidado de conduzir avaliações de maneira consistente e padronizada para gerar resultados confiáveis. Os padrões éticos de contratação determinam que as avaliações sejam entregues a todos os candidatos para um determinado trabalho e não aplicadas seletivamente.

Quando utilizar o assessment?

Não há limites de aplicação para a empresa que sabe como utilizar o assessment. Porém, existem momentos em que a aplicação de um processo de assessment é mais indicada. Abaixo, apresentamos dois grandes cenários em que o assessment se apresenta como uma ferramenta bastante útil:

Assessment voltado para gestores e novos talentos

  • Sucessões de cargo: por meio do acompanhamento e diagnóstico que o assessment permite, a empresa consegue identificar os colaboradores com potencial de liderança que ela já possui, sendo possível buscar novos gerentes e diretores dentro da própria empresa;
  • Planejamento de carreira: o colaborador consegue conversar com um profissional que vai ajudá-lo a desenvolver o que precisa para chegar no cargo que deseja em sua carreira; 
  • Retenção de talentos: devido à oportunidade de fazer um planejamento de carreira e de participar de planos de sucessão de cargos, os colaboradores tendem a desejar permanecer na empresa;
  • Redução da rotatividade: todos os fatores acima contribuem para este último: redução da rotatividade. Os planos de sucessão de cargo, planejamentos de carreira e a retenção de talentos diminuem o turnover da empresa.

Assessment voltado para o desenvolvimento de colaboradores

  • Seleção de novos colaboradores: saber como utilizar o assessment permite identificar o perfil certo para a empresa, possibilitando saber, também, as características que o colaborador precisa ter para se destacar em sua função;
  • Diagnóstico interno: por meio do assessment, pode-se identificar as falhas que existem nos processos da empresa, o que contribui para descobrir as necessidades de treinamento e desenvolvimento;
  • Desenvolvimento de funcionários: o assessment proporciona ao colaborador a oportunidade de adquirir mais autoconhecimento, contribuindo para seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Quais os benefícios do assessment?

O desenvolvimento de funcionários não é apenas responsabilidade do funcionário. As práticas de negócios evoluíram para refletir a vantagem econômica de desenvolver e reter funcionários talentosos. Por isso, as organizações estão continuamente buscando novas soluções para avaliar, entender e criar estratégias para o desenvolvimento de seus funcionários. E muitos assessments surgem como forma de apoiar nesse desafio.

O desenvolvimento de funcionários ajuda a organização a gerenciar, motivar e capacitar funcionários de maneira eficaz, resultando em taxas mais altas de retenção de funcionários. Ao usar um assessment dos funcionários, a empresa pode avaliar melhor os interesses e as aptidões de um profissional e ajudá-lo a aplicar esses talentos onde for mais apropriado.

Em um artigo publicado pela Harvard Business Review (1999), intitulado “Job Sculpting: a arte de reter suas melhores pessoas”, os especialistas em carreira Timothy Butler e James Waldroop descobriram que, ao usar a técnica de combinar pessoas com empregos que ressoam com as atividades que fazem eles realmente felizes, a rotatividade de funcionários diminuiu drasticamente e a produtividade aumentou exponencialmente. Ao identificar as características que correspondem ao trabalho que as pessoas realizam, a empresa pode efetivamente identificar os principais componentes que motivarão seus funcionários de forma individual.

assessmentUm dos maiores desafios enfrentados pelas empresas é o desenvolvimento pessoal estratégico de seus funcionários, a fim de garantir o uso efetivo de seus talentos. Para gerenciar adequadamente esse recurso, elas devem identificar seus desafios e implementar o desenvolvimento e o treinamento dos funcionários.

As empresas devem usar o assessment para avaliar como os profissionais em potencial se encaixam melhor nos cargos e identificar as mudanças que manterão as pessoas envolvidas e engajadas. Compreendendo melhor os colaboradores que empregam, as empresas podem resolver muitos dos seus problemas mais críticos e caros.

As soluções de recursos humanos podem fornecer ferramentas valiosas para aumentar a consistência no gerenciamento de funcionários, afinal, a boa gestão tem tudo a ver com entender como os funcionários se encaixam no trabalho, na equipe e na organização. Com informações confiáveis ​​para tomar decisões sobre recursos humanos, os empregadores podem encaixar pessoas em funções nas quais elas se destacam. Dessa maneira, eles se tornam melhores gerentes, melhoram o serviço, constroem equipes mais eficientes e mantêm seus melhores funcionários.

Como uma empresa pode encontrar maneiras de motivar sua força de trabalho por meio de cada funcionário? A resposta é simples: assessment correto e efetivo.

Avaliações de funcionários fornecerão insights que podem levar a uma maior produtividade e satisfação no trabalho em toda a organização. As informações coletadas das avaliações fornecem aos líderes uma perspectiva sobre a realidade atual da empresa e destacam as áreas de preocupação que afetam a experiência total do local de trabalho.

Muitas empresas usufruem dos benefícios do assessment por saberem que se trata de uma maneira de motivar seus funcionários a alcançar todo o seu potencial. Isso fornece melhores resultados, pois a razão de cada funcionário trabalhar é única. Abordar as necessidades de cada indivíduo na organização criará uma força de trabalho altamente motivada que busca o melhor como um todo.

Ao medir os fatores essenciais que marcam a diferença entre sucesso e fracasso em trabalhos específicos, a organização será capaz de colocar as pessoas certas em todas as posições, permitindo-lhes utilizar seus talentos sem limitações.

Conclusão

Bom, esperamos que agora você já saiba com mais profundidade o que é assessment e o que isso pode representar em seu cotidiano profissional.

Aproveite para compartilhar este post em suas redes sociais para que mais pessoas saibam dos benefícios do assessment e vejam como ele é aplicado nas empresas.

Qualquer dúvida, fique à vontade para comentar abaixo.assessment

César Curi

César Romano é apaixonado pelo desenvolvimento humano. Inspira e planeja a prosperidade de pessoas e empresas. Formado em comunicação e marketing pela PUC e especialista em gestão de pessoas.
Fechar Menu
Nike Pas Cher Homme
Nike Pas Cher France
yamaha fairings
cheap motorcycle fairings
cheap jordan retro 11
cheap jordan 13
cheap jordan 7